Mulheres, Gênero e Sexualidades na sociedade - diversos olhares sobre a cultura da desigualdade - Volume I

Autores

Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar
http://orcid.org/0000-0002-9833-0635

Palavras-chave:

Mulheres - Condições sociais, Identidade de gênero, Sexo, Igualdade, Direitos humanos, Violência contra mulheres, Violência contra minorias sexuais

Sinopse

Esta coletânea é resultado do incansável comprometimento de Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo com a sistematização e a divulgação do debate de gênero nas Ciências Humanas em suas mais variadas áreas.
Este volume articula as temáticas de gênero e de direitos humanos contribuindo para a reflexão sobre temas ainda hoje considerados polêmicos e, atualmente, sob a mira do ataque antigênero.
Com diferentes perspectivas os textos aqui compilados nos ajudam a resgatar um longo trajeto no qual as distintas dimensões da ampliação dos direitos humanos sob a ótica das relações de gênero enfrentam a produção das desigualdades impostas às mulheres e às pessoas LGBTQIA+ em suas múltiplas formas de opressão. Mas vai além ao registrar também a resistência e a construção de uma cidadania ampliada capaz de conquistas coletivas criadas e fortalecidas na ação conjunta.
Em tempos de desafios extremos impostos pela pandemia causada pelo novo coronavírus com a intensificação da morte e da subalternização de mulheres e de pessoas que fazem parte da comunidade LGBTQIA+ fica o convite à leitura de uma obra de importante contribuição ao considerar as relações sociais de gênero como dimensão que estrutura as desigualdades sociais e impulsiona a luta por direitos.

Cláudia Vianna
Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP)

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg   

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Administração e Supervisão Escolar

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991), mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997), doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2003) e pós-doutorado em Educação pela Universidade do Minho-Braga-Portugal (2007). Investigadora visitante no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (2007). Professora assistente doutora efetiva do Departamento de Administração e Supervisão Escolar, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Marília. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas e Políticas Educacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão democrática, direitos humanos, gênero, cidadania e educação. Lider do Grupo de Pesquisa NUDISE- Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual na Educação, Membro do NUDHUC-Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania de Marília e do Observatório de Educação em Direitos Humanos da UNESP.

Adenize Aparecida Franco

Doutora em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e graduada em Letras Português - Literatura pela Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO).

Ana Cláudia dos Santos Rocha

Professora Adjunta do Curso de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas. Coordenadora do Grupo de Pesquisa: Políticas Públicas e Direitos Fundamentais. Membro da Rede Latino-americana e Caribenha de Educação em Direitos Humanos – RedLaCEDH. Doutora em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados/MS.

Ana Laura Bonini Rodrigues de Souza

Mestranda pelo programa de Pós-Graduação em Educação na Faculdade de Filosofia e Ciências, da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP/, Campus de Marília - SP, na linha de história e filosofia da Educação, sob orientação da Dra. Rosane Michelli de Castro, possui graduação em Direito pelo Centro Universitário Eurípides de Marília - UNIVEM (2017). Tem como interesse de pesquisa os seguintes temas: Educação, História da Educação, Gênero, Direitos Humanos das mulheres, Mulheres professoras. Faz parte do corpo editorial da Revista do Instituto de Políticas Públicas de Marília - IPPMar. É integrante dos Grupos de Estudos e Pesquisas: HiDEA-Brasil - História das disciplinas escolares e acadêmicas no Brasil (Saberes, práticas e culturas escolares e acadêmicas), e, NUDISE - Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual na Educação, ambos na UNESP/ Campus de Marília. É amante das artes, feminista, bailarina de dança oriental e cigana, com experiência de cantora nos gêneros musicais de música popular brasileira e pop rock e também poetisa, utiliza sua atuação militante e científica com o objetivo de dar voz às mulheres que sofrem diariamente os mais diversos tipos de violência.

Ana Maria Klein

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo, graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Educação (área temática Psicologia e Educação) pela Universidade de São Paulo. Professora do Departamento de Educação, da Universidade Estadual Paulista, UNESP campus São José do Rio Preto e do Programa Multidisciplinar Interunidades de Pós Graduação Strictu Sensu: Ensino e Processos Formativos (UNESP São José do Rio Preto/Ilha Solteira e Jaboticabal).

Antônio Rodrigues Neto

Mestre em Direitos Humanos pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Professor Nível IV - Grau A do curso de Direito da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Coordenador do Desconstrua - Grupo de Pesquisa em Direitos Fundamentais, Políticas Públicas e Minorias.

Arilda Ines Miranda Ribeiro Ribeiro

Doutora em Filosofia e História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1987 e 1993), Livre-Docente em Estrutura e Funcionamento da Educação Básica (2000) e Professora Titular em História da Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012). Criou em 2003 o NUDISE-Núcleo de Diversidade Sexual em Educação e em 2015 o GPECUMA-Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte (FCT/UNESP). Fez parte da Pesquisa sobre Homosuicídio (Unesp Assis) do programa Dst/Aids (Ministério da Saúde) e atuou no GDE (Gênero e Diversidade na Educação-UaB/Unesp-Rio Claro). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação e da Formação de Professores no Brasil, principalmente nos seguintes temas: formação de professores presenciais e EaD, diversidade sexual, gênero, história da educação, história das instituições escolares e em gestão educacional. Possui diversos livros e artigos publicados sobre Educação Feminina, Gestão Educacional e História das Instituições Escolares. Aposentou-se do Curso de Graduação em Pedagogia (1992-2016), da Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) no Programa de Educação da FCT-Unesp (2001-2019), e hoje atua como membro do Instituto Histórico e Genealógico de Campinas- SP.

Carlos Rodrigues Brandão

Nasceu no Rio de Janeiro em 1940. É licenciado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1965), mestre em Antropologia pela Universidade de Brasília (1974) e doutor em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1980). É livre docente pela Universidade Estadual de Campinas. Realizou pós-doutorado na Universidade de Perugia e na Universidade de Santiago de Compostela. É ‘fellow’ do St Edmund’s College da Universidade de Cambridge. Atualmente é professor emérito e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Estadual de Campinas. Possui experiência em Antropologia, com ênfase em Antropologia camponesa, Antropologia da religião, cultura, etnia e educação. Desde 1963 é um educador popular. É comendador do mérito científico pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, doutor honoris causa pela Universidade Federal de Goiás, professor emérito da Universidade Federal de Uberlândia e professor emérito pela Universidade Estadual de Campinas. Seus livros e outros escritos podem ser livremente encontrados e acessados em www.apartilhadavida.

Circe Milena Zamorano Chávez

Licenciatura en Ciencias de la Comunicación en la Universidad La Salle. Maestría en Trabajo Social, con mención honorífica, en la Escuela Nacional de Trabajo Social de la Universidad Nacional Autónoma de México, UNAM. Colaborada en el Centro de Investigación y Estudios de Género, ENTS, UNAM. Docente en la UNAM.

Cláudia Pereira Vianna

Professora e pesquisadora sênior no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP), com ênfase em Política Educacional, Relações de Gênero e Diversidade Sexual. Possui doutorado e livre-docência em Educação, ambos pela USP, e pós-doutorado em Sociologia e Gênero na Universidad Autónoma de Madrid. Além de diversos artigos, publicou os livros: Os nós do nós: crise e perspectivas da ação coletiva docente em São Paulo (Xamã, 1999) e Políticas de Educação, Gênero e Diversidade Sexual (Autêntica, 2018), Gênero e Educação (Autêntica, 2020, com Marília Carvalho).

Diana Patrícia Ferreira de Santana

Bacharel e Licenciada em Filosofia pela USP, Licenciada em Matemática pela USP, Mestre em Educação Matemática pela USP, Doutora em Educação pela Unicamp. É Professora efetiva do Instituto Federal do Paraná, campus de Jaguariaíva e Pesquisadora do Grupo de Estudos Interdisciplinares: Práticas Compartilhadas na Sala Quatro.

Eliana Cristina Pedroso de Oliveira

Professora na Educação Básica e Educação Especial- Município de Ourinhos-SP. Experiência na área de Educação - Ensino-Aprendizagem. Graduada em Ciências Biológicas (UNIFIO), Pedagoga- Instituto de Ensino superior (COC), Letras Libras- Faculdade Eficaz Maringá-PR e Letras Língua Portuguesa-Faculdade Estácio de Sá. Mestra em Educação pela Pós graduação e Docência para Educação Básica -UNESP -Bauru. Grupo de Pesquisa CNPq: Tradução, Léxico e Interculturalidade-Unesp Assis-SP.

Eunice Macedo

Professora Auxiliar na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), principalmente, nas áreas de cidadanias e diversidade, avaliação em educação e formação e métodos de intervenção em educação. É investigadora do Centro de Investigação e Intervenção Educativas da mesma faculdade. Seus interesses de pesquisa cruzam cidadania, educação e gênero, nomeadamente: cidadania educacional, educação como direito social, aprendizagem com artes, desengajamento escolar, políticas educacionais; gênero na educação e cidadania, feminilidades e masculinidades jovens, participação das mulheres, violência sobre as mulheres, de um ponto de vista interseccional. Tem ampla experiência em pesquisas e redes colaborativas internacionais, destacando: pesquisadora principal em Portugal dos projetos Erasmus + “Sustaining Teachers and Learners with the Arts, Relational Health in European Schools” e “Learning in a New Key: Engaging Vulnerable Young People in School Education”; pesquisadora nos projetos “Teaching for Holistic, Relational and Inclusive Early Childhood Education”, “Reducing Early School Leaving in the EU”e no projeto “Xeno-Tolerance Supporting VET Teachers and Trainers to Prevent Radicalisations”. Co coordena o projeto nacional “EduTransfer - Aprender através de diversos contextos educativos: Transferibilidade de práticas promissoras no quadro do Horizonte 2020”. É vice-presidente da direção do Instituto Paulo Freire de Portugal. Membro da Rede Mulheres Vivas (transnacional) e da Rede Social Justice and Intercultural Education da EERA. Autora de vários trabalhos, sua pesquisa apoia a intervenção junto às comunidades, em busca de formas de educação e vida ligadas à felicidade e à realização pessoal, mediatizadas pelo mundo.

Flor de Maria Meza Tananta

Es Doctoranda en Derechos Humanos, por la Universidad de Lanús, Argentina. Cuenta con un Master en Derecho, con énfasis en Derechos Humanos y Derecho Constitucional, por la Universidad Católica del Uruguay. También es Diplomada en Derechos Humanos por la Asociación de Universidades Jesuitas de América Latina y el Instituto Interamericano de Derechos Humanos. Es Abogada, graduada en la Pontificia Universidad Católica del Perú. Es Profesora Adjunta e integra el Grupo Derecho y Género de la Facultad de Derecho de la Universidad de la República (Udelar). Es Profesora invitada en la Maestría sobre Infancia y Políticas Públicas de la Udelar. Actualmente se desempeña como Profesora Adjunta en el cargo de Coordinadora del Área Derechos Humanos de la Unidad Académica del Servicio Central de Extensión y Actividades en el Medio de la Udelar.

Gisella Evangelisti

Estudió literatura en Pisa, antropología en Lima y mediación de conflictos en Barcelona. Trabajó durante veinte años en la cooperación internacional en Perú, como representante de ONG italianas y como consultora de UNICEF en varios países de América Latina. Ha publicado libros y materiales didácticos sobre pueblos indígenas de Centro América y de la Amazonía peruana, como el cd rom "Tsamaren, Con Todo orgullo", desarrollado con metodología participativa, sobre historia, cultura, vida de diez pueblos amazónicos. Además ha escrito dos novelas sobre vida y trabajo de dos mujeres comprometidas con la educación de las niñas andinas (“Una vita firmata”, Padova 2000) o de la niñez amazónica (Mariposas Rojas, Lima 2010). Colabora como freelance con diferentes medios de comunicación italianos y latinoamericanos.

Jamilly Nicácio Nicolete

acharel e Licenciada em História pela Universidade Federal de Viçosa, Licenciada em Pedagogia, pela UNIFRAN, Mestra em História e Sociedade com ênfase em História Cultural, pela Faculdade de Ciências e Letras - UNESP, Campus de Assis, com bolsa concedida pelo CNPq e Doutora em Educação pela Faculdade de Ciências e Tecnologia - UNESP, campus de Presidente Prudente, com bolsa de Doutorado FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e Bolsista de Estágio de Pesquisa no Exterior - BEPE/ FAPESP na Universitat de València, Espanha. Durante seu Estágio de Pesquisa no Exterior ministrou aulas na disciplina de Pedagogia Social. Tem diversas publicações nacionais e internacionais relacionadas a essas temáticas. Membro do NUDISE - Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual na Educação. É palestrante e atuante em projetos nas áreas de Cidadania, Gênero, Feminismos, Políticas Públicas em Educação e Violência contra a Mulher. Presidenta da Casa Maria de Araçatuba.

Jane Soares de Almeida

Graduada em Pedagogia e Artes Industriais. Mestra em Educação pela Universidade Federal de São Carlos; Doutora em História e Filosofia da Educação pela USP-SP; Pós-doutora por pela Harvard University, Estados Unidos, e pela Universidad Autónoma de Barcelona, Espanha - FAPESP. Professora aposentada do Departamento de Educação da Universidade Estadual Paulista, UNESP/ Araraquara. Atuou como docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISO. Liderava o GEHE - Grupo de Estudos de História da Educação (Gehe) - Universidade de Sorocaba-SP. Pesquisadora do CNPq. Desenvolveu estudos na área de História da Educação, formação de professores, gênero e diversidade cultural. É autora de diversos trabalhos nacionais e internacionais que abrangem essas temáticas. Faleceu em 2018 depois de anos contribuindo com a História da Educação Brasileira, nos deixando com uma imensa saudade.

Jeniffer Ribeiro Pessôa

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) (2020-), Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), campus de Marília (2018) (Bolsa CAPES). Possui graduação de bacharelado em Direito pela Faculdade de Presidente Prudente (FAPEPE) GRUPO UNIESP (2011). Pós graduada em Direito Civil pelo Instituto Brasil de Ensino (IBRA) (2020). Pesquisadora nas áreas de políticas públicas educacionais, educação e diversidade, direitos humanos, educação especial e igualdade de gênero.

Joicimar Cristina Cozza

Graduada em Psicologia pela UNESP/ Assis; Especialista em Ensino e Aprendizagem pela Universidade de São Paulo - USP; Mestra em Ciência com ênfase em Saúde Coletiva pelo Programa de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP. Docente do Centro Universitário Católico Auxilium de Araçatuba/ Salesiano e da Fundação Educacional de Penápolis/ FUNEPE. Desenvolve estudos na área de Violência, Gênero, Diversidade, Bullying, com publicações concernentes a esses temas. Compõe equipe editorial de três revistas científicas do UniSalesiano, nas áreas de saúde e de humanidades. Palestrante e atuante em projetos nas áreas de Cidadania, Gênero, Feminismo, Políticas em Saúde Mental e Psicologia Institucional e da Comunidade.

Jorge Luís Mazzeo Mariano

Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista - Unesp (Câmpus de Presidente Prudente). Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Graduado em Pedagogia pela FCT/Unesp. Está vinculado ao Núcleo de Diversidade Sexual na Educação - Nudise, ao Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte - Gpecuma e coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas Histórias e Memórias da Educação (Hismee). É professor do curso de Pedagogia e docente permanente do Mestrado em Educação na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS (Câmpus do Pantanal).

José Alberto Baeza Villamil

Licenciatura en Sociología, Maestría y Doctorado en Administración Pública. Profesor en la Escuela Nacional de Trabajo Social de la Universidad Nacional Autónoma de México, (UNAM). Docente del Doctorado en el Instituto de Estudios Superiores en Administración Pública, (IESAP).

Julia Del Carmen Chávez Carapia

Licenciada en Trabajo Social. Escuela Nacional de Trabajo Social-UNAM. Doctora en Sociología y Maestra en Sociología, por la Facultad de Ciencias Políticas y Sociales, UNAM. Con especialización en Estudios de Género; Democracia y Participación Social. Posdoctorado en Gobierno y Política Pública. Profesora de Carrera de Tiempo Completo de la ENTS-UNAM. Coordinadora del Centro de Investigación y Estudios de Género de la ENTS, UNAM. Coordinadora del Programa de Maestría en Trabajo Social, ENTS-UNAM.

Keith Daiani da Silva Braga

Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás com atuação no curso de Pedagogia. Possui graduação em Pedagogia (2009), mestrado em Educação (2014) com o financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo-FAPESP e doutorado em Educação (2019), pelo programa de pós-graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista-UNESP e estágio de doutorado no exterior (2017- 2018) na UACM-Universidad Autónoma de la Ciudad de México financiado pelo Programa Doutorado-Sanduíche no Exterior da CAPES. Desde o início de sua trajetória acadêmica é integrante do grupo de pesquisa NUDISE-Núcleo de Diversidade Sexual na Educação, e se interessa por temas relativos as vivências educativas de gênero e sexualidade nos tempos da infância, juventude e vida adulta no contexto das instituições educacionais.

Leonardo Lemos de Souza

Livre docente em Psicologia do Desenvolvimento (Unesp) e Doutor em Educação (Unicamp). Professor dos Programas de Pós-Graduação em Psicologia (Assis) e Programa de Pós-Graduação em Educação (Marília) da Unesp Membro do GT Psicologia, Políticas e Sexualidades da Associação Nacional de Pós-graduação em Psicologia – ANPEPP.

Luiz Henrique Moreira Soares

Doutorando e mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Ibilce), Campus de São José do Rio Preto. Graduado em Letras/ Inglês pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus de Jacarezinho. Integrante do grupo de pesquisa Gênero e Raça da UNESP/Ibilce. Atua nas seguintes áreas: literatura contemporânea, estudos de gênero, estudos queer, narrativas de mulheres trans.

Marcio Rodrigo Vale Caetano

Pós-doutor em Currículo (2019), com apoio do PNPD-CAPES, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenador do Centro de Memória LGBTI João Antônio Mascarenhas (UFPEL/UFES). Graduado em História pela UERJ (2000), com mestrado (2005) e doutorado em educação (2011) pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Docente na Faculdade de Educação e do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Colaborador no Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Os seus temas de interesse e pesquisa são: 1. currículos e culturas; 2. masculinidade(s) e 3. população lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual e 4. estudos decoloniais e subalternos.

Mariângela Spotti Lopes Fujita

Professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (Unesp) concluiu o doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo em 1992. Realizou concurso público de Análise Documentária e Linguagens alfabéticas documentais pela Faculdade de Filosofia e Ciências Unesp - Marília em 2003 e como Titular em Indexação em 2010. Atualmente desenvolve atividades de pesquisa com bolsa de Produtividade em Pesquisa nível 1B do CNPq. É membro das sociedades científicas de sua especialidade: Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação - ANCIB e Capítulo Brasileiro da International Society for Knowledge Organization-ISKO, no Brasil e no exterior, International Society for Knowledge Organization - ISKO. Foi assessora do comitê da área de Comunicação, Artes e Ciência da Informação do CNPq. É assessora ad hoc de agências e participa como revisor e membro de Comitês Científicos de revistas científicas em Ciência da Informação no Brasil e no exterior. Participou do grupo de pesquisadores que criou e implantou o Instituto de Políticas Públicas de Marília (IPPMar) e Rede Mulheres Vivas da Faculdade de Ciências - Campus de Marília. Atualmente é membro do Conselho e também gestora do Portal de Periódicos Eletrônicos da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp - Marília.

Nuria Piñol

Abogada graduada con honores, con orientación en Derecho Penal y Derecho Internacional Público de los DDHH, Universidad de Bs.As., Argentina, 1999. Maestranda en DDHH, Estado y Sociedad, UNTREF, Argentina. Asistente de investigación en el Proyecto "Operación Cóndor: Rendición de cuentas por crímenes transnacionales en Sudamérica", Univ. de Oxford, 2017-2018. Consultora académica del Observatorio de DDHH Luz Ibarburu, Uruguay, en 2017. Integrante del Grupo “Género y Derecho”, Facultad de Derecho, UdelaR, Montevideo, entre 2016 y 2018 y docente invitada del Curso de posgrado "DDHH, Género y Terrorismo de Estado" de esa Facultad, 2017-2018. Diseñó y dictó seminarios de capacitación y talleres para fiscales y funcionarios en Argentina y Uruguay sobre el juzgamiento de crímenes de lesa humanidad, género y derechos humanos y expositora en seminarios y talleres locales en esos países e internacionales sobre estos puntos. Autora de distintos artículos sobre esos temas y derecho penal. Trabajó en el Poder Judicial, Consejo de la Magistratura, Ministerio de Justicia y Ministerio Público Fiscal de ese país. Se desempeñó en la Procuraduría de Crímenes contra la Humanidad y, desde 2010, fue fiscal ad hoc en distintas causas de esta naturaleza desde 2010 y auxiliar fiscal desde 2018 hasta la actualidad.

Paola Melchiori

Paola Melchiori’s background is in philosophy, anthropology and psychoanalysis. In the seventies she left the University to work as a teacher and a director of the Union’ s Formation Center for Adult Education. She is the co/founder and past president of The Women’s Free University in Milan (1986), of the Research and Intercultural Education Association Crinali (1996-2001), of the International Feminist University Network, (2001-2009), all “free universities”, international think-thank for women’s critical thinking and education. Their goal was to create free spaces of critical thinking, teaching and learning in order to develop and make visible new paradigms of knowledge based on women’s ways of knowing and learning, working in an interdisciplinary way across cultures, classes and specializations. In the eighties/nineties she has worked in International Development, mainly in Africa and Latin America, in women’s education projects, forming an international network of academics, artists, social activists, aiming at creating a meaningful holistic knowledge, interdisciplinary and action oriented. She is author of three books, and has written on feminist theory and on the topics of knowledge creation. Feminist theorist and writer, author of books/videos/articles on feminist issues,,, has created nationally and internationally, free spaces of critical thinking, based on the model of the Free Universities. Their main idea is to develop and make visible new paradigms of knowledge based on women’s ways of knowing, working in an interdisciplinary way across cultures, classes and specializations.

Raul Aragão Martins

Psicólogo pela Faculdade Salesiana de Filosofia Ciências e Letras de Lorena (1977), Mestre (1986) e Doutor (1991) em Psicologia, pela Fundação Getúlio Vargas - RJ. Pós-Doutorado em Drogadependência pela “The University of Washington” (Seattle, USA). Atualmente é professor associado do Departamento de Educação do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e credenciado como professor e orientador no Programas de Pós-Graduação em Educação, da mesma universidade, campus de Marília. Investiga questões ligadas ao Desenvolvimento Social e da Personalidade, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento sociomoral, uso de álcool e outras drogas por adolescentes, desenvolvimento infantil, educação infantil e crianças adolescentes em situação de vulnerabilidade.

 

Rodrigo Duarte Fernandes dos Passos

Doutor em Ciência Política pela USP e Livre-Docente em Teoria das Relações Internacionais pela Unesp. É Pesquisador do Instituto de Estudos Econômicos e Internacionais da Unesp. É Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Vice-Chefe do Departamento de Ciências Políticas e Econômicas, ambos da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp de Marília.

Rosiney Aparecida Lopes do Vale

Graduada em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Assis (2000), mestre em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -Unesp/Assis (2005), doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Marília (2015). Atualmente é professora adjunta dos cursos de Letras (Português/Inglês e Português/Espanhol) do Centro de Letras, Comunicação e Artes da Universidade Estadual do Norte do Paraná, campus de Jacarezinho. É integrante do Grupo de Pesquisas Preservação dos Bens Culturais: História, Memória, Identidades e Educação Patrimonial da UENP/CJ, do Núcleo de estudos afro-brasileiros e indígenas (Neabi) - UENP e da Comissão de Acompanhamento das Ações Afirmativas (Caaf) - UENP. Atua, principalmente, na área de Letras e da Educação com ênfase na Formação inicial e continuada de Professores, Estudos afro-brasileiros, Políticas Educacionais e curriculares, Linguística Aplicada, Língua Portuguesa e Língua Latina.

Sofia Almeida Santos

Assessora do Ministro da Educação de Portugal. É membro integrado do Centro de Investigação e Intervenção Educativas da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Foi investigadora pós-doc no projeto internacional de grande escala “RESL.eu – Reducing Early School Leaving in the EU” [2013-2018]). Tem um Doutoramento Europeu (2015) e um mestrado (2009) em Ciências da Educação nas áreas de género, juventude, cidadania e educação sexual. Enquanto investigadora do CIIE, desde 2006, tem participado ativamente em diversos projetos científicos e de investigação, ao nível nacional e internacional, realizado várias mobilidades internacionais (Warwick University, Cambridge University; Leeds University; Mikolas Romeris University), assim como lecionado nas suas áreas de interesse. Entre 2017 e 2019, integrou o grupo de trabalho responsável pela elaboração da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, e promoveu diversos serviços de consultoria como perita em “Digital Citizenship Education” para o Conselho da Europa, membro do Conselho Cientifico-Pedagógico de Formação Contínua de professores, e consultora científica da Direção Regional dos Açores.

Sônia Aparecida Custódio

Coordenadora do NUAC Núcleo de Apoio à Comunidade da Famema e HC, presidente do Instituto UNCORA – Unidos contra o racismo, formada em Ciências Sociais, pela Universidade São Marcos, especialização em Sociologia, pela Faculdade Estácio de Sá, Mestre em Saúde e Envelhecimento pela Famema – Faculdade de Medicina de Marília; atualmente cursa especialização em Ciência Política pela Estácio de Sá.

Suelen Cristina Landi Ramos

Graduada em Psicologia pela Universidade de Marília (UNIMAR). Já atuou como coordenadora do Grupo de Estudos em Psicologia Social da UNIMAR, mediou palestras acerca das temáticas: Direitos Humanos, gênero, sexualidades e educação na Universidade Estadual Paulista (UNESP/FFC). Atualmente, trabalha como psicóloga clínica de orientação psicanalítica. Desenvolve estudos com ênfase em Psicologia Social e Psicanálise.

Tereza Cristina Albieri Baraldi

Atualmente advogada e professora na Academia de Polícia de São Paulo. Foi delegada de polícia (1991-2013), atuou na Delegacia de Defesa da Mulher, trabalhando diretamente com violência de gênero e violência sexual. Professora universitária na área de Direito Constitucional e Direitos Humanos. Professora na Academia de Polícia Dr Coriolano Nogueira Cobra (Policia Civil), leciona as disciplinas: Direitos Humanos, Ética Profissional, Violência de Gênero, Didática do Ensino Superior e Metodologia da Pesquisa Cientifica (nos cursos de Especialização da Academia). Graduada em Direito, com Especialização em Psicologia – violência sexual contra crianças e em Gestão de Segurança Pública e Justiça Criminal (ambos na USP); mestrado em Educação (Unesp) e em Direito (Univem), doutora em Educação (Unesp). Pesquisa Violência de Gênero, Direitos Humanos e Didática do Ensino para adultos. Membro fundador do Núcleo de Direitos Humanos de Marília desde 1987. Foi Secretária Municipal da Juventude e Cidadania de Marília (2014-2016).

Thais Emília de Campos dos Santos

Doutora e mestre em Educação na Unesp. Psicopedagoga. Consultora em Educação Inclusiva, Diversidade e Educação Sexual. Presidente e fundadora da ABRAI- Associação Brasileira Intersexo. Membro da Rede de Apoio a Familia e Pessoa Intersexo “Jacob (y) Cristopher”, parceria projeto Dê Coração/ ABRAI/Unifesp. Mãe de intersexo.

Publicado

December 23, 2020

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-84-2

Date of first publication (11)

2020

Dimensões físicas

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

978-65-86546-83-5

Date of first publication (11)

2020