Educação em Direitos Humanos: paz, democracia e justiça social

Autores

Elione Maria Nogueira Diógenes (ed)
Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo (ed)

Palavras-chave:

Direitos humanos, Educação, Democracia, Justiça social, Paz

Sinopse

Esta obra é composta por uma coletânea de artigos elaborados por professores doutores e mestres, pesquisadores nacionais e estrangeiros, em que se propõe a discussão e a reflexão sobre a Educação em Direitos Humanos (EDH) sob um enfoque voltado para a paz, a democracia e a justiça social, enquanto valores supremos que devem ser cultivados em todas as sociedades. Os textos que o leitor encontrará, de cunho didático-reflexivo, abordam com profundidade temas complexos e contemporâneos, tais como as inquietações encontradas no âmbito da EDH; os avanços e retrocessos na luta contra o trabalho escravo; a educação e os direitos humanos das pessoas negras no Brasil; as questões que envolvem as ações afirmativas no ensino superior brasileiro; a EDH e a formação universitária; o currículo espanhol como garantia do direito à educação e outros direitos hoje protegidos; a discussão relativa ao gênero e à sexualidade no âmbito da Academia; a EDH em direitos humanos voltada à promoção da inclusão escolar das pessoas com deficiência; a validação e certificação de qualificações professionais na Espanha como uma questão de direitos humanos; os múltiplos movimentos e a encruzilhada dos direitos humanos; as vicissitudes e visões convergentes sobre educação em direitos humanos nas universidades nacionais; a relação entre a democracia, a comunicação e a EDH e o relacionamento entre os direitos humanos e as meninas em conflito com a lei. Nossa sincera expectativa é que a leitura do rico conteúdo encontrado ao longo as páginas que se seguem, possa produzir uma transformação nas mentes e corações de seus leitores, impactando e transformando suas vidas, despertando-os para a luta diuturna em prol da educação e da defesa intransigente dos direitos e da dignidade humana dos quais são titulares todos e todas, pelo simples fato de serem humanos.

Elione Maria Nogueira Diógenes
Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo
(Organizadoras)

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Fapesp6.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elione Maria Nogueira Diógenes

Iniciou sua carreira na área da educação aos catorze anos, com o ensino infantil. Na época atuava om crianças até seis anos de alfabetização. Sua principal missão era alfabetizar essas crianças e favorecer o processo de letramento. Ao concluir o ensino médio na modalidade de magistério de primeiro grau, assumiu de uma vez por todas o que mais gostava: a sala de aula. Graduou-se em História pela Universidade Federal do Ceará e fez concurso público para professora de História do ensino médio. Durante quinze anos atuou na educação básica como professora e gestora. Em seguida fez mestrado, doutora e Pós-doutorado. Hoje é professora da Universidade Federal de Alagoas e está lotada no curso de Pedagogia e no Programa de Pós-graduação em Educação da UFAL. Atua nas seguintes temáticas: Educação em Direitos Humanos, Políticas Públicas em Educação, Gestão Educacional, Gestão Escolar. (elionend@uol.com.br)

Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991), mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997), doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2003) e Pós-doutorado em Educação pela Universidade do Minho–Braga–Portugal (2007). Investigadora visitante no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (2007). Atualmente é professora assistente doutora efetiva da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas e Políticas Educacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão democrática, direitos humanos, gênero, cidadania e educação. Em 2012, realizou Pós-doutorado em educação junto à Universidade de Valência–Espanha. Em 2013, participou do Programa de Mobilidade Docente, da Associação de Universidades Grupo Montevideo, realizando estágio de investigação junto ao Programa de Educação para a Paz, Não Violência e os Direitos Humanos, na Universidade Nacional de Rosário. Em 2015, realizou estágio de investigação junto ao Centro de Estudos sobre a Mulher, na Universidade Nacional do México. Em 2016, realizou estágio de investigação na Universidade de Valência, Espanha. (tamb@terra.com.br)

Aida Maria Monteiro Silva

Graduada em Pedagogia (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal de Pernambuco (1972); Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982); Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2000). Especialista em Direitos Humanos pelo Instituto de Derechos Humanos da Costa Rica/San Jose (1988); Pós-doutorado na Universidade do Porto/Portugal (2014–2015). Bolsista da CAPES. Exerceu cargo de Gestora da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco nas áreas de ensino e administração escolar. É membro e ex-integrante da Diretoria da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação – ANPEd; integrante da Diretoria da Associação Nacional de Política e Administração da Educação/ ANPAE; membro da Associação de Direitos Humanos Pesquisa e Pós-graduação; Fundadora e Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas de Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania do Centro de Educação da UFPE. Ex-coordenadora e membro de Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Membro Do Conselho Acadêmico Consultivo da Escola Internacional de Politicas Públicas em Direitos Humanos do Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do MERCOSUL. Professora Associada da Universidade Federal de Pernambuco/ Centro de Educação, atuando nos cursos de licenciaturas,rogramas de Pós-graduação em Educação e Programa Interdisciplinar de Direitos Humanos. Experiência na área de Educação em Gestão Educacional em instituições públicas e privadas. Líder do Grupo de Pesquisa CNPQ – Educação em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania do Centro de Educação da UFPE. Pesquisadora nas áreas de formação do professor, didática, cidadania, direitos humanos. Autora de livros e artigos nessas áreas e coordenadora da Coleção Educação em Direitos Humanos da Editora Cortez/São Paulo.

Ana Cláudia dos Santos Rocha

Possui graduação em Direito pela Instituição Toledo de Ensino (2002), Pós-graduação, lato sensu, especialização em Direito e Gestão Empresarial pela Associação de Ensino e Cultura do Mato Grosso do Sul (2004), MBA em Administração Pública e Gestão de Cidades pela Universidade Anhanguera – UNIDERP (2013) e Pós-graduação stricto sensu – mestrado em Direito pela Universidade Metropolitana de Santos (2008). Atualmente é Professora Assistente do Grupo do Magistério Superior da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas, no curso de Bacharelado em Direito, em regime de dedicação exclusiva e está cursando Pós-graduação, stricto sensu – doutorado em Educação na Universidade Federal da Grande Dourado (UFGD). É líder do grupo de pesquisa Políticas Públicas e Direitos Fundamentais (dgp. cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7058758231547004) e é membro da Rede Latino-Americana e Caribenha de Educação em Direitos Humanos.

Ana Maria Klein

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo, graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Educação (área temática psicologia e educação) pela Universidade de São Paulo. Professora da Universidade Estadual Paulista, UNESP/campus São José do Rio Preto e do Programa Multidisciplinar Interunidades de Pós-graduação Strictu Sensu: Ensino e Processos Formativos (UNESP de São José do Rio Preto, Ilha Solteira e Jaboticabal). Vice-coordenadora do curso de Pedagogia. Coordenadora local do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Consultora ONU/ PNUD; UNESCO em Educação e Direitos Humanos. Foi membro da Comissão Relatora das Diretrizes Nacionais de Educação em Direitos Humanos (DCNEDH) junto ao Conselho Nacional de Educação (CNE). Docente na USP – EACH (2005 – 2010). Consultora da UNESCO em programa de formação docente. Consultora do MEC no programa Ética&Cidadania e em Educação em Direitos Humanos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em formação docente, atuando principalmente nos seguintes temas: educação em direitos humanos, formação moral, ética e cidadania, metodologias ativas de aprendizagem.

Ana Yara Paulino

Cientista Social pela PUC–SP, mestre em Ciência Política pela USP e doutoranda na Faculdade de Saúde Pública USP. Professora de Ciências Sociais e Políticas na STRONG ESAGS, unidade ABC. Consultora e assessora sindical sobre trabalho decente, trabalho escravo e saúde do trabalhador. Membro do conselho consultivo do Instituto do Pacto pela Erradicação do Trabalho Escravo (InPACTO).

Beatriz Melo Souza de Jesus

Licenciada em Letras, com habilitação em Português e Espanhol, pelo Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), campus de São José do Rio Preto. Durante a graduação, participou do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica com o projeto “Formação de professores na perspectiva da educação de surdos”. Também integrou e foi bolsista do Projeto de Extensão “LIBRAS e a Educação de Surdos”.

Belén Zayas LaTorre

Docente da Universidade de Valência (ES), PDI – ASOCIADO UNIVERSIDAD Teoria de l’Educacio, Facultad de Filosofía y Ciencias de la Educación de la Universidad de Valencia. Miembro del Grupo de Investigación y Aprendizaje Servicio Universitario (https://www.uv.es/giasu/presentacion.wiki).

Cleomar Azevedo

Mestre em Educação pela Universidade de São Paulo–USP, Doutora em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e concluiu seu Pós Doutorado em Ciências Sociais pela Puc–São Paulo. É Professora do Programa de Mestrado em Psicologia Educacional e Pesquisadora do Centro Universitário Fieo/SP. Suas pesquisas estão voltadas às questões de aprendizagem, em especial, as da leitura e da escrita. Atua na área de Psicologia Educacional, Psicopedagogia, Educação, com ênfase em Alfabetização. Em sua produção científica, os termos mais frequentes são: Psicologia Educacional, Psicologia Social, Psicopedagogia, Aprendizagem, Alfabetização, Escrita, Leitura, Diagnóstico, Intervenção, Jogos, Psicanálise e Auto-estima.

Débora da Costa Barros

Mestre em Direitos Humanos pela Universidade Federal de Goiás (2016), pesquisa desenvolvida na linha de Educação em Direitos Humanos. Graduação em Ciências Sociais (2013). Atuando principalmente nos seguintes temas: Sociologia, Educação em Direitos Humanos, Educação Popular e Juventude.

Eduardo Carlos Bianca Bittar

É Professor Associado do Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Brasil – USP). Desenvolveu estágio doutoral–FAPESP junto à Université de Lyon (II e III) e à Université de Paris (Sorbonne-II e Sorbonne–IV), na França. É Doutor (1999) e Livre-Docente (2003) pelo Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Defendeu Tese de Titularidade (2011) na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Foi Diretor Científico da Associação Brasileira de Ensino do Direito – ABEDI (2006-2008). Foi Secretário-Executivo (2007 – 2009) e Presidente (2009 – 2010) da Associação Nacional de Direitos Humanos (ANDHEP). Foi Pesquisador-Sênior do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV–USP, 2006 – 2010). Foi Membro Titular do Conselho da Cátedra UNESCO de “Educação para a Paz, Direitos Humanos, Democracia e Tolerância”, do IEA – USP (2007 – 2010). Foi Membro do Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos – Secretaria Especial de Direitos Humanos – Brasília (2008 – 2010). Foi Membro do Comitê de Área do Direito – CAPES (2010). Foi 2º. Vice-Presidente da Associação Brasileira de Filosofia do Direito (ABRAFI – IVR/ Brasil, 2009 – 2016). Vem integrando encontros e congressos no Brasil e no exterior (Portugal, Alemanha, Itália, França, República Tcheca, Argentina, Chile, Uruguay, Líbano, África, Estados Unidos, Canadá). Foi Visiting Professor da Università di Bologna (Bologna, Itália, 2017). É Membro Titular do Grupo de Pesquisas Direitos Humanos, Democracia, Política e Memória do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo –IEA/ USP. É pesquisador N–2 do CNPq.

Inmaculada López-Francés

Licenciada em Pedagogia e Doutora em Educação. Educadora inquieta e sonhadora. Feminista ativa. Professora e investigadora do Departamento de Teoria da Educação da Universidade de Valência (ES). Comprometida na sua investigação, docência universitária e vida diária com os assuntos relativos à equidade de gênero, a prevenção da violência de gênero e a dignidade.

João Clemente de Souza Neto

É graduado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1987), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992), doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) e Pós-doutorado em Sociologia Clínica, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). É professor adjunto do Curso de Pedagogia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e membro do Socius, Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (Instituto Superior de Economia e Gestão, Universidade Técnica de Lisboa), do Grupo de Pedagogia Social da USP e coordenador do Grupo de Pedagogia Social da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Integra o Instituto Catequético Secular São José (ICSSJ); a Pastoral do Menor da Região Episcopal Lapa, São Paulo, SP, e a Associação Civil Gaudium et Spes (Ages), instituições voltadas à defesa e atendimento da criança, do adolescente e de famílias em situação de vulnerabilidade social. Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Análise Institucional do campo da infância e da adolescência, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura, subjetividade, pedagogia social, cidadania, sujeito, assistência, direitos humanos, municipalização, educação, organizações públicas não estatais e exclusão social. Ultimamente, realiza pesquisas sobre socialização, aprendizagem, inserção social, desvio, práticas sociais, diversidade cultural e pedagogia social. É autor de artigos e livros sobre os temas pesquisados, e parecerista em várias revistas especializadas. ()

Juan Garcia Rubio

Doctor en Ciencias de la Educación y profesor asociado en la Universitat de València en el Grado de Magisterio y en el Máster de Formación del Profesorado de Educación Secundaria. Su tesis doctoral versó sobre el fracaso escolar desde la perspectiva de la exclusión educativa en los programas extraordinarios de atención a la diversidad. Sus líneas de investigación son: el fracaso escolar y la exclusión educativa, el derecho a la educación, la formación del professorado.

Julio Cesar Torres

Graduado em Administração Pública e Licenciado em Pedagogia, com especialização em Educação Inclusiva. Doutor e mestre em Sociologia pela Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP). Professor do Departamento de Educação do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas – UNESP/campus de São José do Rio Preto e do Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências – UNESP/campus de Marília. Líder do Grupo de Pesquisa História e Política Educacional Brasileira (UNESP).

Marcos Antonio Batista da Silva

Pós-doutorando no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal, onde integra o Projeto POLITICS The politics of anti-racism in Europe and Latin America: knowledge production, decision-making and collective struggles (Financiamento: European Research Council). Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC–SP), com Doutorado Sanduíche no Exterior PNPD/CAPES, na Universidade de Coimbra, Portugal, com pesquisa na temática das relações étnico-raciais, trajetórias de pesquisadores/as negros/as. Pós-doutorado em Psicologia Educacional (Unifieo), com pesquisa sobre Letramento e desigualdades educacionais. Mestrado em Psicologia Educacional, e graduação em Psicologia, com formação em Educação para as relações étnico-raciais.

Maria José Chisvert-Tarazona

Profesora ayudante doctora en el Departamento de Didàctica i Organització Escolar en la Universitat de València. Es Doctora en Filosofía y CC. de la Educación y miembro del grupo de investigación “Transiciones al mundo laboral en poblaciones de riesgo”. Sus líneas de investigación giran en torno a la acreditación de las cualificaciones profesionales, la formación y orientación profesional y el emprendimiento social. También le preocupa la perspectiva de género. Ha sido investigadora principal de un proyecto relativo a la acreditación de las cualificaciones en colectivos vulnerables financiado por la Universidad de Valencia (2013 – 2014). Su trayectoria profesional en una Fundación dedicada a la orientación profesional y la formación para el trabajo (FOREM PV) le permitió seguir muy de cerca el desarrollo de las negociaciones y la normativa sobre los avances de la formación profesional bajo la mirada de los agentes sociales.

Matías Penhos

Es Licenciado y Profesor de Sociología (Facultad de Ciencias Sociales, UBA). Docente universitario, investigador y extensionista. Ha alcanzado la Maestría en Sociología de la Cultura (IDAES–Universidad Nacional de San Martín) y ha publicado su tesis en torno a los juegos de rol conocidos como Modelos de Naciones Unidas. Posee un Diplomado en Educación en Derechos Humanos (otorgado por el Instituto Interamericano de Derechos Humanos y la red AUSJAL) y cuenta con un Programa de especialización en Políticas Públicas en Seguridad (Facultad de Derecho, UBA). Integra activamente el Centro de Derechos Humanos “Emilio Mignone” de la Universidad Nacional de Quilmes desde el año 2004. Ha participado en diferentes proyectos de investigación con ejes temáticos bien definidos: personas privadas de libertad en la provincia de Buenos Aires y políticas universitarias con enfoque en educación en derechos humanos. A partir de 2011 dirige el Proyecto de Extensión Universitaria “Levanta la mano. El derecho a vivenciar el espacio intersubjetivo”. Ha sido coordinador la Red Latinoamericana y Caribeña de Educación en Derechos Humanos (RedLaCEDH) entre 2014 y 2017 y forma parte de la Red Interuniversitaria de Derechos Humanos en Argentina.

Nathanael da Cruz e Silva Neto

Doutorando e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências – UNESP/campus de Marília. Licenciado em Letras – Português/ Francês pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP/campus de São José do Rio Preto, tendo realizado graduação sanduíche na Universidade de Coimbra (Portugal), no curso de Licenciatura em Português. Foi coordenador discente do Cursinho Comunitário Pré-vestibular VestJr (UNESP) e professor de Gramática e de Redação no mesmo projeto. Foi membro da comissão editorial da Revista Mosaico e já participou da organização de eventos acadêmico-científico-culturais. Atua também nas áreas de consultoria linguística, revisão e tradução. Tem experiência em ensino de Língua Portuguesa para a Educação Básica, ensino de Língua Francesa em cursos de idiomas e centros de línguas e ensino de Português Língua Estrangeira para o Ensino Superior. Integra os Grupos de Pesquisa “História e Política Educacional Brasileira” (CNPq), com estudos na área das políticas de formação de professores da Educação Básica, e “Organizações e Democracia” (CNPq), com atividades em torno dos temas: Autogestão e Relações de Trabalho, Trabalho e Educação, Gestão Democrática na Escola Pública, Democracia e Direitos Humanos e Cidadania. ()

Rafael Stefanini Gil

Graduando do curso de Administração e estudante de Iniciação Científica na STRONG ESAGS, unidade ABC. 

Ricardo Barbosa de Lima

Sociólogo, mestre em Sociologia (UnB) e Doutor em Desenvolvimento Sustentável (UnB). Professor Associado do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Direitos Humanos da Universidade Federal de Goiás (PPGIDH/NDH/UFG).

Silvana Fernandes Lopes

Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1990), graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1993), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1997), doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e estágio de Pós-doutorado na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Portugal (2004). Professora do Departamento de Educação da UNESP/São José do Rio Preto e do Programa de Pós-graduação em Educação da UNESP/Marília. Atualmente realiza estágio de Pós-doutorado na Uninove. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação e Política Educacional Brasileira.

Silvia Elizabet Siderac

Docente da UNLPam Facultad de Ciencias Humanas – Docente chez Universidad Nacional de La Pampa – Facultad de Ciencias Humanas. Magíster en Evaluación (UNLPam). Especialista en Investigación Educativa. Profesora Superior de Inglés (UNLPam). Docente en Práctica Curricular de la Facultad de Ciencias Humanas de la UNLPam. Directora del Proyecto de investigación “Educación Sexual Integral e Interculturalidad: Diseño de materiales alternativos para la enseñanza de inglés en la Educación Pública” de la Facultad de Ciencias Humanas – ICEII.

Solon Eduardo Annes Viola

Doutor em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. Professor de Sociologia da Educação nos cursos de graduação de Sociologia e de Pedagogia da Unisinos. Professor do Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais da Unisinos. Membro da Rede Brasileira de Educação em Direitos Humanos. Membro da Rede Latinoamericana e Caribenha de Educação em Direitos Humanos. Tem experiência na área de Sociologia com ênfase em Sociologia da Educação e, também, em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: direitos humanos, cidadania, movimentos sociais, educação e práticas pedagógicas.

Thiago Vieira Pires

Mestre em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. Doutorando no Programa de Ciências Sociais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. Bolsista CAPES. Realiza pesquisas sobre a ditadura civil-militar brasileira com foco na temática dos Direitos Humanos e no eixo Memória, Verdade e Justiça. Foi professor da educação básica na rede pública estadual do Rio Grande do Sul. Possui experiência em Educação Popular com ênfase no empoderamento e autonomia dos sujeitos pertencentes aos setores populares oprimidos.

Vilma de Fátima Machado

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Goiás (1988), especialização em Museologia pela Universidade Federal de Goiás (2002), mestrado em História das Sociedades Agrárias pela Universidade Federal de Goiás (1995) e doutorado em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (2005). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de Goiás. Atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento Sustentável, Discurso, Poder Saber, Interdisciplinaridade, Direitos Humanos e Educação em Direitos Humanos.

Washington Cesar Shoiti Nozu

Professor Adjunto da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Docente do Programa de Pós-graduação em Fronteiras e Direitos Humanos da UFGD, vinculado à Linha de Pesquisa “Direitos Humanos, Cidadania e Fronteiras”. Doutor e Mestre em Educação pela UFGD. Especialista em Filosofia e Direitos Humanos pela AVM Faculdade Integrada. Especialista em Educação, Licenciado em Pedagogia e Bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Vice-líder e pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Inclusiva (GEPEI/UFGD). Pesquisador do Grupo de Estudo e Pesquisa Estado, Política e Gestão da Educação (GEPGE/UFGD) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Práxis Educacional (GEPPE/UEMS). Gestor institucional do Acordo de Cooperação Internacional entre a UFGD e a Universidad de Alcalá (UAH), Espanha. Desenvolve estudos e pesquisas em Educação e em Direitos Humanos, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Inclusiva, Políticas e Gestão da Educação Especial, Estratégias Político-pedagógicas para a Inclusão Escolar, Organização e Funcionamento do Atendimento Educacional Especializado em Salas de Recursos Multifuncionais, Interface entre Educação Especial e Educação do Campo, Direito à Educação, Educação e/em Direitos Humanos. Dialoga teórica e metodologicamente com a perspectiva pós-crítica, especificamente com os Estudos Foucaultianos e os Estudos Culturais. ()

Publicado

December 26, 2018

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7249-016-0

Date of first publication (11)

2018

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 13mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

ISBN-13 (15)

978-85-7249-015-3

Date of first publication (11)

2018

Dimensões físicas