Relações Internacionais: polaridades e novos/velhos temas emergentes

Autores

José Blanes Sala (ed)
Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas.
https://orcid.org/0000-0001-6671-9024
Ana Lúcia Gasparoto (ed)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Palavras-chave:

Relações internacionais, Política, Economia, Paz, Meio ambiente

Sinopse

A presente obra surge como propósito natural de uma intensa jornada acadêmica, a VII Semana de Relações Internacionais da Unesp, onde ficam expostos as mais diversas reflexões, idéias e argumentos, por parte de professores, alunos de pós-graduação e pesquisadores ou intelectuais convidados. Trata-se de um trabalho coletivo, onde a união dos esforços solitários de cada participante, no caso, cada autor deste livro, financiado pela Capes, se centra nas observações dos últimos anos a respeito dos fenômenos mais importantes para as Relações Internacionais. Os referidos fenômenos formam um complexo caleidoscópio de novos e velhos temas. Política, economia, paz, meio ambiente e gênero: são alguns deles que nos serviram para agrupar os textos. Na verdade, nos escritos ora publicados há, em seu interior, também outros temas tão relevantes quanto os elencados, certamente também novos e velhos, mas todos eles atuais, objeto da percuciente análise dos nossos autores.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg     

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Blanes Sala, Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas.

Possui graduação em Direito pela Universidade de São Paulo (1982), cursou dois anos na Facultat de Geografia e História da Universitat de Barcelona (1977), mestrado em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo (2002). Foi pesquisador vinculado a projeto temático do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC e professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do ABC - UFABC, participa do Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais e é membro da Cátedra Sérgio Vieira de Mello da referida universidade. Tem experiência na área de Direito, Relações Internacionais e Políticas Públicas, com ênfase em Direito Internacional, Direito Constitucional, Direito Administrativo e Gestão Municipal, atuando principalmente nos seguintes temas: Integração Regional, Mercosul, União Européia, Paradiplomacia, Licitações, Contratos Internacionais, Direitos Humanos, Minorias, Migrações Internacionais e Refúgio. Trabalhou nas prefeituras de Santo André e de Diadema, bem como na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

Ana Lúcia Gasparoto, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Graduação em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (2002), Especialização em Metodologia da Ação Docente pela Universidade Estadual de Londrina (2004), Mestrado em Direito pelo Centro Universitário Eurípedes de Marília (2006), Doutorado em Ciências Sociais, Relações Internacionais e Desenvolvimento / Universidade Estadual Paulista (UNESP) (2013).

Luis Antonio Paulino, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Ciências Políticas e Econômicas.

Professor da Universidade Estadual Paulista - Unesp, na Faculdade de Filosofia e Ciências -FFC/Marília, nos cursos de graduação em Relações Internacionais e e pós-graduação em Ciências Sociais. Possui graduação em Engenharia pela Faculdade de Engenharia Industrial - FEI (1977), mestrado em Economia e Finanças Públicas pela Fundação Getúlio Vargas - FGV (1992) e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1998). É diretor do Instituto Confúcio na Unesp, Supervisor Convidado do programa MTCSOL (Master of Teaching Chinese Language to Speakers of Other Languages) da Universidade de Hubei, China e Pesquisador do Instituto de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Hubei, China. Foi assessor especial do Ministério da Fazenda(2003), secretário-adjunto da Secretaria de Coordenação Política e Assuntos Institucionais da Presidência da República (2004-2005) e Chefe das Assessorias do Ministério do Esporte (2012-2014). Trabalhou na Fundação Estadual de Análise de Dados - Seade como analista sênior na área de economia e desenvolvimento regional (1994-2006).

Norma Breda dos Santos, Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais.

Formada em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1981) e mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1985). Doutora em Relações Internacionais - Institut universitaire de hautes études internationales (Genebra, 1996). Atualmente é professora no Instituto de Relações Internacionais (Irel), Universidade de Brasília (UnB). Tem experiência na área de Relações Internacionais, História das Relações Internacionais e Direito Internacional Público, com as seguintes ênfases: organismos internacionais, multilateralismo, política externa brasileira e história das relações internacionais. Foi Tesoureira da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI) de 2005 a 2007, e Secretária Adjunta de 2007 a 2009. Foi editora da revista Cena Internacional de 2003 a 2008. Participou da Comissão Assessora de Avaliação da Área de Relações Internacionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep-MEC) de 2009 a 2017 (ciclos de avaliação 2009-2011, 2012-2014, 2015-2017). Foi consultora ad hoc do Comitê de Ciência Política e Relações Internacionais (Capes, 2010-2012). Coordenou a Escola de Altos Estudos Irel/Capes sobre "Qualitative Research Design", com John Odell, em 2013. Realizou pós-doutorado na Universidade de São Paulo (2013-2014) e no Watson Institute for International and Public Affairs, Brown University (2019).

Tullo Vigevani, Universidade Estadual Paulista, Prog. de Pós Grad. em Relações Internacionais da UNESP, UNICAMP e PUC/SP.

TULLO VIGEVANI CONCLUIU O DOUTORADO EM HISTÓRIA SOCIAL PELA UNIVERSIDADE DE SAO PAULO EM 1990. PROFESSOR TITULAR DE CIÊNCIA POLÍTICA A PARTIR DE 9 AGOSTO 2007 DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP). A CONGREGAÇÃO DA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS DA UNESP LHE OUTORGOU EM ABRIL DE 2014 O TÍTULO DE PROFESSOR EMÉRITO. PUBLICOU 147 ARTIGOS EM PERIÓDICOS ESPECIALIZADOS. POSSUI 61 CAPÍTULOS DE LIVROS E 14 LIVROS PUBLICADOS. PARTICIPOU DE 52 EVENTOS NO EXTERIOR E 180 NO BRASIL. ORIENTOU 19 DISSERTAÇÕES DE MESTRADO E 7 TESES DE DOUTORADO, ALÉM DE 22 TRABALHOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NAS ÁREAS DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E CIÊNCIA POLITICA. ENTRE 1988 E 2014 PARTICIPOU DE 13 PROJETOS DE PESQUISA, SENDO QUE COORDENOU 9 DESTES. ATUALMENTE COORDENA 4 PROJETOS. ATUA NA ÁREA DE CIÊNCIA POLITICA, COM ÊNFASE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS. EM SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS INTERAGIU COM 89 COLABORADORES EM CO-AUTORIAS DE TRABALHOS CIENTÍFICOS. AS PALAVRAS-CHAVE MAIS FREQÜENTES NA SUA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SÃO: MERCOSUL, POLÍTICA EXTERIOR DO BRASIL, INTEGRAÇÃO REGIONAL, GLOBALIZAÇÃO, ESTADOS UNIDOS, PARADIPLOMACIA E REGIMES INTERNACIONAIS. É PESQUISADOR DO CENTRO DE ESTUDOS DE CULTURA CONTEMPORÂNEA (CEDEC) E DO INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ESTUDOS DOS ESTADOS UNIDOS (INCT-INEU). COLABORA COM DIFERENTES INSTITUIÇÕES E PARTICIPA DE INÚMEROS CONSELHOS EDITORIAIS DE PUBLICAÇÕES. APOSENTADO E PROFESSOR VOLUNTÁRIO A PARTIR DE 21 DE SETEMBRO DE 2012. BOLSISTA 1A DO CNPQ. SÓCIO EMÉRITO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS (ABRI) DESDE 2015. HOMENAGEADO PELA ASSOCIAÇÂO BRASILEIRA DE CIÊNCIA POLÍTICA (ABCP) NO XI ENCONTRO DA ABCP EM 2018. COM FILIPE MENDONÇA E THIAGO LIMA PRÊMIO DE MELHOR OBRA CIENTÍFICA NO CONCURSO DA ANPOCS DE 2019.

Débora Figueiredo B. Prado, Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais, Instituto de Economia.

Mestre em Relações Internacionais pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP e PUC-SP) e Doutora em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) com ênfase em política internacional. Atualmente é professora adjunta do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e professora do Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais (PPGRI/IE/UFU). É pesquisadora do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea (CEDEC), do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INCT/INEU) e coordenadora do Grupo de Estudos sobre Gênero e Relações Internacionais - GENERI UFU. Atua principalmente nos seguintes temas: Estados Unidos, Governos subnacionais, Gênero e Relações Internacionais. É mãe de dois filhos nascidos em 2013 e 2016.

Marcos Cordeiro Pires, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Ciências Políticas e Econômicas.

Possui graduação em História (1990), mestrado em História Econômica (1996), doutorado em História Econômica, todos pela Universidade de São Paulo (2002) e Livre Docência em Economia Política Internacional pela Unesp (2013). É professor na UNESP - Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, nos cursos de graduação em Relações Internacionais e pós-graduação em Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais "San Tiago Dantas" - Unesp- PUC-SP- Unicamp. Tem experiência nas áreas de História Econômica e Economia Política e Economia Política Internacional. São áreas de interesse a inserção da economia brasileira na economia mundial, globalização e desenvolvimento econômico, relações Brasil-China e o Grupo dos BRICS. Atualmente pesquisa as relações entre a China, o Brasil e a América Latina. É co-coordenador do Grupo de Pesquisa dos BRICs (CNPq). É membro da diretoria do Instituto Confúcio na Unesp, Coordenador do Instituto de Estudos Econômicos e Internacionais e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Estudos sobre os Estados Unidos (INCT-INEU).

Sérgio Luiz Cruz Aguilar, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília.

Livre Docente em Segurança Internacional pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Pós-Doutorado na área de segurança internacional no Departamento de Política e Relações Internacionais da Universidade de Oxford - Reino Unido. Doutor em Historia pela UNESP (Assis/SP), mestre em Integração Latino Americana pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especialista em História das Relações Internacionais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e em Estratégias de Relações Internacionais pela Universidade Cândido Mendes (UCAM), e graduado em Ciências Militares (AMAN). Professor Associado do Departamento de Sociologia e Antropologia da UNESP - Campus de Marília/SP, onde coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Conflitos Internacionais (GEPCI) e o Observatório de Conflitos Internacionais (OCI). É professor do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP e PUC-SP) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNESP - Campus de Marília/SP. Foi observador da ONU na United Nations Peace Force (UNPF), na Bósnia Herzegovina, e da United Nations Transitional Administration for Eastern Slavonia (UNTAES), na Croácia, durante a guerra civil na antiga Iugoslávia. Foi Diretor da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED) no biênio 2012-2014. É membro da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED), International Studies Association (ISA), European International Studies Association (EISA) e International Political Science Association (IPSA) onde é membro do Research Committee 44 (2014-2020). Autor dos livros A Guerra da Iugoslávia: uma década de crises nos Bálcãs (2003), Segurança e Defesa no Cone Sul: da rivalidade da Guerra Fria a cooperação atual (2010) e Gerenciamento de Crises: o terremoto no Haiti (2014). Atua nas áreas de segurança internacional, conflitos e resolução de conflitos internacionais, direito internacional dos conflitos armados e operações de paz. Já realizou pesquisa de campo na Argentina, Estados Unidos, Etiópia, Haiti, República Democrática do Congo, Sudão do Sul, Timor Leste e Uruguai. É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.

Clemente Herrero Fabregat, Universidad Autónoma de Madrid, Departamento de Didácticas Especificas.

Possui 40 anos de docência Universitária, dentre as quais destaca-se: Valência (Colegio Universitario de Alicante), Zaragoza (Escuela Universitaria de Formación del Profesorado de Teruel), Complutense de Madrid (Escuela Universitaria María Díaz Jiménez de Madrid e Escuela de Gualadajara) e Autónoma de Madrid (Facultad de Formación del Profesorado y Educación). Igualmente tem participado do programa de pós-doutorado na Universidad do Valle de Orizaba (México), além de atuar regularmente na docência em outras universidades iberoamericanas como: Salto (Uruguai); Ijui (Brasil); Valle de Orizaba (México), o qual coordena um curso de doutorado sobre ?Inovação na Formação de Professores", Federal de Goiânia, Católica de Goiânia (Brasil); UNILASALLE de Porto Alegre (Brasil); Estadual de Ponta Grossa (Brasil); Federal de Curitiba (Brasil), Camagüey (Cuba), Autónoma Nacional de México, Iberoamericana do México. É tutor de dois convênios internacionais (UAM-UNIJUI e UAM-PONTA GROSSA), que já geraram diversas publicações e intercâmbio de estudantes e professores. Já ministrou um grande número de cursos interdisciplinares em nível da Educação Básica para a Formação de professores. Suas publicações sobre a docência abarcam desde materiais dedicados à Formação do magistério e metodologias de materiais didáticos de Geografia e História, até trabalhos dedicados ao Programa de Doutorado do qual é coordenador. Tem publicado artigos sobre formação docente em diferentes revistas acadêmicas como: Terra Livre; Educativa (revista da Universidade de Goiânia, Brasil) Terr@ Plural (revista da Universidade estadual de Ponta Grossa, Paraná, Brasil). Outra linha de investigação se dá na História da Geografia, tendo estudado a Geografia não universitária em dois âmbitos: escolar e militar. Por esses trabalhos tem 3 citações internacionais no Index Citation (ISI), além de ter sido citado em inúmeras revistas indexadas. Tem experiência na gestão e administração universitária e ministerial. Na academia foi durante anos Chefe de Departamento e Subdiretor na Escuela Universitaria de Formación del Profesorado de Guadalajara (Universidad Complutense de Madrid), além de ter sido Diretor da Escuela Universitaria de Formación del Profesorado da Universidad Autónoma de Madrid (atualmente Facultad de Formación del Profesorado y Educación). Também foi Diretor do Departamento de Didácticas Específicas da Universidad Autónoma de Madrid no período de 2006-2011. No Ministério da Educação e Ciência colaborou durante quatro anos nas áreas de programação, revisão científica de manuais escolares de Geografia, elaboração de temas para concursos etc.

Vânia Fonseca, Instituto de Tecnologia e Pesquisa, Laboratório de Planejamento e Promoção da Saúde.

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1968), mestrado em Geografia/Organização do Espaço pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1980) e doutorado em Geografia/Planejamento Regional pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988). Professora aposentada da Universidade Federal de Sergipe onde coordenou o PRODEMA. Foi professora titular de pós-graduação da Universidade Tiradentes, professora-orientadora do Curso de Mestrado em Direitos Humanos e do Curso de Mestrado e de Doutorado em Saúde e Ambiente. Foi coordenadora geral do Núcleo de Pesquisas em Violência e Desastres e coordenadora do Laboratório de Planejamento e Promoção da Saúde do Instituto de Tecnologia e Pesquisa. Atualmente é pesquisadora do Núcleo de Gestão de Infraestrutura. Tem experiência nas áreas de sociologia, direitos humanos, saúde e ambiente, com ênfase em sociologia urbana, saúde pública, violência e desastres, atuando principalmente nos seguintes temas: ambiente urbano, planejamento urbano e regional, violência urbana, áreas de risco, homicídios, composição de renda familiar.

Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio, Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Ciências Ambientais.

Economista, Mestre em Educação (nas áreas de Filosofia e História) e Doutora em Ciências Humanas (na área de Ciências Sociais). É Professora Sênior junto ao Departamento e ao PPG de Ciências Ambientais da UFSCar e Professora Colaboradora do PPG Interdisciplinar em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas da UNICAMP. Fundou, e hoje é vice-líder, do Grupo de Pesquisa "Sociedade e Recursos Hídricos", certificado pela UFSCar desde 1995. Em 2005, fundou, e hoje é vice-coordenadora, do Núcleo de Estudos e Pesquisas Sociais em Desastres - NEPED do DCAm/UFSCar. Atuou como: Professora Especialista Visitante no IFCH da Unicamp, junto ao curso de Ciências Sociais (2019); Professora Colaboradora do PPG em Ciências da Engenharia Ambiental da EESC/USP em orientação de mestrado e doutorado e nas disciplinas de Economia Ambiental e Sociologia dos Desastres (1996-2016); Docente do Departamento e do PPG em Sociologia da UFSCar até 2015; Docente dos Departamentos de Economia, respectivamente, da UFRN (1992-1994), da PUCCAMP (1987-1991), da UNIMEP (1987-1990) e da USF (1987-1991). É especialista em Sociologia dos Desastres e em Sociologia das Crises. Publicou mais de uma centena de estudos (artigos, livros, capítulos, trabalhos completos em anais) sobre intersecções e diferentes dimensões de crises sociais (aspectos culturais, econômicos, ambientais, urbanos, políticos, midiáticos, psicossociais e institucionais). Atualmente, focaliza crises multifacetadas através da abordagem de complexidade e de sistemas complexos.

Marcelo Fernandes de Oliveira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Departamento de Ciências Políticas e Econômicas.

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998), Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001) e Doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2005). É Livre Docente em Teoria das Relações Internacionais pela UNESP (2012). Atualmente é professor de Relações Internacionais na Faculdade de Filosofia e Ciência/Unesp/Campus de Marília, pesquisador em Relações Internacionais do Instituto de Estudos Econômicos e Internacionais - Unesp, pesquisador do Instituto de Gestão Pública e Relações Internacionais (IGEPRI) e Pesquisador da REDE DE PESQUISA EM POLÍTICA EXTERNA E REGIONALISMO (REPRI).

Hermes Moreira Junior, Universidade Federal da Grande Dourados, Reitoria, Faculdade de Direito.

Doutor em Relações Internacionais pelo Programa de Pós-Graduação San Tiago Dantas - UNESP/UNICAMP/PUC-SP. É Professor Adjunto III da Universidade Federal da Grande Dourados, onde exerce a função de Diretor da Faculdade de Direito e Relações Internacionais (2019-2023). Atualmente é gestor do Acordo de Cooperação Técnica entre a UFGD e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, sendo coordenador da Cátedra Sérgio Vieira de Mello ACNUR/UFGD e membro do Comitê Estadual para Refugiados, Migrantes e Apátridas no Estado de Mato Grosso do Sul (CERMA-MS). Ocupou os cargos de Coordenador do curso de Graduação em Relações Internacionais, Chefe do Escritório de Assuntos Internacionais, Coordenador da Comissão Própria de Autoavaliação Institucional e foi Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis da UFGD. Atuou também no curso de Administração Pública da Universidade Aberta do Brasil (UAB/EAD/UFGD). Desenvolveu pesquisa de pós-doutorado sobre Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Econômico junto ao Centro Sócio-Econômico da Universidade Federal de Santa Catarina. É Avaliador Institucional do INEP-MEC.

Publicado

June 11, 2010

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-60810-21-5

Date of first publication (11)

2010

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 14mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

Dimensões físicas