Educação inclusiva: em foco a formação de professores

Autores

Rosimar Bortolini Poker (ed)
http://orcid.org/0000-0001-8019-6506
Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins (ed)
https://orcid.org/0000-0002-4247-1447
Claudia Regina Mosca Giroto (ed)
https://orcid.org/0000-0001-6267-8085

Sinopse

Os novos desafios postos aos professores são imensos. Como, por exemplo, flexibilizar o currículo, atuar de forma colaborativa com profissionais do atendimento educacional especializado, intérpretes de Libras, professores de apoio? Como organizar, na prática, a bidocência? Quais conhecimentos os professores devem ter na sua formação inicial para que tenham condições reais de trabalharem e construírem uma escola para todos? Que conhecimentos são necessários para garantir aos professores a articulação entre os diferentes saberes teóricos e práticos para atuar com a diversidade de alunos que integram o público da Educação Especial? Como os professores do atendimento educacional especializado articulam suas práticas com as ações pedagógicas realizadas no ensino comum? Que conhecimentos fundamentam suas práticas? Como organizar currículos e conteúdos que auxiliem na formação de professores numa perspectiva inclusiva? Basta oferecer uma ou duas disciplinas para atender as dimensões que envolvem as explicações teóricas e práticas sobre a constituição da diversidade humana? Algumas dessas questões são abordadas nos capítulos que constituem este livro, problematizando certezas e indicando caminhos, possibilidades e desafios a serem enfrentados pela pesquisa e pelas políticas públicas no que diz respeito à formação de professores.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosimar Bortolini Poker

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988), realizou mestrado (1995) e doutorado (2001) em Educação, pela Faculdade de Filosofia e Ciências - Unesp. Desde 1996 é professora assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho vinculada ao Departamento de Educação Especial exercendo atividades nos cursos de Pedagogia e Terapia Ocupacional. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial e Educação Inclusiva, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, projeto pedagógico, ensino e aprendizagem do aluno com surdez, desenvolvimento cognitivo do surdo e organização de sistemas educacionais inclusivos. Tem publicações nessas diferentes áreas de atuação, possui experiência como Professora Pesquisadora em Formação Continuada para professores da educação especial, na modalidade presencial e na modalidade de ensino a Distância (Convênio SEESP/MEC) e presta assessoria pedagógica a redes de ensino. É pesquisadora e participa desde 1995 do grupo de Estudo e Pesquisa em Epistemologia Genética e Educação - GEPEGE.

Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins

Pedagoga e Doutora em Educação. Professora assistente doutora do Departamento de Educação Especial e do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista, Campus de Marília. Concluiu Pós-doutorado no Programa de Lingüística da Universidade Federal de São Carlos. É integrante do Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso -GEGe. Coordenadora do Laboratório de Linguagem e Surdez - Lalis - Unesp e do projeto de pesquisa em rede financiado pelo Observatório em Educação OBEDUC - CAPES Acessibilidade no Ensino Superior (Edital No. 49 2012). Atualmente é responsável pelo Anexo de Acordo de Pesquisa Internacional entre o Programa de Pós Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista ? Campus Marília Brasil e Faculdade de Psicologia da Universidade de La Republica do Uruguai (Processo No. 418/2014). É membro da Red Interuniversitaria Latinoamericana y del Caribe sobre Discapacidad y Directos Humanos ? UNPL Argentina e do Comitê Acadêmico de Discapacidad y Accesibilidad, vinculado à Associação do Grupo de Universidades de Montevideo ? CAAyD AUGM. Atua como assessora científica de agências de fomento (CNPq, FAPESP, CAPES, Unesp, entre outras) e também de periódicos científicos. Demonstra produção de conhecimento nas áreas: Políticas Publicas, Educação Especial/Inclusiva, Formação de Professores, Educação Superior e Surdez. É vice-líder do grupo de pesquisa GEPDI Cnpq (Grupo de Estudos e Pesquisa em Deficiência e Inclusão)

Claudia Regina Mosca Giroto

Possui graduação em Fonoaudiologia, pela Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC/Campus de Marília, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1993), mestrado (1998) e doutorado (2006) em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC)/UNESP/Campus de Marília/SP. Docente do Departamento de Educação Especial/Curso de Pedagogia; do curso de especialização em Formação de Professores em Educação Especial: apoio à escola inclusiva; e dos Programas de Pós-Graduação em Educação da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP e em Educação Escolar, da Faculdade de Ciências e Letras (FCLAr)/UNESP/Campus de Araraquara/SP. Possui experiência nas áreas de Educação e Saúde (Fonoaudiologia, Educação Inclusiva e Educação Especial). Atua, principalmente, com os seguintes temas: educação inclusiva; educação especial; interdisciplinaridade saúde e educação; fonoaudiologia educacional; linguagem escrita; surdez; inclusão e desmedicalização da educação. Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Inclusão e Desmedicalização da Educação (LIDE), vinculado ao Departamento de Educação Especial da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Vice-líder do "Grupo de Estudos e Pesquisas em Atividade e Desenvolvimento Infantil - GEPADI" (FFC/UNESP/CNPq). Colaboradora do grupo de pesquisa interinstitucional "Linguagem, cognição e audição: implicações para saúde e educação (UFSC - Linguística/CNPq). Pesquisadora colaboradora do Projeto em Rede OBEDUC/CAPES/MEC/FFC/UNESP "Acessibilidade no ensino superior" (2012-2016). Coordenadora dos 3º e 4º Anexos ao Acordo de Cooperação Internacional entre a UNESP e a Universidade de Alcalá/Espanha (2013-2015). Supervisora fundadora do Centro de Formação, Extensão e Pesquisa em Inclusão (CEFEPI) da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Possui experiência como Professora Pesquisadora em Formação Continuada para professores na modalidade de educação a Distância (Convênio SEESP/MEC/FFC/UNESP). Membro da Diretoria da Associação Brasileira de Alfabetização - ABAlf Tesoureira (2013/2014). Membro do Conselho Fiscal da ABAlf (2015/2016)

Fátima Elisabeth Denari

Possui Graduação em Estudos Sociais pela Associação de Escolas Reunidas de São Carlos (1976), Graduação em Complementação Pedagógica pela Faculdade São Luiz (1986), Mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (1984) e doutorado em Metodologia do Ensino pela Universidade Federal de São Carlos (1997). Atualmente, é Professora Associada junto ao departamento de Psicologia da Universidade Federal de São Carlos, professora e orientadora de Mestrado e Doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação Especial. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Desenvolvimento Humano, atuando sobretudo nos seguintes temas: educação especial, educação inclusiva, sexualidade e deiciência e formação de professores. Desde 2013, atua como professora colaboradora junto ao Programa de Pós-Graduação em Diversidade e Educação Sexual da FCL/UNESP, campus de Araraquara.

Silvia Regina R. L. Sigolo

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1979), Mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (1986) e Doutorado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo (1994). Atualmente, é Professora Assistente Doutora da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento infantil, relação família-escola, educação especial, educação escolar e desenvolvimento humano.

Cristina Cinto Araujo Pedroso

Possui Graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/PUC-SP (1991), Mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (2001) e Doutorado em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”- UNESP - Campus de Araraquara/SP (2006). Atualmente, é Professora Doutora da Universidade de São Paulo (USP-RP), na Faculdade de Filosoia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Departamento de Educação, Informação e Comunicação (DEDIC), Ref. MS-3, em RDIDP. Tem experiência na área de Educação, com ênfase nos seguintes temas: formação de professores, didática, educação inclusiva e educação de surdos.

Juliana Jeronymo Fernandes

Graduanda em Pedagogia pela Faculdade de Filosoia e Ciências - FFC/Campus de Marília, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP

Suzilene Colantonio

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (1998). Atualmente, é psicopedagoga - Clínica Saúde Educação - e psicopedagoga no ensino fundamental da Prefeitura Municipal de Pompeia. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial.

Lais Paloma de Oliveira

Estuda na área de Educação, com ênfase em Educação Especial.

Rosimeire Maria Orlando

Possui Graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação em Educação Especial: Ensino de Deicientes Intelectuais, pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (1991), Mestrado em Metodologia do Ensino pela Universidade Federal de São Carlos (1996), Doutorado em
Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (2005) e Pós-Doutorado pela Universidade Federal de São Carlos - Departamento de Psicologia. É pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Direito à Educação - Educação Especial (UFSCar) e coordenadora da Brinquedoteca da Licenciatura em Educação Especial/UFSCar e do Núcleo de Pesquisa OBEDUC/ EditalL/CAPES N º 49/2012. É coordenadora do INCLUIR - Núcleo de Acessibilidade da UFSCar. É professora adjunta na Universidade Federal de São Carlos, licenciatura em Educação Especial e no Programa de Pós-Graduação em Educação Especial/UFSCar. Tem experiência na área de Educação Escolar Básica e Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: direitos sociais das pessoas com deiciência, formação docente, prática pedagógica e acessibilidade no ensino superior.

Paula da Costa Van-Dal

Discente do Programa de Pós-Gradução em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina – UEL.

Silmara Sartoreto de Oliveira

Licenciada em Ciências Biológicas pela UNESP/Assis (1997), Mestrado e Doutorado em Educação para a Ciência UNESP/Bauru (2002 e 2008). Atualmente, é Professora Adjunta C do Departamento de Biologia Geral, Área de Metodologia e Prática de Ensino de Ciências e Biologia da Universidade Estadual de Londrina - UEL. Especialista do Conselho Estadual de Educação - CEE, Presidente da Comissão Própria de Avaliação - CPA/UEL (20014-20015), com experiência na área educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: formação inicial e continuada de professores, pesquisas em educação e educação a distância.

Walquíria Peres de Amorim

Graduanda do Curso de Letras Libras da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

Audrei Gesser

Possui Graduação em Letras - Inglês/Português pela Universidade Regional de Blumenau - FURB (1994), Mestrado em Letras/Inglês e Literatura Correspondente pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (1999), e Doutorado em Linguística Aplicada na área de concentração em Educação
Bilíngue pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2006). Estágio na Gallaudet University, Estados Unidos, no ano de 2004, com inanciamento concedido pela CAPES. Experiência em ensino na área de Língua Inglesa, Linguística Aplicada, Tradução/Interpretação e Metodologia de Ensino de Línguas como L2, pesquisando principalmente os seguintes temas: contextos de ensino e aprendizagem da Libras como língua adicional para ouvintes, formação de tradutores/intérpretes de Libras/Português, interação intercultural/multicultural em contextos bi/multilíngües de minorias linguísticas.

Otávio Santos Costa

Mestre em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São Carlos. Desenvolve pesquisa na linha “Produção cientíica e formação de recursos humanos em Educação Especial”. Graduado em Pedagogia pela Faculdade de Filosoia, Ciências e Letras do campus de Ribeirão Preto da Universidade de São
Paulo. Desenvolveu pesquisas em nível de Graduação nas seguintes temáticas: pedagogia universitária; currículo; proissão, trabalho e identidade docente; formação docente na Educação Superior e na Educação Básica-Cursos de Licenciatura. Participa do Grupo de Estudo Surdez e Abordagem Bilíngue.

Cristina B. Feitosa de Lacerda

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade de São Paulo (1984), Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1992) e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1996). Atualmente, é Professora Adjunta II da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no Curso de Licenciatura em Educação Especial e no Programa de PósGraduação em Educação Especial- PPGEEs. Experiência na área da Fonoaudiologia, com ênfase em Surdez, e atuação na área educacional, desde 1996, com estudos desenvolvidos na perspectiva histórico-cultural e nos pressupostos da abordagem enunciativo-discursiva. Assessoria a redes municipais de Educação para implantação e acompanhamento de Programa de Educação Inclusiva Bilíngue em Piracicaba, Campinas, São Paulo e São Carlos. Interesse em pesquisa na atuação do Intérprete educacional de Língua de Sinais. Pós-Doutorado no Centro de Pesquisa Italiano (CNR - ROMA), em 2003. Consultora de diversas agências de fomento e assessora para a área de surdez. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial - PPGEEs. Vencedora do 1º Lugar do 56º Prêmio Jabuti, área de Educação com o livro “Tenho um aluno surdo: e agora?” - Ed. UFSCar.

Claudia Regina Mosca Giroto

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Faculdade de Filosoia e Ciências - FFC/Campus de Marília, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP (1993), Mestrado (1998) e Doutorado (2006) em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC/UNESP. Docente do Departamento de Educação Especial/Curso de Pedagogia, do curso de especialização em Formação de Professores em Educação Especial: apoio à escola inclusiva da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP e dos Programa de PósGraduação em Educação, da FFC/UNESP/Campus de Marília e em Educação Escolar da FCLAr/UNESP/Campus de Araraquara/SP. Possui experiência na área de Fonoaudiologia e Educação, com ênfase na intersetorialidade Educação e Saúde. Atua especialmente nos seguintes temas: fonoaudiologia educacional; linguagem escrita; interdisciplinaridade saúde-educação; surdez; educação inclusiva; educação especial; desmedicalização da educação. Tem experiência como Professora Pesquisadora em Formação Continuada para professores na modalidade de ensino de Educação a Distância (Convênio SEESP/MEC/FFC/UNESP). Pesquisadora colaboradora do OBEDUC CAPES/MEC/FFC/UNESP “Acessibilidade no ensino superior”. Vice-líder do “Grupo de Estudos e Pesquisas em Atividade e Desenvolvimento Infantil – GEPADI” – (FFC/UNESP/CNPq). Participa do grupo de pesquisa interinstitucional “Linguagem, cognição e audição: implicações para saúde e educação” (UFSC - Linguística/CNPq). Membro da Diretoria da Associação Brasileira de Alfabetização - ABAlf - Tesoureira (2013/2014). Membro do Conselho Fiscal da ABAlf (2014/2015).

Gabriela Geovana Pinho

Graduanda em Pedagogia pela Faculdade de Filosoia e Ciências - FFC/Campus de Marília, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP.

Andressa Santos Rebelo

Doutoranda em Educação, com Mestrado em Educação (2012) e licenciatura em Matemática (2009) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Atualmente, é Professora Assistente II da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, participa dos grupos de pesquisa Educação e Cidadania (CNPq) junto ao CREIA (Centro de Referência de Estudos da Infância e da Adolescência/UFMS) e Políticas Públicas de Educação e Educação Especial (CNPq), interinstitucional. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tópicos Especíicos de Educação - Educação Especial, atuando sobretudo nos seguintes temas: educação, educação especial, deiciência e indicadores educacionais.

Andrea Duarte de Oliveira

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2005). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, trabalho infantil, reforma agrária, ludicidade e educação especial.

Mônica de Carvalho Magalhães Kassar

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1983), Especialização para Professores de Deicientes Mentais pela Universidade Estadual de Campinas (1986), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul(1993), Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1999), Pós-Doutorado pela Universidad de Alcalá de Henares (2005) e Pós-Doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (2011). Atualmente, é Professora Associada da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Coordenadora de Curso da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Membro de corpo editorial da Revista Brasileira de Educação Especial, Membro de corpo editorial da Cadernos de Educação Especial, Membro de corpo editorial da Carandá - Revista do Curso de Letras do Campus do Pantanal, Membro de corpo editorial da Revista Brasileira de Educação (impresso) e Vicepresidente pela região Centro-Oeste da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, Educação Especial, Deiciência Mental, Deiciência Múltipla.

Publicado

March 7, 2016

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-764-7

Date of first publication (11)

2016

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

ISBN-13 (15)

978-85-7983-766-1

Date of first publication (11)

2016

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas