Geografia do crime: interdisciplinaridade e relevância

Autores

Sueli Andruccioli Felix

Palavras-chave:

Geografo da crime, Criminalidade, Violência, Percepção do crime

Sinopse

A violência está nas ruas, na imprensa, nos estudos científicos e nos bate-papos de esquinas. É uma preocupação cotidiana, especialmente dos moradores de áreas metropolitanas que, acuados por sentimentos de medo e insegurança, vêm exigindo cada vez mais medidas punitivas (aprovação da pena ele morte) ou aplicando-as por si próprios (linchamemos).

As grandes cidades estão se transformando num campo de batalha e matando até mais. Enquanto na guerra da Bósnia morreu uma criança por dia, no Brasil eram assassinadas, sumariamente, cinco por dia (2.7, em São Paulo). São Paulo e Rio de Janeiro têm características criminais mais ou menos idênticas, com os maiores índices do Brasil, diferenciando-se apenas na autoria: no Rio eles são cometidos por pessoas reconhecidamente ligadas ao crime organizado e ao narcotráfico e, em São Paulo, a maioria é de autoria desconhecida.

 Selo Editorial:

 Unesp_Marília_Publcações2.jpg

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

February 18, 2002

Licença

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

Co-publisher's ISBN-13 (24)

85-86738-23-9

Date of first publication (11)

2002

Dimensões físicas

160mm x 230mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas