Territórios, Movimentos Sociais e Políticas de Reforma Agrária no Brasil

Autores

Mirian Cláudia Lourenção Simonetti (ed)

Palavras-chave:

Movimentos sociais - Brasil, Reforma agrária - Brasil, Brasil - Política econômica

Sinopse

Os textos reunidos nessa coletânea foram apresentados na Jornada de Estudos Agrários: Territórios e Movimentos Sociais no Brasil. O evento, realizado em 2014 na Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp/Marília reuniu intelectuais, estudantes de graduação e pós-graduação e integrantes dos movimentos sociais para discutir os problemas relativos à questão agrária no Brasil, com destaque para os desafios dos movimentos sociais diante da reestruturação do capitalismo internacional e seus impactos na economia brasileira; da questão (da reforma) agrária e da ampliação dos conflitos no campo; e dos impasses e dilemas diante da não realização da reforma agrária pelos governos “populares” dos últimos 12 anos. As reflexões aqui expostas caminham na direção contrária de uma certa visão hegemônica que vem predominando nas análises sobre o campo brasileiro. A questão (da reforma) agrária vem perdendo espaço não só nos meios acadêmicos e midiáticos, como até mesmo em setores que historicamente pautaram suas ações e análises em torno dela, por acreditarem no papel que teria na construção de uma sociedade mais justa e democrática. Essa mudança do debate tem sua razão de ser em abordagens baseadas no papel do desenvolvimento das forças produtivas, que encontra respaldo não só na tradição liberal-conservadora como também em setores do pensamento de esquerda. Os textos aqui apresentados mostram o espaço agrário brasileiro pelo viés da luta por direitos, justiça e democracia, onde a questão (da reforma) agrária mostra não só sua persistência, como exige que se elabore um escopo teórico-político que dê conta da complexidade com que ela vem se delineando e, também, os limites das abordagens com que vem sendo tratada. 

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mirian Cláudia Lourenção Simonetti

Professora da Universidade Estadual Paulista - UNESP, da Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, nos cursos de graduação em Ciências Sociais e Relações Internacionais. Está vinculada aos programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNESP/Marília e a Pós-graduação em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe, do Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais - UNESP . É coordenadora do Centro de Pesquisas e Estudos Agrários e Ambientais (CPEA). Graduada em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1981), mestrado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1988) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana e Agrária, atuando principalmente com os seguintes temas de pesquisa: Territórios, Movimentos sociais, Reforma Agrária, Políticas Públicas e Ambiente

Adriane Camargo, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Discente do Programa de Pós-Graduação em Geograia Humana pela Faculdade de Filosoia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP). É pesquisadora do Centro de Pesquisa e Estudos Agrários e Ambientais (CPEA).

Alexsandro E. Arbarotti, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos. Pesquisador do Centro de Pesquisas e Estudos Agrários e Ambientais (CPEAA).

Angelo Diogo Mazin, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Mestrando em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe, pelo IPPRI (Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais) - UNESP. Coordenador Estadual do MST no estado de São Paulo.

Bruno Lacerra de Souza, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Pós-graduando do curso de mestrado em “Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe” do IPPRI, Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais da UNESP – São Paulo. Bolsista de Extensão no País B, CNPq.

Célia Tolentino, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1984), mestrado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1990), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1997), pós doutorado pela Università degli Studi di Roma, "La Sapienza"; (2001) e livre docência pela Faculdade de Filosoia e Ciências da UNESP. É professora do Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Filosoia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Marília. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: pensamento social, cinema brasileiro, sociologia da cultura, questão agrária, ruralismo e ruralidade.

Delwek Matheus, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Assentado, integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST, Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe – TerritoriAL, no Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais – IPPRI/Unesp.

Francisco Luiz Corsi, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Possui graduação em Ciências Sociais e Economia pela Universidade de São Paulo. É mestre em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas e doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas. Fez pós-doutorado no Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em História Econômica. Atuando principalmente nos seguintes temas: Estado Novo, Política Externa, Nacionalismo, Projeto Nacional, Economia Brasileira.

José Geraldo A. B. Poker, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1989), mestrado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1994) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Ciências Sociais, Direito e Relações Internacionais com ênfase em Sociologia Política, atuando principalmente nos seguintes temas: cooperação, cidadania, Direito-Direitos Humanos, razão-tradição, religião e questão ambiental.

Kelli Cristine de Oliveira Mafort, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Doutoranda pelo PPG em Ciências Sociais – FCL-UNESP/Araraquara, sob orientação da profª doutora Maria Orlanda Pinassi.

Marcio José dos Santos, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Mestrando em Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe, pelo Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais – IPPRI - UNESP. Coordenador Estadual do MST no estado de São Paulo.

Maria Angélica Paraizo, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Cientista Social pela Universidade Estadual Paulista – UNESP/Marília. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual Paulista – UNESP/Marília. Bolsista CAPES.

Nashieli Rangel Loera, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Fez graduação na Universidade de Guadalajara, México e realizou seu mestrado e Doutorado em Antropologia Social na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Desde 2015 é professora do Departamento de Antropologia da Unicamp. Atualmente é Diretora adjunta do Centro de Estudos Rurais dessa universidade e Coordena o grupo de pesquisa MOVE e a pesquisa "Formas de acampamento" com financiamento da modalidade Jovem pesquisador FAPESP (2010-2015). Desde 2014 é Chair da Food, agriculture and Rural Studies section da Latin American Studies Association (LASA) mandato (2014-2016). É membro efetivo da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e da Society for Economic Anthropology (SEA). É Fundadora da revista Ruris e editora desde 2007. Suas pesquisas tem se debruçado sobre os seguintes temas: processos sociais e territorialidades, espacialidades e temporalidades, produtores rurais e organizações camponesas, movimentos sociais, Estado, política, ocupações de terra, formas e linguagens de demanda social coletiva.

Selma de Fatima Santos, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Mestranda no Programa de pós-graduação em Ciências Sociais, na Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” – UNESP – Campus de Marília. Coordenadora Estadual do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) no estado de SP.

Sérgio Augusto Domingues, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1980), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989), doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) e Pós-doutorado na Universitá degli Studi di Roma La Sapienza
(2002). Atualmente é professor assistente doutor na Universidade Estadual Paulista (UNESP) campus Marília e representante da Universidade no Comitê Intersetorial de Assuntos Indígenas (CIAI), no âmbito da secretaria da justiça e da defesa da cidadania do Estado de São Paulo. Tem experiência na área da Antropologia, com ênfase em Etnologia Indígena. Suas pesquisas tratam de temas como: povo Krahô, pensamento indígena, xamanismo, comunicação e as novas tecnologias e os indígenas.

Silvia Aparecida de Souza Fernandes, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Possui graduação em Geografia (bacharelado e licenciatura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991/1992), mestrado em Geograia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998) e doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atualmente é professor do Departamento de Ciências Políticas e Econômicas, na Unesp/Marília-SP. É docente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial da América Latina e Caribe - TerritoriAL, Cátedra da Unesco de Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial. Integra os grupos de pesquisa Estudos da Globalização; Ensino de Ciência do Sistema Terra e formação de professores; ELO - Grupo de Estudos da Localidade, Centro de Estudos e Pesquisas Agrárias e Ambientais . Tem experiência nas áreas de Geografia e Educação, com ênfase em Educação Geográica e Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas públicas de habitação popular, políticas públicas de educação básica, currículo prescrito, ensino de geograia, educação do campo e educação ambiental. É membro do corpo editorial do periódico Plures Humanidades (CUML Ribeirão Preto) e membro do conselho consultivo dos seguintes periódicos: Revista Interdisciplinar de Direitos Humanos - RIDH (Unesp Bauru/São Paulo), Revista Contemporânea de Educação (FE/UFRJ), Revista Espaço Acadêmico (UEM) e outros periódicos científicos.

Thaylizze Goes Nunes Pereira, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Cientista Social pela Universidade Estadual Paulista – UNESP/ Marília. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em “Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe” do IPPRI, Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais da UNESP/São Paulo. Pesquisadora do Centro de Pesquisas e Estudos Agrários e Ambientais – CPEA. Bolsista FAPESP.

Publicado

June 15, 2015

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-714-2

Date of first publication (11)

2015

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas