O papel do brincar na apropriação da linguagem escrita

Autores

Juliana Cristina Bomfim (ed)
Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG/Passos
https://orcid.org/0000-0002-1179-3558

Palavras-chave:

Educação infantil, Brincadeiras, Recreação, Escrita

Sinopse

Na obra, a brincadeira se fortalece como objeto de estudos e como guia para movimentos essenciais nos processos vitais à constituição da inteligência e da personalidade na infância, configurando bases fundamentais à aprendizagem da linguagem escrita em sua vivacidade. Trata-se de uma composição textual potencializadora de debates necessários em torno do papel social da escola dedicada à criança pequena – particularmente aquela em idade pré-escolar, dos lugares de seus agentes intelectuais (equipe, professoras e professores e outros profissionais atuantes no ambiente escolar) e da criança no ambiente educativo. No seio das discussões firmam-se avanços científicos e políticos sobre o valor desse ambiente escolar como espaço potencialmente organizado para fomentar condições necessárias e favoráveis à constituição humana – de adultos e crianças – em sua inteireza e plenitude. O teor do livro convoca-nos, assim, a revisitar certezas e ideias do senso comum, considerando questões e tensões sociais, econômicas, políticas, sanitárias da atualidade e perspectivando o compromisso ético, político e social de atuarmos na direção da formação de inteligências e personalidades harmônicas desde o começo da vida. Esse processo educativo tem caráter revolucionário e emancipatório – ainda que tenhamos consciência das forças contrárias e alienadoras fortalecidas por uma sociedade capitalista como a nossa – porque se refaz a cada dia para fortalecer condições concretas e efetivas à formação plena de crianças e dos profissionais que as educam.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Cristina Bomfim, Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG/Passos

Nascida em Garça, interior de São Paulo, atualmente vivencia o entrelugar Bauru/SP-Passos/MG. É doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação da UFSCar, na linha Educação, Cultura e Subjetividade. Mestra em Educação pela UNESP/Marilia (2012) - realização do programa Sanduíche realizado na Universidade de Évora- Portugal - com financiamento do Programa Internacional de bolsas de Pós-graduação da Fundação Ford/Brasil. Graduada em Pedagogia UNESP/Marília (2007). Atua como professora efetiva da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG/Passos). Tem experiência de ensino e pesquisa em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria histórico-cultural, desenvolvimento infantil, formação de professores, currículo e diferença. Líder do grupo de estudos e pesquisas DIFEduCC-Diferença, Educação, Cultura e Currículo.

Elieuza Aparecida de Lima, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus de Marília (1996). Concluiu Mestrado em Educação (2001) e Doutorado em Educação (2005) pela mesma Universidade. Atualmente, exerce atividades de docência, pesquisa, extensão e gestão na Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Universidade Estadual Paulista - Campus de Marília (SP)., junto ao Departamento de Didática. É docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC, Unesp, Marília, SP. Integra o quadro de assessores científicos "ad hoc" da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Infantil, Formação e Atuação de Professore(a)s da/na Educação Infantil, e Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: Docência na Educação Infantil, Formação de Professore(a)s para a Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Currículo, Planejamento e Avaliação na Educação Infantil, Prática de Ensino, Didática, Educação e Desenvolvimento Infantis sob a perspectiva da Teoria Histórico Cultural, Formação de Leitores e Produtores de Textos. É membro líder do "Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Especificidades da Docência na Educação Infantil" - GEPEDEI e membro do Grupo de Pesquisa: "Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico Cultural", cadastrados junto ao CNPq. (Fonte: Currículo Lattes)

Downloads

Publicado

February 8, 2022

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

ISBN-13 (15)

978-65-5954-193-5

Date of first publication (11)

2022

Dimensões físicas

16mm x 23mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impressão

Impressão

ISBN-13 (15)

978-65-5954-192-8

Date of first publication (11)

2022

Dimensões físicas

16mm x 23mm