Desafios da Educação do Fim do Século

Autores

Neusa Maria Dal Ri (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.
Sonia Alem Marrach (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Palavras-chave:

Educação - aspectos sociais, Aprendizagem, Universidade

Sinopse

O século XX não é somente o século da globalização e da mundialização da cultura. É também o século da educação e da crise da educação. A educação constitui parle significativa do projeto de modenidade. No Brasil, a partir da década de 30, prevalece a tendência de expansão da rede escolar e de democratização das oportunidades de ensino nos diversos graus, inclusive no superior. Porém, a educação escolar e universitária vêm sendo afetadas pelas mudanças históricas, econômicas, políticas e culturais da sociedade. O processo de globalização atinge a esfera cultural, afeta a escola e a universidade, massifica o ensino, coloca em crise o pensamento, as idéias e os conceitos.

Selo Editorial:

 Unesp_Marília_Publcações2.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neusa Maria Dal Ri, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo, Graduação em Licenciatura Em Psicologia pela Universidade de São Paulo , Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997). Pós-Doutorado em Educação pela Universidade do Minho, Portugal (2008), Pós-Doutorado em Educação pela UFSCar (2018). Professora Associada - Livre-Docente III da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus de Marília (1990 até o momento). Coordenadora do Programa de Pós-Graduação da UNESP, Campus de Marília, gestão 2013-2017. Coordenadora do DINTER UNESP/UFMA, 2012-2016. Bolsista produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, nível 1 D. Membro da Red de Investigadores y Organizaciones Sociales de Latinoamérica (RIOSAL), Membro da Asociación de Universidades Grupo Montevidéo, Associada do Instituto de Políticas Públicas de Marília, Membro do Conselho Consultivo do Instituto Caio Prado Júnior, Pesquisadora membro da Red Latinoamericana de Estudios sobre Trabajo. Líder do Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia da UNESP. Editora do periódico científico ORG&DEMO. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão, política educacional, gestão democrática, democratização e educação, movimentos sociais e educação, educação e trabalho.

Sonia Alem Marrach, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Metodista de Piracicaba (1978), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1983) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Livre docência em História da Educação Brasileira pela UNESP Marília (2006). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Educação Comunicação e Sociedade Brasileira Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, lúdico, história, formação e professores. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa "Educação, Comunicação e Sociedade"

Clélia Aparecida Martins, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade de Ribeirão Preto (1982), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1988) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1997). Desde 1987 é docente da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Em 2005 passa a integrar o corpo docente do Programa de Pós-graduação em Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências, e oficialmente, a partir de 10/2010, o corpo docente do Departamento de Filosofia. Trabalha com a filosofia de Jürgen Habermas e a de Immanuel Kant.

Candido Giraldez Vieitez, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Sociologia e Antropologia.

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1971), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1980) e doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1986). Atualmente é voluntário - Programa de Pós-graduação em Educação - FFC - UNESP. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, trabalho, autogestão, cooperativas e universidade

Neusa Maria Dal Ri, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo, Graduação em Licenciatura Em Psicologia pela Universidade de São Paulo , Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997). Pós-Doutorado em Educação pela Universidade do Minho, Portugal (2008), Pós-Doutorado em Educação pela UFSCar (2018). Professora Associada - Livre-Docente III da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus de Marília (1990 até o momento). Coordenadora do Programa de Pós-Graduação da UNESP, Campus de Marília, gestão 2013-2017. Coordenadora do DINTER UNESP/UFMA, 2012-2016. Bolsista produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, nível 1 D. Membro da Red de Investigadores y Organizaciones Sociales de Latinoamérica (RIOSAL), Membro da Asociación de Universidades Grupo Montevidéo, Associada do Instituto de Políticas Públicas de Marília, Membro do Conselho Consultivo do Instituto Caio Prado Júnior, Pesquisadora membro da Red Latinoamericana de Estudios sobre Trabajo. Líder do Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia da UNESP. Editora do periódico científico ORG&DEMO. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão, política educacional, gestão democrática, democratização e educação, movimentos sociais e educação, educação e trabalho.

Sonia Alem Marrach, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Metodista de Piracicaba (1978), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1983) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Livre docência em História da Educação Brasileira pela UNESP Marília (2006). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Educação Comunicação e Sociedade Brasileira Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, lúdico, história, formação e professores. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa "Educação, Comunicação e Sociedade".

Carlos Monarcha

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1976), mestrado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987) e doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994). Professor Titular pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011). Tem experiência na área de Educação, atua principalmente nos seguintes temas: história da educação brasileira, ciências da educação, revistas de educação e ensino, Escola Nova, Lourenço Filho e Clemente Quaglio. Entre outros, autor dos livros, Lourenço Filho e a organização da psicologia aplicada à educação (Prêmio Lourenço Filho concedido pela Academia Brasileira de Educação (1998), Brasil arcaico, escola nova: técnica ciência e utopia nos anos 1920-1930 (Prêmio Jabuti 2010 categoria Educação, Psicologia e Psicanálise), e A instrução pública nas vozes dos portadores de futuros: Brasil séculos XIX e XX (Prêmio Jabuti 2017 categoria Educação e Pedagogia e Prêmio Ciências Humanas 2017 - concedido pela Associação Brasileira de Editoras Universitárias).

Hélia Sonia Raphael, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Mestrado em Educação Ensino na Educação Brasileira em Marília pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, com pesquisa sobre avaliação da aprendizagem e doutorado em Ensino na Educação Brasileira em Marília pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, tese com foco em avaliação curricular. Atualmente é assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus de Marília, e docente do Curso de Pós-graduação em Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação da Aprendizagem e Avaliação institucional, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação, projeto pedagógico, avaliação formativa, avaliação institucional e políticas públicas. Atualmente desenvolve projetos de avaliação e projeto pedagógico de cursos superiores, na linha de pesquisa com foco em políticas públicas. 

Paschoal Quaglio, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar.

Paschoal Quaglio prestou em 2001 Concurso para Professor Titular na Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Fez em 1994 o Concurso de Livre Docente na mesma Faculdade, Concluiu o doutorado em Educação na Universidade de São Paulo em 1989. Concluiu o Mestrado em Educação: Supervisão e Currículo em 1982 na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Concluiu o Curso de Pedagogia em 1 966 na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Preseidente Pudente, hoje UNESP/Presidente Prudente. Atualmente é Professor Titular Voluntário da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, FFC/UNESP/Marília, onde leciona na Pós Graduação em Educação e na Graduação. Além da Carreira Universitária fez Carreira no Ensino Fundamental e Médio do Sistema de Educação Público Paulista: Professor, Diretor de Escola e Supervisor de Ensino Publicou 15 artigos em periódicos especializados e 28 trabalhos em anais de eventos. Possui 9 capítulos de livros e 1 livro publicados. Participou de 31 eventos no Brasil e no exterior Orientou 8 dissertações de mestrado e 15 teses de doutorado, além de ter orientado 2 trabalhos de iniciação científica e 32 trabalhos de conclusão de curso na área de Educação. Entre 1975 e 2002 coordenou 7 projetos de pesquisa. Atualmente coordena 1 projeto de pesquisa. Atua na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas e em Supervisão Escolar Atua também em Administração de Fisioterapia e Terapia Ocupacional Em suas atividades profissionais interagiu com 7 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu Currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Educação, Supervisão, Administração da Educação, Administração Escolar, Formação de Professores, Professor Coordenador Pedagógico, Administração, Alfabetização, Aprendizagem e Comunicação Dialógica Problematizadora.

Amálio Pinheiro, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Pró-Reitoria de Pós-Graduação da PUC/SP, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica.

Amálio Pinheiro é poeta, tradutor e professor no Pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUCSP. Coordena o Grupo de Pesquisa ?Barroco e Mestiçagem?, onde se investigam as relações entre as áreas de literatura, comunicação e cultura na América Latina, ao mesmo tempo em que se experimentam modos de conhecimento não dualistas para o continente. Tem produzido ensaios e traduções comentadas de autores da Espanha, da América Latina e do Caribe. Desenvolve pesquisas sobre as relações entre a memória cultural, as artes e as ciências não clássicas, com ênfase nas conexões e ramificações entre voz, poema, corpo, séries culturais e paisagem urbana, que se desdobram aquém das dicotomias entre sociedade e natureza. Publicou, entre outros,  César Vallejo: o abalo corpográfico, César Vallejo a dedo (tradução) "Aquém da identidade e da oposição. Formas na cultura mestiça", "Nicolás Guillén: Motivos de son", e Rafael Alberti: Sobre os anjosn (tradução), América Latina: barroco, cidade, jornal, Tempo Solto (poemas).

André Baggio, Universidade de Passo Fundo, Faculdade de Educação.

Licenciado em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria, mestrado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo e doutorado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (1997). Professor titular da disciplina de Filosofia da Educação na Universidade de Passo Fundo. Atualmente, aposentado e virou pescador. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: complexidade, corporeidade, ecologia, novos paradigmas das ciências e educação equoterápica.

Carmem Sílvia Sanches Justo, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, Departamento de Psicologia da Educação.

Possui graduação em Licenciatura Em Psicologia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Assis(1974), graduação em Curso de Formação de Psicólogos pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Assis(1975), mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(1981) e doutorado em Educação [Marília] pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2001). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Downloads

Publicado

February 7, 2000

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

85-86738-12-3

Date of first publication (11)

2000

Dimensões físicas

160mm x 230mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas