Educação e humanização de bebês e de crianças pequenas: conceitos e práticas pedagógicas

Autores

Érika Christina Kohle; Anderson Borges Corrêa; Monalisa Gazoli; Regina Aparecida Marques de Souza; Renata de Souza França Bastos de Almeida; Suely Amaral Mello

Palavras-chave:

Educação infantil, Desenvolvimento infantil, Leitura, Escrita, Professores - Formação, Corrêa, Anderson Borges

Sinopse

Este livro nasceu do desenvolvimento da disciplina Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural e Educação Infantil do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unesp, Campus de Marília, SP. Apresenta algumas reflexões sobre aspectos do desenvolvimento humano na pequena infância considerando as experiências vividas pelas crianças desde seu nascimento formam sua personalidade e sua inteligência – o que mais recentemente tem sido comprovado pelas neurociências.

Revela algumas formas de melhor promover o desenvolvimento humano na infância, que envolvem uma nova forma de organização do espaço – com diversidade de materiais: de livros a materiais naturais que possam ser usados de múltiplas maneiras pelas crianças, que estejam acessíveis às suas mãos, que sejam organizados de forma perceptível com as crianças, que presentem a cultura nas suas formas mais elaboradas (VYGOTSKY, 2018) sem subestimar a possibilidade das crianças educarem sua sensibilidade seja para a ciência, seja para a arte.

Uma nova cultura escolar envolve também novas formas de organização e gestão do tempo que reserve às crianças tempo livre para escolher atividades, tempos de atividade diversificada em que haja a possibilidade de escolher entre algumas atividades propostas pelo professor, além das atividades apresentadas pelo professor com o propósito de ampliar aquilo que as crianças já conhecem. Essas novas formas de organização e de gestão do tempo respeitam os tempos das crianças, considerando que eles são diferentes dos tempos dos adultos. Por isso, não cabem as formas de antecipação da escolaridade e o abreviamento da infância que tem sido imposto na escola de Educação Infantil com a aprovação de muitas famílias.

Essa nova cultura escolar envolve igualmente novas formas de relação entre adultos e crianças, requer o aprofundamento do acolhimento e da escuta dos desejos, interesses e necessidades das crianças como método do trabalho docente: relações horizontais que garantam a participação das crianças e a cooperação entre adultos e crianças na organização da vida na escola; relações de comunicação entre adultos e crianças no acesso ao conhecimento, à cultura. E tudo isso, levará a uma nova qualidade das atividades propostas e realizadas na escola – no sentido que a Teoria Histórico-Cultural dá ao termo atividade: de envolvimento da criança com o corpo, o pensamento e a emoção nas situações vividas.

Esse conjunto de reflexões orienta o pensar e o agir docentes para o respeito aos tempos e as formas de bebês e crianças viverem sua aventura de conhecer o mundo e que amplie suas vivências para contemplar o desenvolvimento humano para todas as crianças em suas máximas possibilidades. A abordagem histórico-cultural nos dá suporte para isso, é preciso que nos aventuremos a tornar essa escola um fato.

Auxílio Nº 0798/2018, Processo Nº 23038.000985/2018-89, Programa PROEX/CAPES

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg   

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érika Christina Kohle

Diretora de Escola de Ensino Fundamental do Município de Marília. Cursa o terceiro ano de Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho” –
Marília, SP. Possui mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho” - Marília, SP (2016), graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
– Marília, SP (2014) e graduação em Letras pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - Assis (2002). Fez especialização em Língua Portuguesa e Literatura na Universidade Estadual de Campinas -Unicamp (2012). Participa desde 2011 do Grupo de Pesquisa Processos de leitura e de escrita: apropriação e objetivação, desde 2015 do Grupo de Pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural e desde 2019 do Grupo de Pesquisa Especificidades da Docência na Educação Infantil, todos pertencentes ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Filosofia e Ciências – Unesp – Marília, SP.

Anderson Borges Corrêa

É doutorando em Ensino na Educação Brasileira na Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus - Marília (2019-2022). Possui mestrado em Ensino na Educação Brasileira pela Universidade de Uberaba - UNIUBE (2017). É docente da Secretaria Municipal de Educação de Uberlândia (MG) e integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural e do Grupo de Estudos e Pesquisas Infância e Contextos Educativos (GEPICE). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa
(Fundamental I) e Metodologia do Ensino de Língua Inglesa (Fundamental II). 

Monalisa Gazoli

Graduada em Pedagogia e Mestre em Educação. Desenvolve pesquisa de doutoramento (desde 2019) vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil (GEPEDEI) sob orientação da Dra. Elieuza Aparecida de Lima junto ao Programa de PósGraduação em Educação da Universidade Estadual Paulista - Unesp -Marília, SP. É professora no curso de Pedagogia do Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium (UniSALESIANO), Lins, SP.

Regina Aparecida Marques de Souza

Graduada em Pedagogia. Mestre em Educação pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMT). Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com Pós-Doutorado
na Unesp-Marília, SP e na Universidade de Évora, Portugal. Professora do curso de Pedagogia (UFMS-Três Lagoas). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguagem, Educação e Infância – teoria
Histórico-Cultural. Coordenadora do Fórum Regional de Educação Infantil da Costa Leste (2020-2022).

Renata de Souza França Bastos de Almeida

Doutoranda pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - Unesp-Marília. Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Londrina (2013). Pós-Graduada (Lato Sensu) em Psicopedagogia pelo Centro Universitário Filadélfia – Unifil. Graduada em Pedagogia (2004). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas “Processos de Leitura e de Escrita: apropriação e objetivação”. Pesquisa a apropriação da leitura e da escrita com ênfase no papel da literatura na formação de crianças leitoras e produtoras de textos.

Suely Amaral Mello

Graduada em Letras. Mestre e Doutora em Educação (UFSCAR). Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em educação (Unesp-Marília). Vice-líder do Grupo de Pesquisa Implicações Pedagógicas da teoria Histórico-Cultural.

Amanda Trindade Garcia

Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista (2019), Pedagoga formada pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (2012), atuou como professora de educação infantil da Prefeitura Municipal de Marília e hoje atua como professora coordenadora em uma escola de educação infantil na Prefeitura Municipal de Marilia que atende bebês de 4 meses a 1 ano e meio.

Ana Cláudia Bonachini Mendes

Graduada em Pedagogia pela Unesp. Doutoranda em Educação pela Unesp – Marília, SP. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Especificidades da Docência na Educação Infantil. Professora Adjunto II no curso de Pedagogia do UniToledo, Araçatuba-SP. Diretora de escola Municipal de Educação Infantil.

Simone Silveira dos Santos

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Marília-SP. Possui mestrado em Educação pela Universidade Estadual de
Mato Grosso do Sul (2014), especialização em Neuropedagogia pela Unijales (2011) e graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (2008). É membro do Grupo de Pesquisa Políticas Educacionais e Currículo, participa do projeto de pesquisa Gênero, Currículo e Educação – UEMS/Paranaíba-MS. É membro do grupo de pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural – Unesp/Marília-SP. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil “GEPEDEI” – Unesp/Marília-SP. Atualmente é bolsista CAPES. E-mail: simonesantos_lbv@hotmail.com.

Camila Godoy Paredes

Mestranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus – Marília, SP. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. É membro do grupo de pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural – Unesp – Marília, SP e do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na
Educação Infantil (GEPEDEI) Unesp/Marília, SP. Atualmente pesquisa a dimensão afetiva relacionada ao desenvolvimento infantil. E-mail: camilinha_gparedes@hotmail.com

Rafael Franco Lobo

Mestrando pelo programa de pós-graduação em Educação na Unesp/Marília, possui Pós-Graduação (Lato Sensu) em Língua Portuguesa pela UNICAMP, formado em Letras, Unesp/Assis. Lecionou na rede estadual paulista nas séries finais do Ensino Fundamental e Médio, também foi professor das séries iniciais do Ensino Fundamental em redes municipais. Atuou como Diretor de Escola na rede municipal de Assis e atualmente é Diretor de Escola Municipal em Marília, em uma unidade que atende bebês de 4 meses a 1 ano e meio. Participa dos grupos de pesquisa: Centro de Ensinos e Pesquisas em Administração da Educação (CEPAE) e Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil (GEPEDEI). E-mail: rafaflobo.diretor@gmail.com

Juliana Guimarães Marcelino Akuri

Graduada em Pedagogia. Mestre e Doutoranda em Educação pela Unesp - Marília. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Especificidade da Docência (GEPEDEI) e do Grupo de Pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural, ambos da FFC/Unesp - Marília. Diretora de escola de Educação Infantil no Sistema Municipal de Ensino de Marília. E-mail: e-mail: juakuri@hotmail.com

Marcelo Campos Pereira

Doutorando e Mestre do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Marília, SP (2016) e graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (1996). É gestor do Fórum Regional de Educação Infantil e membro do grupo de pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural – Unesp/Marília, SP e do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil (GEPEDEI) Unesp/Marília, SP. Atualmente é Professor Coordenador da Escola Municipal de Educação Infantil “Nossa Senhora da Glória” da cidade de Marília-SP. E-mail: marcelocampo0@gmail.com

Vanessa Milani Labadessa

Doutoranda em Educação do Programa de Pós-Graduação Stricto Senso da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Marília, SP. Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR. Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá – UEM. Membro do “Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil” – Unesp/Marília, SP. Atualmente Professora do Instituto Federal de Rondônia (IFRO) – Campus Ariquemes. E-mail: vanessa.milani@ifro.edu.br

Ana Lúcia Borges

Doutoranda pela Unesp – Marília, SP. Mestre em Educação pela Universidade Nove de Julho. Pós-Graduada (Lato Sensu) em Gestão de Escola Pública pela USP e em Educação Infantil pela UMESP. Graduada em Pedagogia. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Sociologia da Infância – GEPSI – USP. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Teoria Histórico-Cultural – Unesp - Marília, SP. Diretora de escola na Rede Municipal de São Bernardo do Campo, SP. Vice-líder do GECOL. E-mail: analuborges@folha.com.br

Juliana Xavier Moimás

Mestranda pela Unesp – Marília. Pós-graduada em Língua Portuguesa e Literatura, pelo Centro Universitário Toledo e em Formação de professores em Educação a Distância, pela Universidade Paulista. Graduada em Letras e Pedagogia. Membro do Grupo de Estudos em Alfabetização Científica (GEPAC) - Unesp – Marília. Coordenadora da área de Educação Infantil, na Secretaria Municipal de Educação de Birigui. E-mail para contato: julyanamoimas@hotmail.com

Cleide de Araújo Campos

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais (2010), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Ouro Preto (2018). Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista 279 “Júlio de Mesquita Filho”. É Membro do grupo de pesquisa “Multiletramentos e usos das TDIC na Educação – UFOP” (MULTIDIC). É membro do grupo de pesquisa Centro de Estudos em Leitura e Literatura Infantil e Juvenil (CELLIJ) – Unesp - Presidente Prudente. Pesquisa sobre formação do leitor literário e estratégias de leitura. E-mail: emaildacleide6@gmail.com

Karolyne Aparecida Ribeiro Kusunoki

Graduada em Pedagogia. Mestre e Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista – Unesp - Marília. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Especificidades da Docência na Educação Infantil (GEPEDEI). Atualmente é professora de Educação Infantil na Rede Municipal de Marília. Atuou também como professora da Rede particular e como Assistente Técnico de Área na Equipe Pedagógica da Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação de Marília. E-mail: karolkusunoki@gmail.com

Mariana Natal Prieto

Doutoranda em Educação no Programa de Pós-graduação da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, Unesp. Mestre em Educação (2016) e Graduada em Pedagogia (2006) pela mesma universidade. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil – GEPEDEI. Professora de Educação Infantil na rede municipal de Avaré e docente do Centro Universitário Sudoeste Paulista. E-mail: m.prieto@unesp.br

Downloads

Publicado

December 3, 2020

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-95-8

Date of first publication (11)

2020

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-76-7

Date of first publication (11)

2020

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas