O Brasil, a China e os EUA: na atual conjuntura da economia-mundo capitalista

Autores

Rosângela de Lima Vieira

Sinopse

A análise dos sistemas-mundo (ASM) nasceu quando Immanuel Wallerstein lançou, em 1974, o primeiro volume de O Moderno Sistema-Mundo. É uma perspectiva – e não uma teoria – que se caracteriza por estudar as mudanças sociais a partir de  quatro coordenadas metodológicas: 1) não tomar a sociedade/estado/economia nacional como unidade de análise; 2) não aceitar o pressuposto de que a realidade pode ser compreendida separadamente pelas várias disciplinas (economia, sociologia, história, etc.); 3) assumir que o sistema capitalista mundial e o sistema interestatal são duas entidades que nasceram juntas e interligadas; 4) adotar a concepção braudeliana de tempo como sendo a duração dos acontecimentos e processos e ver a história como dialética das durações, ou seja, como resultado das interações dos tempos curto (acontecimento), médio (conjuntura) e longo (estrutura). Como perspectiva pode ser aplicada a uma variedade quase ilimitada de aspectos do atual sistema social histórico, a economia-mundo capitalista, e também de sistemas históricos passados.

Selo Editorial:

Logo_e-book_-_Oficina1.jpg      Logo_e-book_-_Cultura_academica4.jpg

Apoio:

Logo_e-book_-_Capes4.jpg

Capa para O Brasil, a China e os EUA: na atual conjuntura da economia-mundo capitalista
Publicado
August 14, 2013

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Impresso

Impresso
ISBN-13 (15)
978-85-7983-415-8
Date of first publication (11)
2013
Dimensões físicas
160mmx230mmx10mm

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: E-book

E-book
Dimensões físicas