Educação e saúde de grupos especiais

Autores

Miguel Claudio Moriel Chacon (ed)
Clínica Psicológica
Maria José Sanches Marin (ed)
Faculdade de Medicina de Marília, Público, Enfermagem

Palavras-chave:

Educação especial, Inclusão em educação, Políticas públicas, Saúde, Humanização na saúde, Brinquedotecas

Sinopse

Este livro aborda aspectos da educação e saúde na perspectiva da complementariedade e considera estratégico o encontro das mesmas para propostas que visem melhorias nas condições de vida e saúde de grupos especiais. Apresentam-se desde abordagens educacionais mais amplas a condições mais específicas como alguns transtornos genéticos que demandam ações especiais. Permeando o contexto educacional, a humanização da atenção é ressaltada enquanto condição essencial para o resgate da dignidade humana em diferentes contextos de vida, de adoecimento e de morte. Enfatiza-se o respeito e a ética nas relações e nas ações dos profissionais envolvidos com tal população. Para esta abordagem, reuniram-se contribuições de profissionais da educação e da saúde filiados á instituições renomadas de diferentes estados e nacionalidade, que atuam na pesquisa e no campo prático com grupos especiais.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miguel Claudio Moriel Chacon, Clínica Psicológica

Graduado em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, campus de Assis. Especialista em metodologia da pesquisa educacional pela Universidade Federal de Mato Grosso. Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, campus de Marília. Professor Assistente Doutor na Graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia
e Ciências - UNESP, campus de Marília. Líder do grupo de pesquisa: Educação e Saúde de Grupos Especiais (CNPq).

Maria José Sanches Marin, Faculdade de Medicina de Marília, Público, Enfermagem

Enfermeira pela Universidade do Sagrado Coração. Especialista em Ativação de Processo de Mudanças na Formação Superior de Profissionais de Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ). Mestre em Enfermagem Fundamental e Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto. Pós-Doutora pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP). Docente do curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Faculdade de Medicina de Marília. Vice-líder do grupo de pesquisa: Educação e Saúde de Grupos Especiais (CNPq).

Christina de Rezende Rubim, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Sociologia e Antropologia.

Possui Graduação em Ciências Sociais (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal do Paraná (1984, MHN), Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1991, CNPq), Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1996, Fapesp) e Pós-Doutorado no Centro de Estudios Brasileños da Universidade de Salamanca, Espanha (2009-2010, CAPES) e na Universidad Autónoma de Barcelona (2014-2015, Fapesp). Obteve o título de Livre-Docente em Teorias Antropológicas pela UNESP em agosto de 2014. Em 2009 foi Professora Visitante da Universidade de Salamanca, Espanha (Edital CNPq/USAL) ministrando aulas no Doutorado de Antropología de Iberoamérica. Atuou também como Assessora de Avaliação do Ensino Superior Brasileiro no Mec/Inep, coordenando a Comissão do ENADE de Ciências Sociais (2005, 2008, 2011 e 2014). Atualmente é Professora Adjunta na UNESP/FFC, campus de Marília, desenvolvendo pesquisas sobre a História da Antropologia brasileira e espanhola e a questão nacional. É também sócia da Associação Brasileira de Antropologia desde 1992, sendo membro de sua Comissão de Ensino de Antropologia nas gestões 2004-2006, 2006-2008, 2008-2010 e 2012-2014. Em 2018 publicou o livro A questão nacional e a antropologia espanhola pela Appris.

Adriana Lia Friszman de Laplane, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, Departamento de Desenvolvimento Humano e Reabilitação da FCM/UNICAMP.

É graduada em Pedagogia (Universidade Estadual de Campinas, 1987), mestre (1991) e doutora em Educação (1997) pela mesma universidade. Atuou como ccordenadora pedagógica em escolas e instituições de Educação Especial. É docente no ensino superior desde 1993. Atualmente é professora da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Pesquisa políticas públicas de Educação e Saúde e entre seus interesses acadêmicos se encontram temas relacionados à Psicologia do Desenvolvimento Humano, desenvolvimento infantil e suas alterações, autismo, Educação Especial, aquisição da linguagem oral e escrita, políticas e práticas educacionais e interação social e aprendizagem. Fez estágio pós-doutoral na Inglaterra em 2005 e concurso de Livre Docência em 2016. Coordenou o Programa de Pós-Graduação Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação, vinculado ao Departamento Desenvolvimento Humano e Reabilitação da FCM/UNICAMP (2007-2009; 2009-2011 e 2017-2019).

Anna Augusta Sampaio de Oliveira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Educação Especial

Graduada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, campus de Marília. Professora Assistente Doutor na Graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências - UNESP, campus de Marília.

Guillermo Arias Beatón, Facultad de Psicologia de la Universidad de La Habana

Psicólogo com doutorado em Ciências Pedagógicas pelo Instituto Central de Ciências Pedagógicas de Cuba (1987). Professor Titular da Faculdade de Psicologia da Universidad de Havana. Possui experiência na área de Educação, tendo trabalhado nos últimos anos como professor visitante em universidade do México, Porto Rico, Brasil, em Programas de Mestrado e Doutorado, na área da Psicologia Educativa, Psicologia Clínica e Psicodrama.

Lazslo Antonio Ávila, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto Autarquia Estadual, Departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica, Departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica.

Graduado em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Psicologia Social pela USP. Doutor em Psicologia Clínica pela USP. Pós-doutor pela University of Cambridge, UK. Livre Docente do departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto Autarquia Estadual, professor titular da Sociedade de Psicoterapias Analíticas do Estado de São Paulo e professor titular do Núcleo de Estudos Em Saúde Mental e Psicanálise das Configurações Vinculares. Líder do Grupo de Pesquisa Psicossomática e Psicologia Médica (CNPq).

Agnes Cristina Fett-Conte, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Departamento de Biologia Molecular, Laboratório de Genética

Graduada em Biologia, Mestre em Genética e Doutora em Genética pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Especialista em Citogenética Humana pela Sociedade Brasileira de Genética (SBG) e em Intervenção Familiar Sistêmica (Aconselhamento Familiar) pela FAMERP. Professora Livre-Docente em Genética Humana e Médica, do Departamento de Biologia Molecular da Faculdade de
Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Professora e orientadora do Curso de Pós-Graduação em Ciências da Saúde. Professora e orientadora (colaboradora) do Curso de Pós-Graduação em Genética da UNESP de São José do Rio Preto. Membro titular da SBG, sócia-efetiva da Sociedade Brasileira de Genética Médica (SBGM) e pesquisadora da Escola do Autista de São José do Rio Preto.Líder do Grupo de Pesquisa Genética e Doenças Complexas (CNPq).

Marilda Marques Luciano Marvulo

Graduada em Enfermagem pela Universidade do Sagrado Coração (USC). Especialista em Enfermagem Médico-Cirúgica pela USC. Mestre em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto. Enfermeira Assistencial da Faculdade de Medicina de Marília.

Mércia Ilias, Faculdade de Medicina de Marília, Público, Núcleo de Clínica Médica

Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Residência Médica em Infectologia pela FAMEMA. Mestre em Saúde Pública pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Docente da FAMEMA. Coordenadora do Curso de Medicina da FAMEMA.

Cecília Azevedo Lima Collares, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Departamento de Psicologia Educacional

Graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Mestre em Educação (Psicologia da Educação) pela PUC/SP. Doutora em Sociologia e Política pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Professora aposentada da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Livre-docente em Psicologia Educacional.

Maria Aparecida Affonso Moysés, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas

Graduação e Doutora em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Especialista em Pediatria pela Sociedade de Pediatria de São Paulo. Livre-Docência em Pediatria Social na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (UNICAMP). Professora Titular em Pediatria da UNICAMP. Coordena o Laboratório de Estudos sobre Aprendizagem, Desenvolvimento e Direitos, no Centro de Investigações em Pediatria (CIPED) da UNICAMP. Membro fundador do Forum de Estudos sobre Medicalização de Crianças e Adolescentes.

Claudia Helena Mantelle Silva Mello

Enfermeira pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Especialista em Educação em Saúde Pública pelo Centro São Camilo de Desenvolvimento em Administração da Saúde. Mestranda pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Campus de Marília. Assistente de Ensino da FAMEMA. Enfermeira Assistencial da Universidade de Marília.

Elizete Lúcia Moreira Matos, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Centro de Teologia e Ciências Humanas

Graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/PR). Especialista em Recursos Humanos e Psicopedagogia. Mestre em Educação pela PUC/PR. Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é Coordenadora do Núcleo de Educação e Humanidades da PUCPR, Professora titular e Professora permanente do Mestrado e Doutorado em Educação da PUCPR. Líder dos Grupos de Pesquisa: Prática Pedagógica no Ensino e Aprendizagem com Tecnologias Educacionais; e Paradigmas Educacionais e a Formação de Professor (CNPq).

Elza de Fátima Ribeiro Higa, Faculdade de Medicina de Marília

Enfermeira pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Mestre em Enfermagem Fundamental e Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto. Docente do curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da FAMEMA. Membro dos grupos de pesquisa: Educação e Saúde de Grupos Especiais (UNESP); Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Utilização dos Recursos Humanos em Enfermagem (USP).

Ione Ferreira Santos, Faculdade de Medicina de Marília

Graduada em Enfermagem pela Escola de Enfermagem pela Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto (USP). Mestrado em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem pela USP de Ribeirão Preto. Doutorado em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem pela USP de Ribeirão Preto. Docente do Curso de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Membro da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar da FAMEMA.

Maria Zilma dos Santos, ConfiguraçõesMaria Zilma dos Santos

Mestranda pela Faculdade de Medicina de Marília em Ensino em Saúde. Especialista em Formação Didático - Pedagógico em Enfermagem pela UNAERP (2009). Especialista em Administração Hospitalar e Serviços de Saúde pela UNIVEM (200). Especialista na Saúde do Adulto e UTI adulto pela Faculdade de Medicina de Marília (2003). Tem experiência na formação técnica em diversa escolas de Marília. Atualmente enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar e Tutora do 3º ano de Medicina da Famema (Unidade de Prática Profissional).

Roseli Vernasque Bettini, Faculdade de Medicina de Marília

Graduada e Licenciada em Psicologia pela Universidade Metodista de Piracicaba. Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCAMP). Doutora em Psicologia como Profissão e Ciência pela PUCAMP. Docente dos Cursos de Enfermagem e Medicina da Faculdade de Medicina de Marília.

Thailly Faria da Costa

Enfermeira pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Especialista em Enfermagem Oncológica e Terapia Antineoplásica pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atualmente Enfermeira do Centro de Quimioterapia Ambulatorial da Unimed Campinas.

Publicado

July 26, 2012

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-253-6

Date of first publication (11)

2012

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas