Surdez e Educação Inclusiva

Autores

Claudia Regina Mosca Giroto; Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins; Ana Paula Berberian; Maria Cecilia Bonini Trenche; Ana Claudia Balieiro Lodi; Ana Cristina Guarinello; Ana Paula de Oliveira Santana; Cristina Broglia Feitosa de Lacerda; Daniel Vieira da Silva; Daline Backes Eyng; Ivani Rodrigues da Silva; Maria Cecília de Moura; Maria Silvia Cardoso Carneiro; Sandra Regina Leite de Campos; Silvana Elisa de Morais Schubert; Zélia Z L. de C. Bittencourt; Zilda Maria Gesueli; Nelma Cristina de Carvalho Francisco; Patrícia Morais Teberga de Oliveira; Patrícia Regina Infanger Campos; Guilherme Silva de Oliveira; Eliane Marques Mendonça

Palavras-chave:

Surdez, Educação Especial, Educação Inclusiva

Sinopse

A primeira imagem que fiz durante a leitura do livro Surdez e educação inclusiva, organizado por Claudia Regina Mosca Giroto, Sandra Eli Sartoro de Oliveira Martins e Ana Paula Berberian, foi a de que participava de uma roda de conversa, de um diálogo com profissionais especialistas que tiram potência do precário e, além disso, produzem uma grande abertura para a compreensão e o enfrentamento de situações em relação às quais o comum tem sido o comportamento estereotipado ou gestos cronificados. Quando digo que tiram potência do precário, quero dizer que trabalham com situações em que é preciso pensar diferente o diferente – e essa é uma luta feroz –, olhar para crianças e adolescentes surdos buscando compreender o modo como fazem a leitura e a significação de suas vivências no cotidiano das instituições para além do que já foi pensado cientificamente. Fazer leituras, interpretações, intervir, buscar parcerias, estruturar encontros que possam criar condições para a compreensão e a constituição de um sujeito surdo, que se auto-afirma no reconhecimento do outro e de suas potencialidades.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Regina Mosca Giroto

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC/UNESP/ Campus de Marília/SP. Mestrado e Doutorado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da FFC/UNESP. Coordenadora do Projeto de Implantação do Centro de Formação, Extensão e Pesquisa em Inclusão – CEFEPI/FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Docente do Departamento de Educação Especial da FFC/UNESP/Campus de Marília/SP. Tem experiência em Fonoaudiologia Educacional, linguagem escrita, intersetorialidade saúde-educação, Educação Inclusiva; Educação Especial; e formação de professores. Professora Pesquisadora em Atendimento Educacional Especializado, na modalidade de Educação a Distância (Convênio UNESP/SECADI/UAB/CAPESMEC). Membro do Grupo de Pesquisa “Diferença, Desvio e Estigma”/CNPq.

Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins

Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atualmente, é Professora Assistente Doutora do Departamento de Educação Especial e do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Marilia. Tem experiência na área de Formação de professores, atuando com a educação especial na perspectiva da educação inclusiva, principalmente, nos seguintes temas: formação de professores, linguagem e surdez.

Ana Paula Berberian

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987), Mestrado em Distúrbios da Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993), Doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999) e Pós-Doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Paraná (2006). Atualmente, é Professora Adjunta da Universidade Tuiuti do Paraná, atuando nos cursos de Graduação em Fonoaudiologia e no Programa de Doutorado e Mestrado em Distúrbios da Comunicação. Participa da Linha de Pesquisa Fonoaudiologia e os Processos de Linguagem. Tem experiência na área de Fonoaudiologia com ênfase nos seguintes aspectos: letramento, linguagem escrita, linguagem oral, intersetorialidade saúde-educação e educação inclusiva.

Ana Claudia Balieiro Lodi

Possui Graduação em Fonoaudiologia (1987) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Mestrado em Educação (1996) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (2004) também pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Desenvolve pesquisas na área de educação de surdos, desde 1992, mais especificamente, na compreensão dos processos de aprendizagem da linguagem escrita por sujeitos surdos, considerando a língua portuguesa como segunda língua. Nesse período, iniciou seus estudos em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e hoje desenvolve pesquisas sobre essa língua, em uma perspectiva discursiva e enunciativa da linguagem. Em 2003, passou a atuar em projetos junto a Secretarias Municipais de Educação, visando à implantação de propostas educacionais para surdos, realizando a capacitação de professores regentes, professores surdos e intérpretes de Libras - Língua Portuguesa na prática cotidiana escolar com esses alunos. Desde 2009, coordena a proposta de educação bilíngue para surdos na Rede Municipal de Santa Cruz das Palmeiras. É Professora Doutora da Universidade de São Paulo (USPRP), na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - Departamento de Educação, Informação e Comunicação - e coordena o Laboratório de Apoio Pedagógico em Linguagens e Educação Especial deste Departamento. Tem realizado pesquisas principalmente nos seguintes temas: educação bilíngue para surdos, estudos sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras), desenvolvimento de linguagem (Libras) por crianças surdas, ensino da Língua Portuguesa como segunda língua para surdos, e formação do tradutor-intérprete de Libras-Língua Portuguesa.

Ana Cristina Guarinello

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1992), Mestrado em Educação pela Universidade de Bristol (1994) e Doutorado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal do Paraná (2004). Atualmente, é Professora Adjunta do Curso de Graduação em Fonoaudiologia e do Mestrado e Doutorado em Distúrbios da Comunicação da Universidade Tuiuti do Paraná. Tem experiência na área de Fonoaudiologia, com ênfase em Surdez, atuando principalmente nos seguintes temas: linguagem escrita, bilinguismo surdos, surdez atenção, reabilitação surdez, grupos de famílias, grupos de afasia.

Ana Paula de Oliveira Santana

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade de Fortaleza. Mestrado e Doutorado em Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem (IEL/UNICAMP). Docente do Curso de Fonoaudiologia e da Pós-Graduação em Linguística da UFSC. Líder do grupo de pesquisa Linguagem, Cognição e Audição: implicações para a Saúde e Educação. Coordenadora do Projeto de Pesquisa Fonoaudiologia, Linguagem e Inclusão. Tem experiência em Fonoaudiologia Educacional, Neurolinguística, Letramento, Educação Inclusiva e Formação de Professores.

Cristina Broglia Feitosa de Lacerda

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Universidade de São Paulo (1984), Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1992) e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1996). Atualmente, é Professora Adjunta II da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no Curso de Licenciatura em Educação Especial e no Programa de Pós-Graduação em Educação Especial - PPGEEs. Experiência na área da Fonoaudiologia, com ênfase em Surdez, e atuação na área educacional desde 1996. Vem coordenando programas de Educação Inclusiva Bilíngue junto a redes municipais de ensino – Campinas e São Paulo, capacitando gestores, professores e outros profissionais. Interesse em pesquisa na atuação do intérprete educacional de Língua de Sinais. Pós-doutorado no Centro de Pesquisa Italiano (CNR ROMA), em 2003. Consultora de diversas agências de fomento e assessora para a área de surdez.

Daniel Vieira da Silva

Possui Doutorado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná (2007), Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Tuiuti do Paraná (2002), Pedagogo (UTP - 2000), Psicomotricista (CCT- Curitiba, 1986), Titular da Sociedade Brasileira de Psicomotricidade (SBP-019/94). Tem formação complementar em Psicomotricidade Relacional (AECR Barcelona, 1993), Análise Corporal da Relação (SIAC França, 1997), Abordagem Terapêutica Sistêmica e Terapia de Energia Abordagem Corporal de Base Bioenergética (NPC - Curitiba, 1987). Atualmente, além da atividade docente como Professor Universitário, leciona em cursos de especialização e formação continuada e é colaborador do Centro de Estudos da Atividade Humana Movimento consciência pelo corpo/Curitiba. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação infantil; educação especial; educação psicomotora; corpo, educação e trabalho; política e gestão da educação, fundamentos da educação e metodologia da pesquisa.

Daline Backes Eyng

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Faculdade Assis Gurgacz – FAG – e Assistência Social pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Mestre em Distúrbios da Comunicação pela Universidade Tuiuti do Paraná – UTP. É docente dos Cursos de Graduação em Fonoaudiologia da Faculdade Assis Gurgacz - FAG e Faculdade Global de Umuarama - FGU. Possui experiência na área de Fonoaudiologia, com ênfase nos temas: surdez, bilinguismo e educação especial e inclusiva.

Ivani Rodrigues da Silva

Possui Graduação em Linguistica (1981) pelo Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Mestrado em Linguistica, também, pelo Instituto de Estudos da Linguagem – IEL – da Universidade Estadual de Campinas (1998), Doutorado em Linguistica Aplicada, área de concentração de Educação Bilingue, pelo Instituto de Estudos da Linguagem – IEL – da Universidade Estadual de Campinas (2005). É pesquisadora do CEPRE/FCM/UNICAMP onde coordena o Programa de Aprimoramento da FUNDAP na área da Surdez, desde 1995 Este Curso, em nível de pós-graduação Lato-Sensu recebe profissionais formados nas áreas de Letras, Linguistica, Fonoaudiologia e Pedagogia para formação em serviço na área de ensino de português como L2 para surdos em um Programa Bilingue para crianças e jovens surdos da rede regular de ensino. É professora do Curso de Fonoaudiologia da UNICAMP , sendo responsável pela disciplina de introdução de Libras e por projetos na área de ensino de português para surdos, além de ser responsável pelo estágio de Leitura/Escrita. Docente do Curso de Mestrado Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação da FCM/Unicamp. Tem realizado pesquisas principalmente nos seguintes temas: educação bilíngue de minorias, estudos sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras), construção de materiais didáticos para o ensino de Libras e na área da aquisição de leitura/escrita. Atua, também, na formação de professores de alunos surdos no CEFIEL – Centro de Formação Continuada de Professores do Instituto de Estudos da Linguagem – IEL – na área do Ensino na Diversidade.

Maria Cecília de Moura

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1972), Mestrado em Distúrbios da Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1984) e Doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996). Atualmente, é professora titular do Curso de Fonoaudiologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Conselheira Suplente do Conselho Federal de Fonoaudiologia. Representante do Conselho Federal de Fonoaudiologia na Comissão Intersetorial de Saúde da Pessoa com Deficiência no Ministério da Saúde. Tem experiência na área de Fonoaudiologia, com ênfase em Linguagem, Linguagem e Surdez, atuando principalmente nos seguintes temas: surdez, língua de sinais, Libras, atuação fonoaudiológica e educação do surdo. Autora do livro: O Surdo – Caminhos para uma Nova Identidade.

Maria Silvia Cardoso Carneiro

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Docente do Departamento de Estudos Especializados em Educação, ministra disciplinas nos cursos de Pedagogia e Licenciatura em Matemática da UFSC. Atua nas áreas de Organização Escolar e Educação Especial. É presidente do Comitê de Acessibilidade da UFSC.

Sandra Regina Leite de Campos

Possui Graduação em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – 1990, Especialização em Deficiência Visual e Surdez, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – 1998 – e Mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) – 2009. Atualmente, coordena o Programa de Estimulação de Desenvolvimento – PED – do Centro de Educação para Surdos Rio Branco da Fundação de Rotarianos de São Paulo, é professora Assistente da Universidade Federal de São Paulo – Campus Guarulhos – e professora convidada da Universidade Mackenzie no Curso de Especialização “Formação Específica para Educadores da Rede Municipal de Ensino em Serviços de Educação Especial do município São Paulo”.

Silvana Elisa de Morais Schubert

Possui Mestrado em Educação pela Universidade Tuiuti do Paraná (2012), Graduação em Pedagogia pela Universidade do Oeste Paulista (2000). Especialista em Educação Especial pelo Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão (2001), Educação Infantil, pela Universidade Castelo Branco (2004) e Educação Bilíngue para Surdos: Libras-Língua Portuguesa, pela Faculdade Maringá (2008). Atua como professora do Ensino Fundamental desde o ano de 1996, no município de Araucária, na Educação Especial desde 1999, como intérprete de Língua Brasileira de Sinais, desde 2004, e no Ensino Superior EAD, Faculdade Educacional da Lapa (FAEL-EADCON), desde 2008. Professora no nível superior de ensino FAEL (EAD- 2012), voluntária na Federação Nacional de Integração e Educação de Surdos, participante como intérprete Libras/Português nos seminários realizados no Estado do Paraná. Possui certificação nacional de Proficiência em Língua Brasileira de Sinais-Libras, Proficiência em Tradução e Interpretação de Libras/Língua Portuguesa/Libras na categoria ouvintes fluentes em Libras com escolaridade de nível superior pelo Ministério de Educação – Governo Federal (PROLIBRAS/2006), certificado de intérprete-tradutor de Libras-Língua Portuguesa pela Secretaria do Estado do Paraná e pela FENEIS (Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos). Membro avaliador das bancas de avaliação de intérpretes de Libras-FENEIS-PR, em regime voluntário. Coordenadora do núcleo do Serviço Educacional de Apoio à Inclusão no Trabalho e da Área da Surdez no Departamento de Educação Especial em Araucária (2012). Trabalha em cursos de Libras, ministra cursos sobre educação inclusiva de surdos e função do intérprete pela Secretaria de Educação do município de Araucária.

Zélia Z L. de C. Bittencourt

Assistente Social graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1982), Mestrado (1998) e Doutorado (2003) em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atua na área da surdez do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Prof. Dr. Gabriel Porto (CEPRE), no Curso de Fonoaudiologia e no Programa de Mestrado Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação da FCM/UNICAMP. É membro do Comitê Editorial da Revista Serviço Social & Saúde da Universidade Estadual de Campinas. Atua na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Serviço Social Aplicado, nos seguintes temas: transplante renal, deficiência visual, surdez, família, qualidade de vida, reabilitação e inclusão social.

Zilda Maria Gesueli

É formada graduação em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1982), mestrado em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1988) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Docente do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação "Prof. Dr. Gabriel Porto" ministrando disciplinas no curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Lingüística Aplicada, atuando principalmente nas seguintes áreas: surdez, linguagem, educação, língua de sinais e letramento.

Publicado

December 22, 2012

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-315-1

Date of first publication (11)

2012

Dimensões físicas

160mm x 230mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF

Dimensões físicas