Dilemas da sociedade brasileira contemporânea: as novas configurações da economia, da violência e dos espaços comunicacionais

Autores

Luis Antônio Francisco de Souza (ed)
Lays Matias Mazoti Corrêa (ed)

Palavras-chave:

Brasil – Política e governo, Brasil – Condições econômicas, Violência – Brasil, Comunicação – Aspectos sociais

Sinopse

Esta coletânea é uma publicação derivada do I Seminário Inter-nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNESP de Marília ocorrido em 2015. O evento foi um projeto idealizado pelo corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de Marília-SP.

“Brasil Contemporâneo: perspectivas e desafios” foi a temática que norteou o evento. Sua construção e seleção se deu em virtude aos acontecimentos registrados no meio social desde junho de 2013, sobretudo, as mobilizações e manifestações organizadas nas cidades de grande e médio porte no Brasil, assim como a organização e divulgação dessas pelas mídias digitais, a consequente força repressiva que algumas registraram frente ao aparelho policial e a visibilidade díspar dessas manifestações nos aparelhos midiáticos.

Encarando a necessidade de construir possíveis linhas explicativas para tais fenômenos e a importância dessas reflexões no meio acadêmico, essa coletânea apresenta-se enquanto um esforço analítico frente às diferentes modalidades de atuação democrática em sua perspectiva coletiva e também individual. Nesse sentido, o conjunto de textos contempla as diferentes interlocuções com a sociedade brasileira contemporânea destacando, para tanto, seus antigos e novos dilemas.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica1.jpg    

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes1.jpg   

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Antônio Francisco de Souza

Cursou Graduação (1987) e Licenciatura (1994) em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo. Cursou mestrado (1992) e Doutorado (1998) em Sociologia na Universidade de São Paulo, com Estágio Sanduíche na Universidade de Toronto, Canadá (1995-1996), sob supervisão de Robert W. Shirley. Pesquisador na área de História da Polícia Civil, Processo Criminal, Violência Policial, Controle Externo sobre a Polícia, Políticas de Segurança Pública, Políticas Locais de Segurança, Violência e Direitos Humanos. É Livre-Docente na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Unesp, campus de Marília, atuando nos cursos de Graduação em Ciências Sociais e no curso de Pós-Graduação em Ciências Sociais, no nível de mestrado e de doutorado, tendo orientado várias dissertações de mestrado, teses de doutorado e supervisões de pós-doutorado.

Lays Matias Mazoti Corrêa

Docente assistente da Universidade Federal de Viçosa, campus de Rio Paranaíba-MG. Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de Marília-SP. Mestre em História pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, campus de Marechal Cândido Rondon-PR. Possui graduação em História-Licenciatura na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas-MS, UFMS/ CPTL. Na área de pesquisa tem atuado na reflexão sobre o rural brasileiro a partir das articulações entre História, Sociologia e Antropologia no estudo das culturas populares e expressões artísticas, como literatura, música e cinema.

Francisco Luiz Corsi

Possui graduação em Economia pela Universidade de São Paulo (1984), graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1984), mestrado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campi-nas (1991), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1997) e pós-doutorado pelo Instituto de Economia da Univer-sidade Estadual de Campinas (2011). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em História Econômica. Atua principalmente nos seguintes temas: Estado Novo, Política Externa, Nacionalismo, Projeto Nacional, Economia Brasileira.

Thaís Battibugli

ossui Graduação em História - Unicamp (1996); Graduação Tecnológica em Gestão Pública - FGV (2016), Mestrado em História Social - USP (2000); Doutorado em Ciência Política - USP (2007). É Coordenadora do curso de pós-graduação em Gestão Pública Municipal do Centro Univer-sitário Campo Limpo Paulista (UniFaccamp). Atualmente é pesquisadora do Observatório de Segurança Pública (OSP) da UNESP/Marília (2014), na área de políticas públicas de segurança. Fez curso de extensão em Gestão e Avaliação de Políticas Públicas - FGV (2012); é professora do curso de Direito do Centro Universitário Padre Anchieta (UniAnchieta), da Uni-Faccamp; da Faculdade de Paulínia (FACP); e do curso de História da Fac-camp. Foi pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV/USP – 2001-2007). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Gestão Pública, Segurança Pública. Atua principalmente nos seguintes temas: democracia, segurança pública, políticas públicas e políticas sociais.

Luana de Carvalho Silva Gusso

Professora do Curso de Graduação e Pós-Graduação em Direito e do Mes-trado em Patrimônio Cultural e Sociedade da Univille. É Pós-Doutora em Direito pela Universidade de Coimbra na área de Democracia e Direitos Humanos (2013), com Mestrado (2008) e Doutorado em Direito do Estado pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Fede-ral do Paraná (2012). Pesquisadora com experiência nas áreas de Direitos Culturais, Direito Penal, Criminologia, História do Direito, Patrimônio Cultural e Direitos Humanos, com foco no estudo do Controle Social e Violência, da Cultura e da Memória . É graduada em Direito pela Ponti-fícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) (2005) e em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (2005). Especialista em Direito Penal e em Criminologia pelo ICPC - UFPR (2006). Advogada. 

Egor Vasco Borges

Possui graduação em Ciências Criminais pela Academia de Ciencias Poli-ciais (2007), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulis-ta Júlio de Mesquita Filho (2012) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2017). Tem expe-riência na área de Direito, Sociologia com ênfase para pesquisas interdis-ciplinares entre direito e sociologia atuando principalmente nos seguintes temas: Instituições, pensamento social, politicas publicas, Africa, racismo e xenofobia.

Egor Vasco Borges

Possui graduação em Ciências Criminais pela Academia de Ciencias Poli-ciais (2007), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulis-ta Júlio de Mesquita Filho (2012) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2017). Tem expe-riência na área de Direito, Sociologia com ênfase para pesquisas interdis-ciplinares entre direito e sociologia atuando principalmente nos seguintes temas: Instituições, pensamento social, politicas publicas, Africa, racismo e xenofobia.

Michelle Mariano Carlesso

Possui graduação em Letras pela Universidade Paulista (2013), graduação em Filosofia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2011) e mestra-do em Estudos de Cultura Contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso (2014). Atualmente, cursa doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), campus de Marília-SP.

Franz Arnaldo Cezarinho

Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista(UNESP). Graduação em Ciências Sociais (bacharelado) pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Zuleika de Andrade Câmara Pinheiro

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista UNESP/ Marília, mestre em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Vi-çosa - UFV (2009), Graduada em Economia Doméstica pela Universidade Federal do Ceará - UFC (2003). Atualmente é pesquisadora do Grupo de Pesquisa Cultura & Gênero / Laboratório Interdisciplinar de Estudos de Gênero - LIEG / UNESP / Marília. Temas de pesquisas e estudos: Gênero, Masculinidades, Sexualidade, Feminismos, Mulheres, Pessoas em situação de rua, Saúde Pública, Políticas Públicas.

Camila Rodrigues da Silva

Doutoranda em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista, Campus de Marília. Mestra em Ciências Sociais pela Universidade Esta-dual Paulista, Campus de Marília (2016). É pesquisadora do Laboratório Interdisciplinar de Estudos de Gênero (LIEG/UNESP), membro do Gru-po de Pesquisa Cultura e Gênero e membro do Grupo de Estudos Mun-do Contemporâneo (GEMUC/UNESP). Graduada em Ciências Sociais – Bacharel pela Universidade Estadual Paulista campus de Marília (2013) e Licenciada em Ciências Sociais pela mesma instituição (2012). Tem ex-periência na área de Sociologia e Antropologia com ênfase em Relações de Gênero, Feminismos, Violência contra a mulher.

Felipe André Padilha

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universi-dade Federal de São Carlos (PPGS-UFSCar), na linha de pesquisa Cultura, Diferenças e Desigualdades. Mestre em Sociologia (PPGS-UFSCar/2015) e bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (2011). Tem experiência nas áreas de Sociologia e Antropologia e pesquisa os seguintes temas: sociologia digital, tecnologias da informação e da co-municação (TICs), mídias digitais, internet, serviços comerciais de busca de parceiros, gênero e sexualidade, cultura e diferenças, estudos queer, es-tudos culturais, etnografia e etnografia digital. É membro da Association of Internet Researchers (AoIR), pesquisador associado ao Núcleo de Estudos em Ambiente, Cultura e Tecnologia (NAMCULT).

Lara Roberta Rodrigues Facioli

Graduada e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Concluiu o mestrado na Universidade Federal de São Carlos na linha de pesquisa Cultura, Diferenças e Desi-gualdades sob orientação do professor Richard Miskolci. O título da dis-sertação, financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) é: Conectadas: uma análise de práticas de ajuda mú-tua feminina na era das Mídias Digitais. É doutora também pela UFSCar onde estudou o uso das mídias digitais pelas mulheres das classes popu-lares brasileiras. Seus temas de pesquisa, atuação e interesse são: gênero, sexualidade, subjetividades, diferenças, mídias digitais, educação, educa-ção e diferenças. Atualmente realiza Estágio Pós-doutoral no Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e é integrante do Grupo de Pesquisa Gênero, Direitos Humanos e Políticas Públicas (CNPq). Também coordena, em parceria, o SPG Mídias digitais, subjetividades e diferenças no evento anual da Associação Nacio-nal de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS).

Juliana Larissa de Laet Gomes

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Univer-sidade Estadual Paulista - Campus de Marília. Bacharel em Relações In-ternacionais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010). Pesquisa as mídias digitais e os meios de comunicação no espaço urbano.

Késia Maria Maximiano de Melo

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos. Mestre pelo Programa de Pós-Gra-duação em Ciências Sociais, pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”; - Campus Marília (2016). Possui graduação em Terapia Ocupacional pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - UNCISAL (2011). Faz parte do Grupo de Pesquisa: Transgressões - Gê-nero, Sexualidades, Corpos e Mídias contemporâneas, da UNESP - Bau-ru; e do Grupo METUIA. Atualmente, desenvolve pesquisa acerca dos seguintes temas: Gênero, Sexualidade, Travestilidades, Mídias Digitais, Teoria Queer.

Thiago Henrique de Almeida Bispo

Mestre em Ciências Sociais pela UNESP - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, Licenciado em Sociologia pela UNESP - Uni-versidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, possui pesquisas na área de Memória, Religião e Atualidades. Bolsista PROEX (Pró-Reitoria de Extensão Universitária) no período de 2009/2011, desenvolvendo ofi-cinas de percepções musicais, cinema e trilha sonora com os/as alunos/as matriculada na Universidade Aberta a Terceira Idade (UNATI) Melhor projeto de Iniciação Científica da área de humanidades no XXIV Congres-so de Iniciação Científica da Unesp Fase I Marília ano de 2012 9º melhor trabalho na área de Humanidades no XXV Congresso de Iniciação Cien-tífica da Unesp ano de 2013. Atual estudante do curso de pós-graduação, mestrado, pela UNESP - campus Marília.

Publicado

November 23, 2018

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso

ISBN-13 (15)

978-85-7983-991-7

Date of first publication (11)

2018

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book

ISBN-13 (15)

978-85-7983-992-4

Date of first publication (11)

2018

Dimensões físicas

160mm x 230mm x 10mm