Leitura documentária: estudos avançados para a indexação

Autores

Mariângela Spotti Lopes Fujita (ed)
Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus Marília
Dulce Amélia de Brito Neves (ed)
Paula Regina Dal’Evedove (ed)

Palavras-chave:

Análise documentária, Análise de conteúdo (Comunicação), Indexação, Organização da informação, Recuperação da informação

Sinopse

O desejo de desvelar os mecanismos subjacentes à leitura documentária e contribuir para o avanço das reflexões científicas no Brasil motivou a organização desta obra, fruto da colaboração científica entre as pesquisadoras Profa. Dra. Mariângela Spotti Lopes Fujita da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquista Filho”, Campus de Marília, Profa. Dra. Dulce Amélia de Brito Neves da Universidade Federal da Paraíba e Profa. Dra. Paula Regina Dal'Evedove da Uni-versidade Federal de São Carlos, que encontram nos estudos da representação temática da informação um elo comum. Apresenta uma coletânea de resultados de pesquisas que proporciona ao leitor uma rica reflexão acerca da leitura documentária. Seus capítulos resgatam e discutem, de forma verticalizada e atual, os referentes teóricos e metodológicos do processo de leitura documentária mediante um diálogo interdisciplinar, o que torna esta obra um convite aos profissionais, professores, pesquisadores e estudantes de Ciência da Informação que buscam uma aproximação crítica com o papel da leitura documentária no processo de indexação.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

 

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariângela Spotti Lopes Fujita, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus Marília
Bolsista PQ-1C/CNPq Docente Permanente Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação UNESP – Campus de Marília fujita@marilia.unesp.br Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1992), Livre Docente (2003) em Análise Documentária e Linguagens Documentárias Alfabéticas, Professora Titular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP no período de 2010 a 2017. É docente permanente na Pós-Graduação na linha de pesquisa “Produção e Organização da Informação” do Programa em Ciência da Informação da UNESP. Como Pesquisadora atua nos Grupos de Pesquisa “Representação Temática da Informação” (líder), “Leitura, organização, representação, produção e uso da informação – UFPB” e “Organização do conhecimento para disseminação da informação-UFSCar”. Desenvolve atividades de pesquisa na UNESP com bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq nível 1C. É membro das Sociedades Científicas de sua especialidade: Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação ANCIB e do Capítulo Brasileiro da International Society for Knowledge Organization ISKO, no Brasil e no exterior da International Society for Knowledge Organization ISKO. Atualmente é Assessora e Presidente do Comitê de área de Comunicação, Artes e Ciência da Informação do CNPq, Supervisora do Instituto de Políticas Públicas de Marília e Presidente da Comissão Permanente de Publicações da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP. É parecerista ad hoc de agências de fomento e participa como revisora e membro de Comitês Científicos de eventos e periódicos científicos em Ciência da Informação no Brasil e no exterior. Atua na área de Ciência da Informação, com ênfase em Indexação, Leitura Documentária para indexação, utilizando a metodologia introspectiva de Protocolo Verbal em diferentes modalidades. Realiza pesquisas sobre os tema de política de indexação e Linguagem de indexação para bibliotecas.
Dulce Amélia de Brito Neves
Professora Titular do Departamento de Ciência da Informação da UFPB. damelia1@gmail.com Doutora em Ciência da Informação pela UFMG.Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UFPB, na linha Organização, Acesso e Uso da Informação. Coordena os Grupos de Pesquisa: Leitura, organização, representação, produção e uso da informação e Representação temática da informação em Arquivística. Membro da: Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação ANCIB e do Capítulo Brasileiro da International Society for Knowledge Organization - ISKO, no Brasil e no exterior da InternationalSociety for KnowledgeOrganization - ISKO. Faz parte do Corpo Editorial da Revista Informação & Sociedade: Estudos e Revista Biblionline, da Revista Ciência da Informação, Revista Encontros Bibli (UFSC), Informação & Informação, Revista Brasileira de Pós-graduação (Capes), JournalofInformation Science, Revista ACB (Associação Catarinense de Bibliotecários), Ponto de Acesso. Consultora Had Hoc da Capes. Áreas de interesse Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia e Arquivologia, atuando principalmente em: Representação da Informação, Organização da Informação. Indexação, Metacognição, Leitura em Unidades de Informação, Comportamento Informacional. Membro da ISKO Brasil
Ana Lúcia Terra
Professora Adjunta no Instituto Politécnico do Porto anaterra@iscap.ipp.pt É doutorada em Ciências Documentais pela Universidade de Coimbra, Licenciada em História e Mestre em História Moderna pela mesma instituição. Pós-graduada em Ciências Documentais (Opção Arquivo e Biblioteca/Documentação) pela Universidade de Coimbra. É Professora Adjunta no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto. Desde 2002, leciona na área da Ciência da Informação, na Licenciatura em Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação, de que foi coordenadora no período de 2009-2016. Também leciona no Mestrado em Informação Empresarial, de que é diretora desde a sua primeira edição. Tem colaborado igualmente na Pós-Graduação em Gestão de Bibliotecas Escolares. É investigadora integrada do CIC.Digital, no pólo da Universidade do Porto. Foi galardoada com o Prémio Raúl Proença, da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, em 2009. É sócia de diversas associações profissionais e científicas: Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, International Council on Archives, InternationalSociety for Knowledge Organization (ISKO) – Capítulo Ibérico e da SOPCOM– Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação. É coordenadora do Grupo de Trabalho de Ciência da Informação da SOPCOM. As suas áreas de investigação abrangem a organização e representação da informação, o comportamento informacional e a gestão da informação.
Brisa Pozzi de Sousa
Docente do curso de Biblioteconomia - UNIRIO brisapozzi@gmail.com Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESPcâmpus de Marília). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e docente nos cursos de bacharelado e licenciatura em Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Integra os grupos de pesquisa Organização do Conhecimento para Recuperação da Informação, liderado pelo professor Marcos Luiz Cavalcanti de Miranda (UNIRIO) e Fundamentos Teóricos, Metodológicos e Históricos da Organização da Informação, liderado pela professora Cristina Dotta Ortega (UFMG). Seu foco centrana Biblioteconomia e Ciência da Informação, nas temáticas que envolvem o contexto da Organização do Conhecimento, destacando-se: análise de assunto, indexação, classificação, modelagem conceitual e catalogação.    
Carlos Cândido de Almeida
Pesquisador nível 2 do CNPq Departamento de Ciência da Informação Faculdade de Filosofia e Ciências UNESP – Campus de Marília carlosalmeida@marilia.unesp.br Docente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, campus de Marília, com atuação nos cursos de Graduação em Arquivologia e Biblioteconomia e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação - UNESP. Pós-doutor em Biblioteconomía y Documentación pela Universidad de Zaragoza, Espanha, doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista, mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina e bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina. Líder do grupo de pesquisa Fundamentos Teóricos da Informação. Bolsista de produtividade em pesquisa CNPq nível 2. É membro das sociedades científicas: Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação ANCIB e do Capítulo Brasileiro da International Society for Knowledge Organization ISKO, no Brasil. É parecerista de agências de fomento e membro de comitês científicos de eventos e periódicos em Ciência da Informação, no Brasil e no exterior. Realiza pesquisas nas áreas: epistemologia da ciência da informação, semiótica, comunicação, organização da informação, organização do conhecimento e mediação.
Daniela Majorie Akama dos Reis
Doutoranda em Ciência da Informação UNESP – Campus de Marília danielamajorie@yahoo.com.br Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP com bolsa de iniciação científica CNPq/PIBIC. Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP com bolsa FAPESP, com dissertação intitulada: A importância da observação da estrutura textual durante a catalogação de assunto de livros científicos em bibliotecas universitárias: uma análise realizada a partir da técnica de Protocolo Verbal. Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, com previsão para conclusão e defesa da Tese em 2019. Estuda atualmente aspectos da Semiótica em tratamento de livros na Organização do Conhecimento.
Érica Fernanda Vitorini Vitorini
Doutoranda em Ciência da Informação UNESP – Campus de Marília erica.vitorini@marilia.unesp.br Doutoranda em Ciência da Informação no PPGCI na Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Campus de Marília. Membro do Grupo de pesquisa Análise Documentária. Mestra em Ciência da Informação no PPGCI na Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Campus de Marília em 2015, com o projeto Uso da linguagem documentária na busca da informação em bibliotecas universitárias: a perspectiva dos deficientes visuais. Bacharel de Biblioteconomia e Ciência da Informação na Universidade Federal de São Carlos-Campus de São Carlos em 2010. Bolsista FAPESP em 2010 com o projeto de Iniciação Científica A linguagem documentária vista pelo conteúdo em catálogos coletivos de bibliotecas universitárias: avaliação qualitativa-sociocognitiva pela perspectiva do bibliotecário indexador.
José Carlos Francisco dos Santos
Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação UNESP – Campus de Marília Docente das Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - Ivaiporã - PR jose.santos@marilia.unesp.br Doutorando em Ciência da Informação na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Unesp, Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual de Londrina - UEL (2015). Docente e Coordenador de Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas das Faculdades Integradas do Vale do Ivaí. Gerente de Projetos do Esap - Instituto de Estudos Avançados e Pós-Graduação. Como pesquisador, atua nos Grupos de Pesquisa “Análise Documentária” (na categoria Estudante) da Unesp, “Controle de Vocabulário em periódicos científicos eletrônicos: proposta de implantação da VCPC Tools no periódico “Discursos Fotográficos” (como Colaborador ad hoc). Atua na área de Ciência da Informação, Organização do Conhecimento, com ênfase em Controle de Vocabulário em periódicos científicos eletrônicos.
Juan-Francisco Torregrosa Carmona
Profesor Titular de Documentación Informativa Universidad Rey Juan Carlos (Madrid, España) juanfrancisco.torregrosa@urjc.es Docente e investigador de la Facultad de Ciencias de la Comunicación de la Universidad Rey Juan Carlos (URJC, Madrid), en la que trabaja desde 2004 a tiempo completo, en grado y posgrado, presencial y semipresencial. Es Coordinador Académico (Vicedecano) del Grado de Comunicación Audiovisual y miembro de la Cátedra UNESCO de Investigación en Comunicación de la URJC. Doctor por la Complutense, UCM (en Ciencias de la Información, sobresaliente cum laude por unanimidad), donde fue personal docente e investigador. Diploma de Estudios Avanzados en Estructura, Tecnología y Tratamiento de la Información. Diploma de Aptitud Pedagógica en Lengua Española y Literatura.Licenciado en Periodismo y Licenciado en Derecho, su formación principal ha correspondido a la UCM y a la UNED (Universidad Nacional de Educación a distancia). Durante años trabajó como redactor, columnista y documentalista en prensa, radio y televisión, así como en la Dirección de Comunicación de empresas privadas y de la Administración Pública. Perito judicial para cadenas nacionales de televisión públicas y privadas, ha impartido clase en programas de doctorado y títulos de máster de instituciones y medios de comunicación y en universidades tanto españolas como internacionales. Dentro de estas últimas ha sido conferenciante e investigador en países de Europa, América Latina (Universidad Austral de Chile e Instituto Tecnológico de Monterrey, México) y Asia-Pacífico (universidades de Pekín y Waseda Universtiy, de Tokio).
Luciana Beatriz Piovezan
Doutoranda em Ciência da Informação Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Marília lbpiovezan@gmail.com Doutoranda em Ciência da Informação, vinculada à linha de pesquisa Produção e Organização da Informação do PPGCI da Universidade Estadual Paulista – UNESP, com o tema Linguagem de indexação interoperável para bibliotecas universitárias. Possui mestrado em Ciência da Informação (2015) e graduação em Biblioteconomia (2011) pela UNESP. Foi membro da Sub-Comissão da CADA para elaboração de Vocabulário Controlado de termos arquivísticos da UNESP - VTArq (2013-2014). É membro do Grupo de Política de Indexação e do Grupo de Linguagem da Rede de bibliotecas da UNESP. Desenvolve pesquisas na área de Ciência da Informação, tendo como principais interesses as temáticas indexação, política de indexação, linguagem de indexação e leitura documental para indexação.
Maríadel Carmen Agustín Lacruz
Profesora Titular Universidad de Zaragoza (España) cagustin@unizar.es Profesora e investigadora en la Universidad pública de Zaragoza. Doctora en Filosofía y Letras(sobresaliente cum laude), licenciada en Filología Hispánica y Diplomada en Biblioteconomía y Documentación,trabajó también durante ocho años como bibliotecaria en la Red de Bibliotecas Públicas municipales de Zaragoza. Actualmente es Directora del Departamento de Ciencias de la Documentación e Historia de la Ciencia y coordinadora del Programa de doctorado interuniversitario (Universidad de Barcelona-Universidad de Zaragoza) en Información y Documentación. Imparte docencia en los Grados de Información y Documentación, y Periodismo, así como en el master en Consultoría en Información y Comunicación Digital. Es autora de un centenar de trabajos sobre bibliotecas, lectura, inclusión digital, análisis de imágenes, fuentes de información y organización del conocimiento. Ha impartido cursos y seminarios en diferentes universidades españolas, portuguesas (Évora, Oporto, Instituto Politécnico de Oporto) y brasileñas (UNESP, UFSC y UFSCar).
Milena Polsinelli Rubi
Bibliotecária Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – Campus Sorocaba milenarubi@ufscar.br Doutora em Ciência da Informação pela Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília, SP (2008). Possui graduação em Biblioteconomia pela UNESP (2000) e mestrado em Ciência da Informação também pela UNESP (2004). Atuou como professora substituta do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Foi cbolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior durante o mestrado e doutorado e bolsista de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Tem experiência na área de Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: indexação, política de indexação, análise documentária, protocolo verbal e estratégias de leitura. Atualmente, é bibliotecária na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Campus Sorocaba.
Roberta Caroline Vesu Alves
Mestre e Doutora em Ciência da Informação - Unesp de Marília UNESP – Campus de Marília robertavesu@gmail.com Mestre em Ciência da Informação (2008) pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, Bibliotecária Escolar do Centro Educacional do Serviço Social da Indústria – SESI de Guararapes-SP (2009-2010), Bibliotecária Jurídica (2010-2012) e Doutora em Ciência da Informação (2016) pela UNESP com bolsa CAPES e, posteriormente, FAPESP. Bolsista CNPq-AT (2007) do projeto “Abordagem cognitiva da leitura documentária no tratamento documentário com uso do Protocolo Verbal”, com orientação da Profª. Drª. Mariângela Spotti Lopes Fujita. É membro da Sociedade Científica de sua especialidade: Capítulo Brasileiro da International Society for Knowledge Organization – ISKO, no Brasil. Atuou como Professora Substituta do Departamento de Ciência da Informação da UNESP em 2016 e 2017. Atua na área de Ciência da Informação, com ênfase em Análise Documental e indexação com leitura e identificação de temas para representação de conteúdo dos textos literários infanto-juvenis, Análise Documental para representação e elaboração de resumos de textos narrativos ficcionais infanto-juvenis, considerando aspectos de aboutness, Semiótica de Greimas, Análise do Discurso, Percurso Gerativo de Sentido, teorias da Narrativa, Linguística Textual e elementos textuais e cognitivos da Leitura Documentária para indexação e representação, além da Análise Documental no âmbito do Tratamento Temático da Informação, Ciência da Informação e Organização do Conhecimento.
Walter Moreira
Departamento de Ciência da Informação Faculdade de Filosofia e Ciências UNESP – Campus de Marília walter.moreira@marilia.unesp.br Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (2010), Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Atua nos cursos de graduação em Arquivologia e Biblioteconomia e no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, na linha de pesquisa “Produção e Organização da Informação”. Como pesquisador atua nos grupos de pesquisa “Análise Documentária - UNESP” (líder) “Representação Temática da Informação - UNESP”, “Linguagem, discurso e organização do conhecimento – UNESP”. Desenvolve pesquisas sobre sistemas de organização do conhecimento, linguagens documentárias, teoria da classificação, terminologia e ontologias.
Wendia Oliveira de Andrade
Doutoranda em Ciência da Informação Mestra em Ciência da Informação UFPB – Campus de João Pessoa wendia2810@gmail.com Doutoranda (2015-2019) e Mestra distinta (2014) em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba, com a temática de usuários de arquivo. É bibliotecária (2010) e atuou como Professora substituta na Universidade Estadual da Paraíba (2014-2016), ministrando disciplinas no curso de Bacharelado em Arquivologia, a saber: Representação da Informação Arquivística; Arquivos Permanentes; Reprodução de documentos; Gestão da Informação Arquivística e Metodologia da Pesquisa (ênfase na construção de trabalhos acadêmicos). Regularmente oferece oficinas e palestras, com temática sobre as normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para elaboração de trabalhos acadêmicos e também sobre Tesauros, como instrumentos de representação e recuperação de informação em arquivos e bibliotecas. Tem experiência na área de Arquivologia, com ênfase na organização e recuperação da informação (SRI) de arquivos jurídicos. Tem interesse em temáticas como usuários de arquivo, acessibilidade e uso de SRI, tanto em arquivos quanto em bibliotecas; disseminação e recuperação da informação; linguagens documentárias; representação temática da informação arquivística: tesauros e unitermos. Na área da Ciência da Informação, tem se dedicado aos estudos sobre o conceito de informação, relacionando-o como a Arquivologia.

Publicado

October 10, 2017

Licença

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-916-0

Date of first publication (11)

2017

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

ISBN-13 (15)

978-85-7983-917-7

Date of first publication (11)

2017

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas