Educação, filosofia e magia: uma anarqueologia do cuidado de si entre o Daimon e os sonhos

Autores

Tiago Brentam Perencini (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Didática

Palavras-chave:

Educação - Filosofia, Filosofia – Estudo e ensino, Espiritualidade, Sonhos, Magia

Sinopse

Este livro é uma investigação transversal entre os campos da educação, da filosofia e da magia. Dada a percepção da emergência de saberes e práticas da magia no tempo presente, procuro analisar a seguinte problemática: Como a relação entre filosofia e magia permite experimentarmos outra educação filosófica no tempo presente? O meu objetivo geral é desenvolver usos aproximados entre magia e filosofia que problematizem práticas vigentes em nossa formação acadêmica em filosofia. Experimento a hipótese de que tornar visível a ética do cuidado de si em sua dimensão arcaica – cronologia emergente da filosofia ocidental - permite uma integração ao campo da magia como possibilidade de ensaiar um tipo de educação filosófica que amplia o conjunto de técnicas de si para além do pensamento crítico e do humanismo como paradigma epistemológico e disciplinar que nos subjetiva atualmente. Penso o cuidado de si enredado a dois conceitos-chave que a ele se relacionam no período arcaico: o daimon e os sonhos. A especificidade de meu objeto convida Michel Foucault como o principal interlocutor, mas exige que eu pense com e para além dele. Para tanto, ensaio uma anarqueologia como procedimento e atitude de pesquisa, mostrando certa interface (in)desejável entre biopolítica e magia e também o gesto de apagamento do pensamento visionário promovido pelo discurso secularizado da filosofia. Tal caminhada tem me possibilitado ensaiar uma educação filosófica pelo dom, que integre uma ontologia da alma à estilística da existência pela dimensão ascética e erótica do cuidado de si como desafio para a contemporaneidade.

Auxílio Nº 0798/2018, Processo Nº 23038.000985/2018-89, Programa PROEX/CAPES

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg   

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Brentam Perencini, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Didática

Tiago Brentam Perencini é licenciado (2012) e bacharel (2014) em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista [UNESP] - Campus de Marília, onde investigou a Arqueologia de Michel Foucault [FAPESP Processo 2011/21785-0]. Seu mestrado [FAPESP Processo: 2012/21672-4] (2015) e Doutorado (CAPES) ocorreram na linha de Filosofia e História da Educação no Brasil pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESP/Marília. Seu primeiro livro publicado foi Uma arqueologia do ensino de filosofia no Brasil: Formação discursiva na produção acadêmica de 1930 a 1968 (Cultura Acadêmica, 2017), resultado de sua pesquisa de mestrado. Suas problemáticas atuais tem cruzado a filosofia e a magia como campos de saberes e práticas que permitem o acesso a outra educação filosófica e ensino de filosofia, procurando pensar ética, estética e politicamente a espiritualidade desde as artes do uso e do cuidado de si, do outro e do mundo no tempo presente. Dessa maneira, dedica-se a tornar visível outros regimes de saberes, atores, subjetividades e modos de vida que foram eclipsados pela modernidade ocidental justamente porque resistem à biopolítica e ao neoliberalismo contemporâneo. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Filosofia (GEPEF), liderado por Pedro Angelo Pagni (Unesp/Marília). Também exercita a função de terapeuta integrativo em práticas como astrologia e tarologia, procurando ensaia-las filosoficamente.

Pedro Angelo Pagni, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1987), mestrado em História e Filosofia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994), doutorado em Educação (1999) e Livre-docência em Filosofia da Educação (2011) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é professor associado da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Foi coordenador do GT-Filosofia da Educação da ANPEd (2012-2013). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia da educação, filosofia da educação no brasil, filosofia contemporânea e educação e ensino de filosofia, biopolítica e inclusão escolar.

Alexandre Simão de Freitas, Universidade Federal de Pernambuco, Programa de Pós Graduação Em Educação, Programa de Pós Graduação Em Educação

Realizou seu percurso formativo na Universidade Federal de Pernambuco, onde graduou-se em Pedagogia (1997), fez o mestrado em Educação (2000) e o doutorado em Sociologia (2005). Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Administração e Planejamento Educacional (DAEPE) do Centro de Educação e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/ UFPE), na Linha de pesquisa em Educação e espiritualidade. Coordenou o GT 17 - Filosofia da educação da Anped (2013-2017). Pesquisa questões e temáticas que inter-relacionam a ética do cuidado de si, o paradigma do dom e o perspectivismo ameríndio, problematizando os humanismos pedagógicos no contexto da intrusão de Gaia e ficcionalizando as teorias biopolíticas da formação humana, através de figuras contraculturais como: espectros, sonhos, daímons, xamanismos, materialismos mágicos, corpos em transe, feitiçarias cosmológicas, plantas professoras e estados alterados de existência. Também mobiliza ações de extensão que visam fornecer visibilidade às pedagogias minoritárias produzidas pelos movimentos e organizações da sociedade, reconstituindo memórias, trajetos formativos e práticas culturais que resistem à captura biopolítica das formas de vida periféricas. 

Downloads

Publicado

December 3, 2020

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-5954-001-3

Date of first publication (11)

2020

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-61-3

Date of first publication (11)

2020