As tecnologias nas práticas pedagógicas inclusivas

Autores

Claudia Regina Mosca Giroto (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília
http://orcid.org/0000-0001-6267-8085
Rosimar Bortolini Poker (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília
http://orcid.org/0000-0001-8019-6506
Sadao Omote (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília
http://orcid.org/0000-0003-2455-4529

Palavras-chave:

Educação especial, Inclusão em educação, Tecnologias de informação e comunicação, Professores - Formação, Dispositivos de auto-ajuda para pessoas com deficiência

Sinopse

Um grande desafio para capacitar os professores para a educação inclusiva diz respeito ao domínio da ampla tecnologia disponível hoje, que pode ser utilizada no processo ensino-aprendizagem de estudantes que apresentam as mais variadas necessidades especiais, em particular, aquelas decorrentes de graves comprometimentos constitucionais. Adaptações podem ser necessárias nos recursos tecnológicos, assim como novos recursos devem ser idealizados em função das peculiaridades de alunos com necessidades mais acentuadamente diferenciadas. Este livro representa uma pequena amostra das possibilidades de uso de tecnologias nas práticas pedagógicas que se destinam a prover ensino de qualidade a todos os estudantes, independentemente das diferenças.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Regina Mosca Giroto, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília

Graduação em Fonoaudiologia pela FacuLdade de Filosofia e C iências - FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Mestrado e doutorado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC/UNESP. Coordenadora do Projeto de I mplantação doCentro de Formação, Extensão e Pesquisa em Inclusão – CEFEPI/FFC/UNESP/Campusde Marília/SP. Docente do Departamento de Educação Especial da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Tem experiência em Fonoaudiologia Educacional, linguagem escrita, intersetorialidade saúde-educação, Educação I nclusiva; Educação Especial; e formação de professores. Professora Pesquisadora em Atendimento Educacional Especializado, na modalidade de Educação a Distância (Convênio UNESP/SECADI/UAB/CAPESMEC). Membro do grupo de pesquisa “Diferença, Desvio e Estigma”/CNPq.

Rosimar Bortolini Poker, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília

Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho–UNESP/Faculdade de Filosofia e Ciência– FFC/Campus de Marília/SP. Mestrado e Doutorado em Educação pela FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Docente da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Membro do grupo de pesquisa “Grupo de Estudos de Epistemologia genética e Educação” - GEPEGE, cadastrado no CNP. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva, Educação Especial, formação de professores, ensino e aprendizagem do aluno com surdez e organização de sistemas educacionais inclusivos

Sadao Omote, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília

Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo/SP. Mestrado e Doutorado em Psicologia pela Universidade de São Paulo/SP. Livre-docência em Educação Especial pela Universidade Estadual Paulista. Professor T itular da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. T em experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, Educação Especial, inclusão, família de deficiente, percepção social, formação de professores e formação de pesquisadores e produção de conhecimento. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Daniela Melaré Vieira Barros, Universidade Aberta

Especialista em Instrucional Designer e em Administração em Educação a Distância. Mestrado em Engenharia das Midias para a Educação Euromime-Erasmus Mundus-Portugal, Espanha e França. Mestrado e doutorado em Educação pela UNESP. Doutorado reconhecido pela Universidade Complutense de Madrid. Pós Doutorado pela Universidade Estadual de Campinas–UNICAMP/SP. Doutoranda pela Universidad Nacional de Educacion A Distancia, U.N.E.D. - Madrid - Espanha. Colaboradora da Open University no proyecto COLEARN. Editora das Revistas: Estilos de Aprendizaje e COLEARN. Docente da Universidade Aberta – Portugal.

David António Rodrigues, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Motricidade Humana/Fórum de Estudos de Educação Inclusiva

Doutorado em Motricidade Humana Faculdade de Motricidade Humana/Universidade Técnica de Lisboa - Portugal. Professor Associado com Agregação da Faculdade de Motricidade Humana/Universidade Técnica de Lisboa-Portugal. Coordenador do Mestrado em Educação Especial e do Curso Especializado em Terapias Expressivas. No Fundador do Fórum de Estudos de Educação Inclusiva e colaborador da UNESCO. Presidente da Associação Nacional de Docentes de Educação Especial. Membro de conselho editorial de várias revistas nacionais e internacionais.

Eladio Sebastian Heredero, Universidade de Alcalá, Departamento de Didatica

Graduação em Ciências da Educação pela Universidade Complutense de Madri– Espanha. Pós-Graduação em Ciências da Educação pela Universidade C omplutense de Madri (Espanha). Doutorado em Educação pela Universidade de Alcalá de Henares– Espanha. Pós-doutorando pela Universidade Estadual Paulista de São Paulo/SP. Professor da Universidade de Alcalá de Henares (Espanha) e Professor colaborador da UNESP (Brasil). Professor da Conselheria de Educação de Castilha La Mancha. Coordenador do Convênio UNESP (Brasil) - UAH (Espanha). Tem experiência na área de educação, com ênfase em planejamento educacional e escola inclusiva e na área de formação de professores.

Iolanda Bueno de Camargo Cortelazzo, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Curitiba

Graduação em História pela Universidade de São Paulo/SP e em Letras Modernas Português e Francês pela Universidade de São Paulo/SP. Mestrado e doutorado em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo/SP. Professor Adjunto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR. Coordenadora de Tecnologia na Educação - Campus Curitiba na UTF/PR. Membro da Academia Paranaense de Doutores para o Desenvolvimento e da Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED. Atua, principalmente, nas áreas de Educação a Distância, formação de professores, prática pedagógica, Educação Inclusiva, tecnologias, ambientes de aprendizagem, inovação e educação para o desenvolvimento sustentável.

Klaus Schlunzen Junior, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus Presidente Prudente, Faculdade de Ciências e Tecnologia - Campus Presidente Prudente

Graduação em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina/SC. Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas/SP e doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas/SP. Professor livre-docente em Informática e Educação pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em formação de professores, informática na educação, tecnologias de informação e comunicação, educação a distância e aprendizagem organizacional.

Lucila Maria Costi Santarosa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Departamento de Estudos Especializados

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul –UFRGS/RS. Especialização em Curso de Ajudas T écnicas Para Comunicação Em Conte, Universidade Técnica de Lisboa - U.T.LISBOA, Portugal. Especialização em Curso de Introdução Aos Signos Manuais e Gráficos, Universidade de Lisboa, UL, Portugal. Mestrado e doutorado em Educação pela UFRGS/RS. Docente da UFRGS/RS no curso de Pós Graduação em Educação - PPGEDU e no curso de Pós Graduação em Informática na Educação- PGIE. Coordenadora e criadora do Núcleo de Pesquisa em I nformática na Educação Especial - NIEE da UFRGS/RS. Pesquisadora Senior do CNPq-MCT. Vice-presidente da Redespecial Internacional. Presidente de Honra e Fundadora da Redespecial Brasil. Representante do Brasil na Red Ibero-americana de Informática Educativa. Tem experiência na área de Informática na Educação e atua em informática na Educação Especial, inclusão digital, acessibilidade e desenvolvimento de ambientes digitais/virtuais de aprendizagem inclusivos, formação de professores em EAD. Coordena de projeto de formação de professores a distância e em Serviço com apoio do MEC/FNDE/UAB. Bolsista de Produtividade em Pesquisa–CNPq.

Maria Elisabete Rodrigues Freire Gasparetto, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP

Graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade católica de Campinas/SP. Mestrado em Neurociências  pela  Faculdade  de  Ciências  Médicas  da  Universidade  Estadual  de Campinas/SP e doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de ciências Médicas da Universidade Estadual de campinas/SP. Docente do Departamento de Desenvolvimento Humano e Reabilitação, do CEPRE e da Graduação em Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas/SP. tem experiência no campo do desenvolvimento humano, saúde e deficiência, pedagogia, Educação Especial, com ênfase em educação e reabilitação de pessoas com deficiência visual, baixa visão, visão subnormal, prevenção da cegueira, entre outros.

Maristela Compagnoni Vieira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Núcleo de Informática na Educação Especial NIEE

Graduada em Pedagogia Multimeios e informática Educativa pela PUc/RS. Mestrado em Educação pela UFRGS/RS. Professora Pesquisadora ii pela UAB/UFRGS/RS e Pedagoga Multimeios da rede privada de ensino de Porto Alegre/RS. tem experiência nas áreas de Educação a Distância, informática e Multimeios Educativos nos Ensinos Fundamental e Médio,  como professora nos anos iniciais do Ensino Fundamental e em inclusão Digital para terceira idade.

Olga Maria Piazentin Rolim Rodrigues, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências de Bauru, Departamento de Psicologia

Possui graduação em Psicologia pela Fundação Educacional de Bauru, mestrado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos, doutorado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo (IP/SP) e livre-docência em Psicologia do Desenvolvimento pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem, da Faculdade de Ciências, campus de Bauru, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Tem vários livros publicados (Psicologia da saúde: perspectivas interdisciplinares; Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem:investigações e análises), capítulos de livros e artigos publicados em periódicos com referee. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Desenvolvimento Humano, especificamente desenvolvimento infantil e as variáveis que o influenciam. Entre as temáticas de desenvolvimento infantil estão: avaliação de desenvolvimento, interação mãe-bebê, prematuridade, impacto de mal formações e síndromes e, também, a influência de variáveis maternas como escolaridade, saúde emocional materna e práticas educativas. É bolsista Produtividade em Pesquisa, do CNPq (Pq-2). 

Soraia Napoleão Freitas, Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Departamento de Educação Especial

Graduação em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria/RS e em Estudos Sociais pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Imaculada Conceição. Mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria/RS. Pós doutorado pela FACED/PUC/RS. Professora Titular/Associada do Departamento de Educação Especial do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria/RS. Lider do Grupo de Pesquisa Educação Especial: Interação e Inclusão Social (GPESP). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, altas habilidades, inclusão, Educação Inclusiva e políticas públicas. Sócio Fundador da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial – ABPEE.

Teófilo Alves Galvão Filho, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, CETENS/UFRB

Graduação em Engenharia pela Universidade Católica de Pelotas-UCPel/RS. Especialista em Informática na Educação pela Universidade Federal de Alagoas-UFAL/AL. Mestre e Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia-UFBA/BA. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado) da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia - PPGE/FACED/UFBA/BA. Membro do grupo de pesquisa “Educação Inclusiva e Necessidades Educacionais Especiais”, cadastrado no CNPq. Pós-Doutorando na Universidade Federal da Bahia com o apoio da CAPES (Programa Nacional de Pós-Doutorado - PNPD/CAPES). Membro NAPE - Núcleo de Apoio ao Aluno com Necessidades Educacionais Especiais da UFBA/BA. Consultor nas áreas de tecnologia assistiva, Educação Inclusiva e políticas de inclusão social. Membro do Comitê de Ajudas Técnicas da Presidência da República (Secretaria de Direitos Humanos, SDH/PR). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva e tecnologia, informática na educação, tecnologia assistiva/ajudas técnicas e telemática na educação.

Publicado

May 21, 2012

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-259-8

Date of first publication (11)

2012

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas