A linguagem em Kant. A linguagem de Kant.

Autores

Monique Hulshof
Ubirajara Rancan de Azevedo Marques

Sinopse

Quinze estudiosos da obra do filósofo alemão Immanuel Kant [1724-1804]—7 estrangeiros, 8 brasileiros—debruçam-se no presente livro sobre um duplo tema ainda relativamente pouco debatido no cenário mundial dos estudos kantianos: A Linguagem em Kant. A Linguagem de Kant. Resultado de 6 sessões de exposições e debates ocorridas no âmbito do X Colóquio Kant “Clélia Martins”, em Marília, SP, em setembro de 2017, na Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, o livro ora apresentado ao público, além da evidente importância que tem para os estudiosos da filosofia crítica e da filosofia em geral, contém material de grande interesse para vários outros profissionais, os quais nele encontrarão preciosos subsídios para seus próprios estudos e investigações.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_CNPq5.jpg

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monique Hulshof

Monique Hulshof é professora de ética do departamento de filosofia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Graduou-se (2005) e doutorou-se (2011) na Universidade de São Paulo (USP), com estágio de doutorado sanduíche na Universidade de Frankfurt e na Universidade de Konstanz, Alemanha (2009). Realizou estágios de pesquisa na Universidade Paris I-Sorbonne (2013), na Universidade de Groningen (2017) e na Universidade de Toronto (2019). Publicou a tradução da Crítica da razão prática em 2016. Faz parte da diretoria da Sociedade Kant Brasileira e é editora da Revista Studia Kantiana. Suas pesquisas estão centradas em filosofia moral e política de Kant e em teoria feminista. Atualmente coordena projeto de pesquisa sobre a autonomia moral e uso público da razão em Kant, com Auxílio regular FAPESP. (mohulshof@gmail.com)

Ubirajara Rancan de Azevedo Marques

Obteve a Livre-Docência em História da Filosofia Moderna na Universidade Estadual Paulista [em cujo Departamento de Filosofia encontra-se desde 1989], o Doutorado, o Mestrado e o Bacharelado em Filosofia na Universidade de São Paulo. A partir de projetos com temas centrados no pensamento kantiano e na escola francesa de historiografia da filosofia, realizou estágios pós-doutorais na França, na Itália e em Portugal. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Fundador e editor do periódico eletrônico Estudos Kantianos, em circulação desde 2013. Membro do grupo de pesquisa, cadastrado no CNPq, “Criticismo e Semântica”. Presidente da Sociedade Kant Brasileira durante o quadriênio 2010–2014. Tem trabalhos publicados, entre outros, nos seguintes periódicos: Analytica; Con-Textos Kantianos; Kant-Studien; Philosophica; Revista de Filosofía de la Universidad Complutense de Madrid; Rivista di Storia della Filosofia; Studia Kantiana; Studi Kantiani. Autor de A Escola Francesa de Historiografia da Filosofia [São Paulo: Editora da UNESP, 2007], foi editor de Kant e a Música [São Paulo: Barcarolla, 2010] e de Kant e a Biologia [São Paulo: Barcarolla, 2012]. Entre outras obras, coeditou: com Clélia Martins, Kant e o Kantismo: Heranças Interpretativas [São Paulo: Brasiliense, 2010]; com Bernd Dörflinger, Claudio La Rocca e Robert Louden, Kant’s Lectures/Kants Vorlesungen [Berlin: De Gruyter, 2015]. Atua na área de história da filosofia moderna com ênfase em filosofia crítica kantiana. (ubirajara.rancan@gmail.com)

Capa para A linguagem em Kant. A linguagem de Kant.
Publicado
dezembro 24, 2018
Categorias

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso
ISBN-13 (15)
978-85-7249-009-2
Date of first publication (11)
2018
Dimensões físicas
160mmx230mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book
ISBN-13 (15)
978-85-7249-010-8
Date of first publication (11)
2018
Dimensões físicas
160mmx230mm