Bibliotecas e Hibridez

Autores

Rosângela Formentini Caldas (ed)
https://orcid.org/0000-0001-6020-9197
Rafaela Carolina da Silva (ed)
http://orcid.org/0000-0001-9684-0327

Palavras-chave:

Biblioteca Híbrida, Biblioteca e Comunidade, Interoperabilidade, Ciência da Informação

Sinopse

O termo hibridez em bibliotecas tornou-se popular entre os anos de 1980 e 2000. Destacava-se, na ocasião, por tratar a tecnologia como um meio de auxílio às atividades realizadas no âmbito interno institucional. Com o passar do tempo, o tema foi sendo cada vez menos explorado no contexto de tais unidades. Entretanto, o conceito de hibridez em si continuou a sua trajetória nas organizações, e a sua implementação ultrapassou as estruturas internas, alcançando os mais variados ambientes da sociedade. Assim, é notável a lacuna existente de novos estudos que projetem as oportunidades e as possibilidades de interlocução das bibliotecas e da hibridez.
Com a contribuição de especialistas nas tipologias das bibliotecas comunitária, escolar, especializada, universitária e pública, Rosângela Formentini Caldas e Rafaela Carolina da Silva retomam o tema de hibridez e tecem aspectos conceituais, relacionados aos ambientes de bibliotecas, conferindo um diálogo que se destaca enquanto cerne de múltiplas possibilidades de atuação.
Uma obra de leitura indispensável para os profissionais que entendem a biblioteca para além de sua estrutura física. O texto é provocativo e apresenta a influência das bibliotecas híbridas como fator de representatividade para o desenvolvimento de comunidades, conferindo novos modos de se utilizar a tecnologia a favor da constituição de um coletivo inteligente, demonstrando que o conceito de hibridez abrange uma rede complexa de saberes que podem se unir e promover um novo olhar sobre o tema.

Processo CAPES Nº 23038.007497/2017-11 | Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação
Convênio AUXPE/PROEX No 565/2017
Chamada n. 02/2020 - Publicação de livros resultantes de pesquisas Acadêmico-Científicas

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg     Logo_pos_1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosângela Formentini Caldas

Docente da UNESP - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação e Departamento de Ciência da Informação. É membro do Conselho departamental, da Comissão de Ações Culturais (CAC) e do grupo de pesquisa “Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional”. Participou da proposta, estruturação e reestruturação de cursos da UNESP. Com o apoio da Capes e da Fundação Gulbenkian, realizou pesquisas na Escola de Engenharia da Universidade do Minho/PT e em reconhecidas instituições culturais da França, Escócia, Inglaterra e Portugal. Foi presidente de Conselho Municipal de Cultura e representante titular do SISEM. Tem interesse em temas como: Cidades Inteligentes, Estruturas Culturais Públicas e Desenvolvimento de Comunidades.

Rafaela Carolina da Silva

Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Unesp, na linha de Pesquisa Gestão, Mediação e Uso da Informação. Bolsista FAPESP. Membro do Grupo de Pesquisa Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional. Fez estágio de pesquisa na Universidade de Robert Gordon, Escócia, Reino Unido. Especialista em Psicopedagogia Institucional pela
FUNDEPE. Graduada em Biblioteconomia pela Unesp. Autora de livros, capítulos de livros e artigos publicados em revistas nacionais e internacionais. Dedica-se à pesquisa científica, trabalhando na interdisciplinaridade dos temas: Bibliotecas híbridas; Conceito de hibridez em bibliotecas;  Desenvolvimento social; Gestão da informação; e Desenvolvimento de comunidades.

Charles Oppenheim, Universidade de Robert Gordon, Aberdeen, Escócia

Professor visitante na Universidade de Robert Gordon, Aberdeen, Escócia e consultor independente. Envolvido em pesquisas sobre bibliotecas e profissionais da informação, bibliotecas híbridas, políticas nacionais de informação, informação industrial, Direitos de Propriedade Intelectual relacionados a assuntos legais, proteção de dados, bibliometria, avaliação da qualidade da pesquisa e tendências de publicação acadêmica. Possui cerca de 650 publicações nesses temas, dentre elas, artigos científicos, artigos de conferência, relatórios científicos, livros e capítulos de livros. É membro honorário do Chartered Institute of Library and Information Professionals.

Cláudio Marcondes de Castro Filho, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo

Professor Livre-Docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo, e do Programa de Ciência da Informação na Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho – Marília. Possui Mestrado e Doutorado em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutorado em Redes e Biblioteca Escolar pela Universidade Aberta de Lisboa. Pesquisador na área da Ciência da Informação e nas temáticas: Políticas Públicas do Livro, Leitura e Biblioteca, Geração e Uso da Informação e Biblioteca Escolar. Presidente da Comissão Brasileira de Bibliotecas Escolares da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições.

Elaine da Silva

Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade
Estadual Paulista (Unesp) com realização de Doutorado
Sanduíche na Universidad de Salamanca (USAL), Espanha.
Graduada em Biblioteconomia (Unesp). Autora de artigos
e capítulos de livros contemplando temas como Gestão da
informação; Gestão do conhecimento; Geração e gestão
de inovação; Políticas públicas em Ciência, Tecnologia e
Inovação (CT&I); e Sistemas nacionais de inovação. Atuou
profissionalmente como bibliotecária e consultora por mais de
dezesseis anos. Atualmente é professora no Departamento de
Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos
(UFSCar).

João Arlindo dos Santos Neto, Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ (PPGCI/UNESP/Marília)

Doutor e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ (PPGCI/UNESP/Marília), na Linha de pesquisa Gestão, Mediação e Uso da Informação; Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina - UEL; Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL); Pesquisador nos Grupos de Pesquisa Interfaces: Informação e Conhecimento da UEL e Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional da UNESP/Marília, ambos credenciados ao CNPq.

Maria Cleide Rodrigues Bernardino

Doutora em Ciência da Informação, pela Universidade de Brasília (UnB); Mestrado em Linguística, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB); Especialização em Gerenciamento de Bibliotecas Públicas e Escolares pela Universidade de Brasília (UnB) Especialização em Literatura Brasileira pela Universidade Regional do Cariri (URCA); e Graduação em Biblioteconomia, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e do Mestrado Profissional em Biblioteconomia da UFCA; Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da UFPB. Atua, principalmente, nos seguintes temas: bibliotecas públicas, escolares, leitura e formação de leitores.

Oswaldo Francisco de Almeida Júnior

Doutor e Mestre em Ciências da Comunicação, pela ECA/ USP. Professor Associado do Departamento de Ciência da Informação do CECA/Universidade Estadual de Londrina. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Professor colaborador no Mestrado Profissional em Biblioteconomia da UFCA. Autor de livros, capítulos de livros e artigos publicados em revistas nacionais e internacionais. É mantenedor do site “Infohome” (www.ofaj.com.br). Presidente da ANCIB, gestão 2018-2020.

Soraya Maria Romano Pacífico

Professora associada do Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – USP. Formada em Letras, Mestre em Linguística e Língua Portuguesa - UNESP; Doutora em Ciências -FFCLRP/USP; Pós-Doutorado pela UNESP-Araraquara, em 2013. Docente no curso de graduação em Pedagogia da FFCLRP/USP e dos Programas de Pós- Graduação em Psicologia e de Pós-Graduação em Educação, da FFCLRP/USP. Desenvolve pesquisas sobre Leitura, Escrita, Argumentação e Autoria. Atualmente, dedica-se ao projeto Argumentação e Subjetivação na Escola Básica: as práticas discursivo-argumentativas no contexto escolar. Autora de livros e capítulos de livro sobre essas temáticas.

Sueli Bortolin

Doutorado e Mestrado em Ciência da Informação pela Unesp/ Marília. Especialização em Gestão de Unidades de Informação e graduação em Biblioteconomia na Universidade Estadual de Londrina (UEL). É professora Senior na UEL colaborando na Pós-graduação em Ciência da Informação, coordena o Grupo de Pesquisa Interface Informação e Conhecimento que atualmente acolhe o Projeto Mediação Oral da Informação e da Literatura em ambiente digital. Organizou o livro: Fazeres Cotidianos na Biblioteca escolar (2006 edição impressa/Polis Editora; 2018 edição digital/Abecin).

Downloads

Publicado

December 1, 2020

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-88-0

Date of first publication (11)

2020

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-74-3

Date of first publication (11)

2020