Significado e Sentido na Educação para a Humanização

Autores

Stela Miller (ed)
Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília
Sueli Guadelupe de Lima Mendonça (ed)
Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília
Érika Christina Köhle (ed)
Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Palavras-chave:

Educação humanística, Significação (Psicologia), Educação - Filosofia, Ensino - Metodologia, Educação e Estado

Sinopse

A relação significado-sentido tem sido posta como tema de pesquisas recentes por pesquisadores dos diversos segmentos de formação e atuação na área da Educação. Motivados por questões que têm caracterizado, mais recentemente, o mundo da escola, tais como o baixo rendimento cognitivo dos alunos, as inúmeras situações de intolerância e violência que aparecem no interior dessas instituições, a desmotivação dos alunos, a redução e os limites postos aos materiais de estudo que são impostos à rede pública estadual de ensino, o impacto das mídias e novas tecnologias no mundo atual, dentre outros fatores, muitos desses pesquisadores buscam responder a essas problemáticas por meio do estudo das relações entre significado e sentido pensando em uma educação que, de fato, desenvolva os estudantes, ou seja, que provoque neles as mudanças qualitativas requeridas à formação de sua subjetividade, sua consciência e sua personalidade, em suma, uma educação humanizadora.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Prograd_1.png

 

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stela Miller, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Doutorado em Ensino na Educação Brasileira pela Faculdade de Filosofia e Ciências - Unesp - Campus de Marília (1998). É docente aposentada do Departamento de Didática da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp – Campus de Marília (SP) e professora voluntária do programa de Pós-Graduação em Educação na mesma Instituição. É membro do Grupo de Pesquisa “Implicações pedagógicas da teoria histórico-cultural”. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa (Fundamental I).

Sueli Guadelupe de Lima Mendonça, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1983), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1990) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1998). É docente do Departamento de Didática e membro do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia e Ciências – Unesp/Marília. É líder do Grupo de Pesquisa “Implicações pedagógicas da teoria histórico-cultural” e Coordenadora Institucional do Pibid/Unesp.

Érika Christina Köhle, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) – UNESP/campus de Marília

Professora da Educação Básica -II na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo desde 2001. Diretora de Escola Municipal em Marília. Graduada em Pedagogia (Unesp/ Marília) e em Letras (Unesp/ Assis). Mestrado em Educação pela Unesp/ Marília (2016). Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação da pela Unesp/ Marília (em curso). Participa dos Grupos de Pesquisa (PPGE, Unesp/Marília): “Processos de leitura e de escrita: apropriação e objetivação” e “Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural”.

Adriana Pastorello Buim Arena

Professora Associada da Faculdade de Educação - FACED e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Graduação em Filosofia (1995) e em Pedagogia (2002). Mestrado em Educação (2005) e Doutorado em Educação pela Unesp/Marília (2008). Estágio pós-doutoral (CAPES - 2013/2014) na Université Paris-Sorbonne (Paris IV -CELSA). Experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de leitura e de escrita no ensino fundamental.

Andréa Maturano Longarezi

Pós-doutorado em Educação, pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2018). Professora Associada na Faculdade de Educação, da Universidade Federal de Uberlândia, atuando como membro do corpo permanente nos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pósgraduação
em Educação dessa instituição. Coordena o GEPEDI - Grupo de Estudos e Pesquisa em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente, da UFU, e é membro do GEPAPe - Grupo de Estudos e Pesquisas em Atividade Pedagógica, da USP/SP.

Armando Marino Filho

Doutorado em Educação pela Unesp/Marília (2011). Pós doutorado em Educação pela Unesp/Marília (em curso). Professor Adjunto na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Pedagogia e Licenciaturas).
Participa do Grupo de Pesquisa “Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural” (UNESP/ Marília). Líder do Grupo de Pesquisa “Teoria Histórico-Cultural para o ensino e aprendizagem” (UFMS/ Três
Lagoas). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Ensino, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano.

Cecília Garcia Coelho Cardoso

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Uberlândia (1996). Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela União Educacional de Minas Gerais (2003). Membro participante do GEPEDI - Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente (CNPq). Atualmente é mestranda em Educação - PPGED - UFU. Proprietária da CARDOSO EDUCA LTDA.

Cláudia Aparecida Valderramas Gomes

Graduação em Psicologia (UNESP/Bauru). Mestrado e Doutorado em Educação - Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP/Marília. Docente no curso de Graduação em Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP/Assis. Áreas de estudos e pesquisas: Psicologia Histórico-Cultural, Psicologia da Educação, Desenvolvimento humano, Infância. Integra os Grupos de Pesquisas “Teoria Sócio Histórica Cultural e Epistemologia” e “Psicologia: processos
e contextos de desenvolvimento humano” - UNESP/Campus de Assis-SP.

Dagoberto Buim Arena

Doutor em Educação pela UNESP de Marília e Pós-Doutorado pela Universidade de Évora, Portugal (FAPESP). Estágio pós-doutoral junto ao Instituto Nacional de Pesquisas Pedagógicas (INRP), em Lyon, França (2010). Pós-Doutorado pela Université-Sorbonne, Paris IV (2014 - FAPESP). Livre-docente pela Unesp/Marília (2013). Atualmente é professor Adjunto do Departamento de Didática e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unesp/ Marília.

Diego González Serra

Cidadão cubano, nascido em 1938. Licenciado em Psicologia da Universidade de Havana em 1966. Viagem de estudos livres em Psicologia em Lovaina, Bélgica em 1969 - 70. Estudos de pós-graduação em Moscou,
URSS, em duas ocasiões. Professor titular em Psicologia da Motivação de 1965 a 1980 na Faculdade de Psicologia da Universidade de Havana. Diretor do Departamento de Psicologia da Academia de Ciências de Cuba e posteriormente professor titular no Instituto Superior Pedagógico E. J. Varona. Doutor em Psicologia em 1979. Foi o primeiro presidente da Sociedade de Psicólogos de Cuba em 1982 e depois vice-presidente.
Atualmente é o vice-presidente.

Eugene Matusov

Professor na Escola de Educação da Universidade de Delaware/EUA. Nasceu na União Soviética. Estudou psicologia do desenvolvimento com pesquisadores soviéticos adeptos do paradigma vigotskiano e trabalhou como professor de escola antes de imigrar para os Estados Unidos. Usa abordagens dialógicas socioculturais e bakhtinianas para a educação, sendo seus interesses educacionais e de pesquisa a pedagogia dialógica e o estudo de como criar ambientes de aprendizagem seguros para todos os alunos.

Flávia da Silva Ferreira Asbahr

Professora assistente do departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem, da Faculdade de Ciências, UNESP-Bauru. Doutora em Psicologia (USP);
doutorado sanduíche na Universidad Carlos III de Madrid. É membro do GEPAPE (Grupo de estudos e pesquisas sobre a atividade pedagógica - FEUSP) e do LIEPPE (Laboratório Interinstitucional de estudos e
pesquisas em Psicologia escolar - IPUSP).

Greice Ferreira da Silva

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus de Marília - SP (2013). Membro do Grupo de Pesquisa “Processos de leitura e de escrita: apropriação e objetivação” (PROLEAO - Marília/SP). Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e vice-líder do Grupo de Pesquisa “Leitura, Biblioteca Escolar e Mediação Pedagógica” (UEL). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: alfabetização, leitura, escrita, Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

Idania B. Peña Grass

Trabalhou na Universidade Central de Cuba de 1990 a 2000. É psicóloga e proprietária da clínica vigotskiana “Centro de Desenvolvimento da Personalidade”, Rio Claro, São Paulo, Brasil. Este Centro se fundamenta na Teoria Histórico-Cultural de L. S. Vigotsky, atendendo várias áreas de saúde mental tais como diagnóstico, avaliação e orientação psicológica, psicoterapia, orientação vocacional, etc. A clínica trabalha com pessoas de todas as idades portadoras ou não de transtornos psíquicos, realizando atenção individual, grupal, familiar e escolar.

Jesus José Raniére

Graduado em Ciências Sociais pelo Centro Universitário Fundação Santo André (1987); Mestre (1995) em Sociologia e Doutor (2000) em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas; é professor Livre-docente (2008) pela mesma universidade. Atualmente é professor titular (MS-6) estatutário da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Fundamentos da Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Trabalho, Alienação, Estranhamento, Capital e Objetivação.

Josélia Euzébio da Rosa

Licenciada em Matemática pela UNESC (2004). Mestre (2006) e Doutora (2012) em Educação, linha de pesquisa Educação Matemática, pela Universidade Federal do Paraná. Professora do Mestrado em Educação da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Suas pesquisas estão vinculadas ao GEPAPe (“Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Atividade Pedagógica” da USP), ao TEDMAT (“Teoria do Ensino Desenvolvimental na Educação Matemática” da UNISUL), o qual lidera, e ao GPEMAHC
(“Grupo de Pesquisa em Educação Matemática uma Abordagem Histórico-Cultural” da UNESC).

Olavo Pereira Soares

Graduado em História pela Unesp, campus de Assis. Mestre e Doutor em Educação pela USP. Professor Adjunto na Universidade Federal de Alfenas. Em 2006 ingressa na UNIFAL-MG, Universidade Federal
de Alfenas, atuando nos cursos de graduação de História e Pedagogia nas disciplinas vinculadas ao ensino de história e orientando pesquisas no âmbito do PPGE/UNIFAL-MG. Lidera o Grupo de Pesquisa
denominado “Educação: histórias, culturas e práticas” e, atualmente, coordena o PIBID da área de História.

Paula Alves Prudente Amorim

Graduada em Pedagogia. Estudante do PPGED da Universidade Federal de Uberlândia - Mestrado. Possui graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário do Triângulo (2004). Atualmente é professora do ensino fundamental I - Colégio Nacional. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Pré-Escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: sistema Elkonin-Davidov e V. V. Repkin, didática desenvolvimental da atividade, interdisciplinaridade e didática.

Roberto Valdés Puentes

Graduado em Educação (Cuba, 1991). Mestre em Ciências Pedagógicas (Cuba, 1998). Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (Brasil, 2003). Pós-Doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Granada (Espanha, 2013). Professor Associado (D-IV) da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia - FACED/UFU, atuando no Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado), na Linha de Pesquisa Saberes e Práticas Educativas. Coordena o GEPEDI - Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente.

Suely Amaral Mello

Graduação em Letras Modernas pela Universidade Estadual Paulista (1975), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1981) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal
de São Carlos (1996). É professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista /Unesp-campus de Marília. É vice-líder do grupo de pesquisa “Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural”; e coordenadora do Grupo de Estudos em Educação Infantil da Faculdade de Filosofia e Ciências, Unesp, Marília. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Infantil.

Yaeko Nakadakari Tsuhako

Mestrado em Educação pela Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Marília (2016). Exerceu a função de coordenadora de área de Educação Infantil no Departamento de Planejamento, Projetos e Pesquisas Educacionais durante sete anos e a função de diretora de Divisão de Acompanhamento de Entidades Parceiras e Escolas Particulares no Departamento Infantil durante um ano, na Secretaria Municipal da Educação (Bauru-SP). Atualmente exerce o cargo de diretora de escola de Educação Infantil da Prefeitura Municipal de Bauru.

Publicado

August 27, 2019

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7249-035-1

Date of first publication (11)

2019

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 17mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

ISBN-13 (15)

978-85-7249-036-8

Date of first publication (11)

2019

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 17mm